Menu
Busca sábado, 18 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221

Líbano quer intermediar venda de arma do Brasil ao Iraque

06 dezembro 2003 - 17h39

Um grupo de trading libanês entrou em contato com o governo brasileiro para tentar comprar armamento não-letal do país para vendê-lo ao Iraque. O interesse é em equipamentos como capacetes, coletes à prova de bala e balas de borracha. O provável vendedor é a empresa Condor do Rio de Janeiro. O negócio é provavelmente o primeiro passo concreto dado durante a visita do presidente Luís Inácio Lula da Silva no sentido de utilizar países da região para fazer uma ponte de negócios com o Iraque. Essa, aliás, é a intenção declarada do governo brasileiro. Potencial O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Luiz Fernando Furlan, disse nesta sexta-feira no Líbano que o Brasil "também está querendo ajudar na reconstrução do Iraque buscando parcerias no mundo árabe". O governo acredita que essa estratégia possa ajudar as empresas brasileiras a superar as atuais dificuldades para participar do potencial mercado iraquiano. Atualmente, o governo americano controla todos os negócios no Iraque e tem concentrado os gastos da reconstrução em fornecedores americanos e europeus, principalmente entre os aliados da coalizão americana na guerra. A estratégia de utilizar países como o Líbano para ampliar a venda de produtos brasileiros na região não se resume apenas ao Iraque. "O potencial para esse tipo de negócio (o da venda de armas não-letais) é enorme na região e o Brasil precisa aproveitá-lo", disse o secretário do Itamaraty Norton de Andrade Mello Rapesta. Segundo Rapesta, a maior parte dos mercados árabes é pequena individualmente por isso o Brasil tem como objetivo criar uma plataforma de exportação em um ou dois países da região para vender para toda a comunidade. O projeto é de longo prazo mas, na opinião do governo, casos como o da Condor mostra que é possível obter resultados também no curto prazo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Florista ferida a tiros está em coma e ex segue internado sob escolta policial
EDUCAÇÃO
Após queixas de alunos, ministro admite erro na correção do Enem
TRÊS LAGOAS
Menina de 4 anos é internada em estado grave após ser picada por escorpião
MIRANDA
Motociclista morre ao bater de frente contra Fiat/Uno na BR-262
CULTURA
Regina Duarte quer uma conversa 'olho no olho' com Bolsonaro
ECONOMIA
Jucems registra abertura de mais de sete mil empresas em 2019
PONTA PORÃ
Do interior de veículo, homem atira contra namorada de 22 anos
PRÊMIOS
Nota Dourada terá primeiro sorteio na proxima segunda-feira
CRIME AMBIENTAL
Aposentado é autuado em R$ 6 mil por desmatamento em área protegida
PRAZO
IFMS encerra amanhã seleção para professores de educação especial

Mais Lidas

CAPITAL
Veterinária deixa motel em surto e morre embaixo de caminhão
DOURADOS
Homem é preso por destruir celular em operação deflagrada para esclarecer homicídio
DOURADOS
'Rua do medo' tem dois entregadores assaltados em 10 dias
TRÁFICO
Polícia flagra esquema de venda de droga no cartão em Dourados