Menu
Busca Quinta, 14 de Dezembro de 2017
(67) 9860-3221
Corpal - Dezembro 2017
POLÍTICA

Líderes de bancada não garantem aprovação da reforma da Previdência

07 Novembro 2017 - 07h19Por Agência Brasil

Apesar do apelo do presidente Michel Temer, os líderes partidários da base aliada da Câmara dos Deputados não garantiram que a proposta da reforma da Previdência, em tramitação no Congresso, seja aprovada ainda este ano. Ao final da reunião ocorrida no Palácio do Planalto, que não teve a presença do líder do PSDB, um dos principais partidos aliados, o vice-líder do governo na Câmara, Beto Mansur, (PRB-SP) disse que os aliado farão reuniões internas para, posteriormente, definir um calendário de votação.

“A base está junta, mas, às vezes, você tem temas mais difíceis, como a questão que envolve a Previdência, e os líderes ficaram de reunir suas bases para a gente fazer uma reavaliação”, disse Mansur.

Segundo ele, para que o governo obtenha o mínimo de 308 votos necessários para aprovar a reforma, o governo deverá aceitar mais mudanças no texto. “Acho que é importante a gente levar a proposta para a base, da necessidade de a gente aprovar a reforma da Previdência. Ela não foi deixada de lado, agora, lógico que os parlamentares terão que ser ouvidos nas suas bancadas para que a gente possa fazer uma análise geral da reforma da Previdência e também das outra pautas”.

Para o vice-líder, é possível que a reforma seja aprovada na Câmara ainda este ano e no Senado, ano que vem. “Tem muita coisa que você vai aprovando na Câmara e liberando para o Senado. O detalhe da Previdência é que precisamos ouvir as bancadas para chegar a um acordo. Se você aprova uma proposta tão importante para o país neste ano, nada impede que você vote no Senado no ano que vem. Não vejo nenhum problema quanto a isso”.

De acordo com Mansur, até o final do ano, restam 21 dias prováveis de votação, e o governo tentará reunir a base aliada para votar a reforma. “Não adianta fazer uma análise de quantos votos se tem hoje. Temos que fazer reunião dentro das bancadas para que a gente possa voltar a conversar”.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Dez são detidos em 2ª fase da Operação Thanos
SAÚDE
Doenças ligadas à gripe matam até 650 mil por ano no mundo, diz OMS
CAMPO GRANDE
Motociclista fica ferido após atropelar e matar duas capivaras em avenida
MUDANÇA
Confraternização de Fim de Ano da UEMS de Dourados tem novo local definido
BRASIL
Laboratórios provocam desabastecimento de remédios para vender mais caro, aponta ministro
NOVA DATA
Temer não terá alta nesta quinta-feira, e posse de Marun é adiada
AQUIDAUANA
Corpo de ex-presidente da OAB é encontrado carbonizado na BR-419
É LEI
Exame de trombofilia para mulheres deve ser oferecido pelo SUS em MS
TRÁFICO
Motorista foge deixando mais de 1,2t de maconha em veículo
BENEFÍCIO
Pagamento do abono Pis/Pasep para nascidos em dezembro começa hoje

Mais Lidas

BARBÁRIE
Acusado de esquartejar mãe é levado para audiência
DOURADOS
Homem encontrado morto estava acorrentado e jogado no rio Dourados
DOURADOS
Juiz manda acusado de esquartejar a mãe para hospital da Capital
DOURADOS
Após denúncia, polícia encontra revólver e pistola com homem