Menu
Busca quarta, 26 de junho de 2019
(67) 9860-3221

Líbano quer intermediar venda de arma do Brasil ao Iraque

06 dezembro 2003 - 17h39

Um grupo de trading libanês entrou em contato com o governo brasileiro para tentar comprar armamento não-letal do país para vendê-lo ao Iraque. O interesse é em equipamentos como capacetes, coletes à prova de bala e balas de borracha. O provável vendedor é a empresa Condor do Rio de Janeiro. O negócio é provavelmente o primeiro passo concreto dado durante a visita do presidente Luís Inácio Lula da Silva no sentido de utilizar países da região para fazer uma ponte de negócios com o Iraque. Essa, aliás, é a intenção declarada do governo brasileiro. Potencial O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Luiz Fernando Furlan, disse nesta sexta-feira no Líbano que o Brasil "também está querendo ajudar na reconstrução do Iraque buscando parcerias no mundo árabe". O governo acredita que essa estratégia possa ajudar as empresas brasileiras a superar as atuais dificuldades para participar do potencial mercado iraquiano. Atualmente, o governo americano controla todos os negócios no Iraque e tem concentrado os gastos da reconstrução em fornecedores americanos e europeus, principalmente entre os aliados da coalizão americana na guerra. A estratégia de utilizar países como o Líbano para ampliar a venda de produtos brasileiros na região não se resume apenas ao Iraque. "O potencial para esse tipo de negócio (o da venda de armas não-letais) é enorme na região e o Brasil precisa aproveitá-lo", disse o secretário do Itamaraty Norton de Andrade Mello Rapesta. Segundo Rapesta, a maior parte dos mercados árabes é pequena individualmente por isso o Brasil tem como objetivo criar uma plataforma de exportação em um ou dois países da região para vender para toda a comunidade. O projeto é de longo prazo mas, na opinião do governo, casos como o da Condor mostra que é possível obter resultados também no curto prazo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LOTERIA
Bolão de Dourados leva mais de R$ 1 mi na Quina de São João
NOVA ANDRADINA
Irmãos são presos com R$ 2,7 mil em notas falsas compradas via web
SUL DE MS
Polícia recupera veículo após tentativa de fuga de motorista
DOURADOS
Délia vai à delegacia registrar queixa por calúnia nas redes sociais
CRIME AMBIENTAL
Dono de mineradora de areia é multado por degradar área protegida
DOURADOS
TJ suspende sessão que julgaria Idenor Machado
COTAÇÃO
Dólar fecha em queda de olho em Previdência e à espera do G20
MATO GROSSO DO SUL
Governo encaminha à Assembleia dois projetos com alterações de leis estaduais
VIAGEM
Inverno na Serra Gaúcha: dicas do grupo Casa da Montanha #ad
TRÁFICO
Mais de doze toneladas de entorpecentes são incinerados em Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
Trans e namorado são presos suspeitos de extorquir cliente após programa
FRONTEIRA
Homem assassinado em estacionamento de shopping é ex-policial
DOURADOS
Jovem morre ao bater moto contra carreta parada no Água Boa
DOURADOS
Homem escapa de tiros na Vila Toscana; ex-namorada e o atual dela seriam os autores