Menu
Busca quinta, 21 de novembro de 2019
(67) 9860-3221
POLÍTICA

Líderes mundiais terão encontro com Bolsonaro ainda este mês

06 novembro 2019 - 06h25Por Da Redação

Para debater temas políticos e econômicos, o presidente Jair Bolsonaro receberá o presidente da China, Xi Jinping, na manhã do dia 13 de novembro, próxima quarta-feira. À tarde, no mesmo dia, no Palácio do Planalto, ele receberá  os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e da África do Sul, Cyril Ramaphosa, e o primeiro ministro da índia, Narendra Modi.

Os quatro líderes políticos chegarão ao Brasil no dia 12 para participar da 11ª Cúpula do Brics, grupo de países integrado pelo Brasil, a Rússia, Índia, China e África do Sul. No dia 13, os líderes visitantes participarão do encerramento do Fórum Empresarial do Brics, que reunirá 500 empresários, e à noite serão homenageados com jantar no Palácio do Itamaraty, em Brasília.

Cúpula

A maior parte da programação do Brics ocorrerá na quinta-feira, dia 14. Haverá um encontro dos líderes do Brasil, da China, Índia, África do Sul e Rússia com os empresários que compõem o conselho da organização e também com a diretoria do Novo Banco de Desenvolvimento, a instituição financeira fundada pelo Brics. Às 13h, haverá o almoço de encerramento da cúpula no Palácio do Itamaraty.

O grande tema a ser discutido na Cúpula do Brics será a cooperação a ser feita entre o Brasil, China, Índia, África do Sul e Rússia na área de ciência, tecnologia e inovação. "A agenda é densa e substantiva", disse o secretário de Comércio Exterior e Assuntos Econômicos do Itamaraty, embaixador Norberto Moretti.

O tema, segundo o diplomata, constará da Declaração dos Líderes, que será divulgada no encerramento do evento no dia 14, documento que abrirá aos países oportunidades de cooperação para o desenvolvimento de parques tecnológicos e incubadoras e a formação de pesquisadores.

Também constarão da declaração a cooperação dos cinco países no combate à corrupção e ao terrorismo, intercâmbio de boas práticas e desenvolvimento de medicamentos contra a tuberculose. Haverá ainda um item dedicado ao aleitamento humano, como prevenção de enfermidades.

O Conselho Empresarial do Brics (Cebrics) foi criado em 2013 na 5ª Cúpula do bloco em Durban, na África do Sul. Constituído para fortalecer e promover os laços econômicos, comerciais, de negócios e investimentos entre as comunidades empresariais dos países que compõem o grupo, o conselho tem também a missão de assegurar o diálogo regular entre os setores empresariais e os governos, além de identificar os problemas e gargalos no âmbito de comércio e investimentos nas suas relações.

Composto por 25 membros e assessorado por nove grupos de trabalho que atuam em uma instância de consulta, o conselho tem como missão assegurar que as principais prioridades do setor privado sejam efetivamente comunicadas aos líderes do governo no Brics durante a cúpula.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Bolsonaro participa nesta quinta-feira de ato de fundação de novo partido
JUSTIÇA
Acusado de matar ‘amante’ da namorada é condenado a 15 anos de prisão
DOURADOS
UEMS e WWF-Brasil firmam acordo para Centro de Estudos de Fronteira
ECONOMIA
Pagamento do 13º do Bolsa Família está garantido, diz porta-voz
NOVA ANDRADINA
Mulher faz rifa para ajudar no tratamento de marido vítima de acidente
CASO MARIELLE
Porteiro volta atrás e diz que errou ao dizer que havia falado com 'seu Jair'
ROTA BIOCEÂNICA
Itaipu licita em dezembro o projeto executivo da ponte do Rio Paraguai
ECONOMIA
2020 terá o dobro de feriados prolongados; Confira as datas
ARTIGO
Dourados por três dias é sede do governo
TRÊS LAGOAS
Crianças ficam sob mira de revólver durante assalto em residência

Mais Lidas

TENTATIVA DE FEMINICÍDIO
Ex esperou mulher chegar de curso para tentar matá-la no Estrela Verá
DOURADOS
Corregedoria abre sindicância para apurar ação da Guarda que terminou em morte
JÚRI POPULAR
Primeira tentativa de feminicídio do ano ocorre às vésperas de julgamento por crime de 2018
DOURADOS
Secretaria de Saúde contrata pessoal para limpeza com salários de R$ 1 mil a R$ 1,4 mil