Menu
Busca quinta, 02 de abril de 2020
(67) 9860-3221
OPORTUNIDADE

Mais de 1,8 mil brasileiros fazem hoje o Encceja Exterior

15 setembro 2019 - 09h15Por Agência Brasil

Mais de 1,8 mil brasileiros que moram fora do país farão hoje (15) o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos residentes no exterior (Encceja Exterior). A prova será realizada em 18 cidades de 12 países: Bruxelas (Bélgica); Barcelona e Madri (Espanha); Boston, Houston, Nova Iorque e Miami (Estados Unidos); Paris (França); Caiena (Guiana Francesa); Amsterdã (Holanda); Roma (Itália); Nagoia, Hamamatsu e Tóquio (Japão); Lisboa (Portugal); Londres (Reino Unido), Genebra (Suíça) e Paramaribo (Suriname).

O Cartão de Confirmação da Inscrição está disponível na Página do Participante na internet. O cartão contém informações pessoais, número de inscrição e o endereço do local do exame, além dos recursos de acessibilidade, quando for o caso. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) recomenda que os inscritos no exame imprimam e levem o cartão para a prova.

O Encceja é um exame para jovens e adultos que não tiveram oportunidade de concluir os estudos na idade apropriada. Os interessados em tentar o certificado do ensino fundamental devem ter, no mínimo, 15 anos de idade completos na data da prova; para obter o certificado do ensino médio, a idade mínima exigida é de 18 anos.

O exame é composto por quatro provas objetivas, cada uma com 30 questões de múltipla escolha, e uma redação. Para a certificação do ensino fundamental, o participante é avaliado em ciências naturais; matemática; língua portuguesa, língua estrangeira moderna, artes, educação física e redação; e história e geografia.

Já para o ensino médio, as áreas avaliadas são ciências da natureza e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias; linguagens e códigos e suas tecnologias e redação; e ciências humanas e suas tecnologias.

Certificação
Após a aprovação do candidato, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília e o Colégio Pedro II, do Rio de Janeiro, que firmaram Acordo de Cooperação Técnica junto ao Inep, ficam responsáveis pela emissão dos certificados.

Cabe ao Ministério das Relações Exteriores encaminhar os certificados e as declarações de proficiência às embaixadas e aos consulados de cada país, bem como avisar aos participantes que os documentos encontram disponíveis para retirada nas representações diplomáticas.   

Além da modalidade regular e do exame para residentes no exterior, o Inep também aplica o Encceja para Jovens e Adultos brasileiros residentes no exterior que cumprem Pena Privativa de Liberdade (Encceja Exterior PPL). Em 2019, as provas para esse público serão aplicadas somente em Tóquio, no Japão, de 16 a 27 de setembro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
Condutores terão mais seis meses para tirar a primeira habilitação
REGIÃO
Nelsinho Trad consegue mais recursos para MS mesmo durante pandemia
DEFRON
Foragido condenado a mais de 20 anos é preso na região de fronteira
SORTE
Aposta online acerta as seis dezenas e leva R$ 4,9 milhões da Mega-Sena
SAÚDE
HU de Dourados aprova plano para atendimento a casos da COVID-19
POLÍTICA
Nova MP permite reduzir até 70% de salário e jornada e prevê estabilidade
TRÁFICO
Maconha que seguia para Campo Grande é apreendida na MS-164
ELEIÇÕES
Prazo de filiação para se candidatar em 2020 termina no sábado
FRONTEIRA
Após perseguição, polícia apreende veículo com 1.750 pacotes de cigarros
INFORME PUBLICITÁRIO
Com preço histórico no filé de pirarucu, Peixaria Pernambuco orienta clientes a anteciparem compras

Mais Lidas

REGIÃO
Ex-assessor de Mandetta é encontrado morto em apartamento na Capital
COVID-19
Primeiro óbito por coronavírus do Estado é registrado em Dourados
NOVA ANDRADINA
Hospital confirma três profissionais com coronavírus em unidade que atendeu idosa
BOLETIM DA SES
Dourados registra mais um caso de coronavírus e MS tem 51 confirmações