Menu
Busca sexta, 20 de abril de 2018
(67) 9860-3221
BANNER CRA

Líbano quer intermediar venda de arma do Brasil ao Iraque

06 dezembro 2003 - 17h39

Um grupo de trading libanês entrou em contato com o governo brasileiro para tentar comprar armamento não-letal do país para vendê-lo ao Iraque. O interesse é em equipamentos como capacetes, coletes à prova de bala e balas de borracha. O provável vendedor é a empresa Condor do Rio de Janeiro. O negócio é provavelmente o primeiro passo concreto dado durante a visita do presidente Luís Inácio Lula da Silva no sentido de utilizar países da região para fazer uma ponte de negócios com o Iraque. Essa, aliás, é a intenção declarada do governo brasileiro. Potencial O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Luiz Fernando Furlan, disse nesta sexta-feira no Líbano que o Brasil "também está querendo ajudar na reconstrução do Iraque buscando parcerias no mundo árabe". O governo acredita que essa estratégia possa ajudar as empresas brasileiras a superar as atuais dificuldades para participar do potencial mercado iraquiano. Atualmente, o governo americano controla todos os negócios no Iraque e tem concentrado os gastos da reconstrução em fornecedores americanos e europeus, principalmente entre os aliados da coalizão americana na guerra. A estratégia de utilizar países como o Líbano para ampliar a venda de produtos brasileiros na região não se resume apenas ao Iraque. "O potencial para esse tipo de negócio (o da venda de armas não-letais) é enorme na região e o Brasil precisa aproveitá-lo", disse o secretário do Itamaraty Norton de Andrade Mello Rapesta. Segundo Rapesta, a maior parte dos mercados árabes é pequena individualmente por isso o Brasil tem como objetivo criar uma plataforma de exportação em um ou dois países da região para vender para toda a comunidade. O projeto é de longo prazo mas, na opinião do governo, casos como o da Condor mostra que é possível obter resultados também no curto prazo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Bicicleta é furtada em posto de saúde na Cabeceira Alegre
Furto aconteceu por volta das 15h de ontem (19)
JUSTIÇA
Cerca de 10 mil processos físicos serão convertidos para meio eletrônico na Justiça do Trabalho de MS
EDUCAÇÃO
Dia do livro é comemorado com semana de atividades coordenadas pelo curso de Pedagogia da UNIGRAN
PRIMEIRA ETAPA
Governador garante assinar licitação de Hospital Regional de Dourados em 15 dias
INDÚSTRIA
Em três meses, exportação de industrializados de MS já soma US$ 842,7 milhões
ELEIÇÕES 2018
“Quem vai decidir é o partido”, diz Reinaldo sobre possibilidade de Geraldo Resende disputar Senado
SOLIDARIEDADE
Dourados inaugura a primeira geladeira solidária nesta sexta-feira
ECONOMIA
IBGE aponta prévia da inflação oficial que ficou em 0,21% neste mês
RIGOR
Lei que aumenta pena para motorista embriagado entra em vigor
FEIRA
Drone e ferramentas artesanais fazem sucesso na 3ª edição da Tecnofam

Mais Lidas

DOURADOS
Estudante de medicina é preso com R$36 mil em notas falsas
BR-463
Polícia confirma morte de idoso em ataque de pistoleiros
DIREITOS HUMANOS
Esposas de presos denunciam agressões e Comissão vai até a PED
BR-463
Baleado é trazido ao HV e suspeita é de assalto em propriedade rural