Menu
Busca terça, 11 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221

Livro editado pela Embrapa sobre café é lançado pela primeira vez em versão eletrônica na internet

26 dezembro 2012 - 18h30

#####Assessoria



Está disponível na página da Livraria Saraiva, em versão eletrônica na internet (ePub), o livro editado pela Embrapa sobre o Programa Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento do Café – Antecedentes, criação e evolução. O Programa é coordenado pela Embrapa Café - Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) - e executado por instituições de pesquisa, ensino e extensão integrantes do Consórcio Pesquisa Café.

A publicação apresenta uma ampla abordagem da pesquisa cafeeira no Brasil, além de uma visão do arranjo institucional do Consórcio Pesquisa Café, da concepção e gestão da pesquisa e da transferência de tecnologias promovidos pelo Programa de Pesquisa e ainda descreve fatos históricos da pesquisa cafeeira. Além disso, permite ao leitor ter uma visão abrangente da evolução, do volume de recursos financeiros investidos e da programação executada, destacando as estratégias de planejamento e de administração da pesquisa. Nela, também estão descritos o contexto, as dificuldades e as realizações da ação conjunta de centenas de técnicos, pesquisadores e gestores envolvidos no programa de pesquisa do café com o objetivo de responder ao desafio de gerar soluções tecnológicas para a sociedade brasileira com sustentabilidade econômica, social e ambiental.

“A criação do Programa faz parte da história contemporânea dessa estreita ligação entre ciência e desenvolvimento. Mais do que oferecer um relato de fatos ocorridos, o estudo proporciona uma análise histórica que contribui para o registro e a avaliação das ações efetuadas e, principalmente, fornece base para correções de rumo e avanços no fortalecimento do vínculo entre a cadeia produtiva do café e o desenvolvimento de atividades de pesquisa e transferência de tecnologia. O trabalho fornece também parâmetros que servem de ponto de partida para novas propostas de ações de pesquisa e transferência de tecnologia no âmbito do agronegócio brasileiro”, diz o gerente geral da Embrapa Café, Gabriel Bartholo.

Para realizar a consulta do título, acesse www.livrariasaraiva.com.br e clique na aba “livros digitais”. No lado esquerdo da tela, escolha a linha temática referente ao título.

Consórcio Pesquisa Café - É um arranjo estratégico fundado em 1997 por importantes instituições de pesquisa e ensino, congregadas em um programa de pesquisa que tem como foco o desenvolvimento de tecnologias para todas as etapas da cadeia produtiva do café, fortalecendo a economia e contribuindo para o desenvolvimento do Brasil. Devido à sinergia e à união de esforços proporcionados por essas instituições, o Consórcio já apresentou várias conquistas na melhoria do processo produtivo e da qualidade da bebida.

Esse arranjo institucional atua em todos os segmentos da cadeia produtiva, tendo por base a sustentabilidade, a qualidade, a produtividade, a preservação ambiental, o desenvolvimento e o incentivo a pequenos e grandes produtores. Hoje reúne mais de 700 pesquisadores de cerca de 40 instituições, envolvidos em 74 projetos dos quais fazem parte 355 Planos de ação.

Foi criado por iniciativa de dez instituições, além da Embrapa, ligadas à pesquisa e ao café: Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola - EBDA, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa, Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais - Epamig, Instituto Agronômico - IAC, Instituto Agronômico do Paraná - Iapar, Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural - Incaper, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - Mapa, Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado do Rio de Janeiro – Pesagro-Rio, Universidade Federal de Lavras - Ufla e Universidade Federal de Viçosa - UFV.

As pesquisas do Consórcio Pesquisa Café contam com apoio financeiro do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira - Funcafé, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - Mapa.

Programa de Pesquisa - O Consórcio executa o maior programa de pesquisa em café do mundo, experiência única da ciência e da tecnologia em torno do agronegócio café brasileiro que reúne esforços e recursos para o desenvolvimento e inovação do agronegócio café, tendo como base de seus projetos a sustentabilidade, a qualidade, a produtividade, a preservação ambiental e o incentivo a pequenos e grandes produtores.

O Programa de Pesquisa e Desenvolvimento do Café gera conhecimento e tecnologias para todas as etapas da cadeia produtiva do café, do plantio ao consumidor. As chamadas dos projetos são elaboradas a partir de prospecções de demandas de pesquisa junto às representações dos diversos segmentos da cadeia de valor do produto e das instituições consorciadas.

O Programa abrange 15 áreas de atuação, divididas em três vertentes, executando planos de ação em todas as regiões produtoras do País. Utiliza, para isso, a infraestrutura das dez instituições fundadoras do Consórcio e uma rede de instituições parceiras, que acompanha a oferta de projetos, integrando e fortalecendo o quadro técnico de pesquisa em café no País. A programação de pesquisa atual conta com a participação de cerca de 50 instituições consorciadas.

Em 15 anos de Consórcio, foram executados mais de 4.500 planos de ações de pesquisa nas mais diversas etapas da cadeia produtiva do café. A transferência da tecnologia gerada e a organização das informações acumuladas também são prioridades do Programa de Pesquisa, fazendo com que os resultados alcancem o setor produtivo e sejam percebidos pelos consumidores em geral.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZ
Yasmin Brunet renova o bronzeado em dia de praia de Ipanema
DOIS IRMÃOS DO BURITI
Servidores públicos flagram abuso de criança e detêm estuprador
CAPITAL
Bíblias são encontradas intactas depois de incêndio que destruiu hotel
PLANO DE MANEJO
Futuro ministro do Meio Ambiente responde por ação de improbidade
NOVA ANDRADINA
Mãe de menino com doença degenerativa pede ajuda para bazar solidário
UFMS
Abertas 74 vagas para professores substitutos com salário de até R$ 6 mil
FUTEBOL
Marta é a primeira mulher a eternizar os pés na calçada do Maracanã
OPERAÇÃO JOÃO DE BARRO
Proposta da UFGD é aprovada para o Projeto Rondon 2019
RURAL
Governo defende agricultura e turismo sustentável em Bonito e região
CAMPO GRANDE
TRE/MS mantém mandato de vereadora, acusada de infidelidade partária

Mais Lidas

DOURADOS
Criança morre no HV três dias após ser atropelada na Cachoeirinha
PREGÃO
Vereadora presa desde outubro tenta retomar cargo na Câmara de Dourados
CHAPADÃO DO SUL
Avião agrícola cai e mata piloto em cidade de MS
DOURADOS
Criança morta após acidente de trânsito teve órgãos levados para SP e Campo Grande