Menu
Busca terça, 17 de setembro de 2019
(67) 9860-3221

Líbano quer intermediar venda de arma do Brasil ao Iraque

06 dezembro 2003 - 17h39

Um grupo de trading libanês entrou em contato com o governo brasileiro para tentar comprar armamento não-letal do país para vendê-lo ao Iraque. O interesse é em equipamentos como capacetes, coletes à prova de bala e balas de borracha. O provável vendedor é a empresa Condor do Rio de Janeiro. O negócio é provavelmente o primeiro passo concreto dado durante a visita do presidente Luís Inácio Lula da Silva no sentido de utilizar países da região para fazer uma ponte de negócios com o Iraque. Essa, aliás, é a intenção declarada do governo brasileiro. Potencial O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Luiz Fernando Furlan, disse nesta sexta-feira no Líbano que o Brasil "também está querendo ajudar na reconstrução do Iraque buscando parcerias no mundo árabe". O governo acredita que essa estratégia possa ajudar as empresas brasileiras a superar as atuais dificuldades para participar do potencial mercado iraquiano. Atualmente, o governo americano controla todos os negócios no Iraque e tem concentrado os gastos da reconstrução em fornecedores americanos e europeus, principalmente entre os aliados da coalizão americana na guerra. A estratégia de utilizar países como o Líbano para ampliar a venda de produtos brasileiros na região não se resume apenas ao Iraque. "O potencial para esse tipo de negócio (o da venda de armas não-letais) é enorme na região e o Brasil precisa aproveitá-lo", disse o secretário do Itamaraty Norton de Andrade Mello Rapesta. Segundo Rapesta, a maior parte dos mercados árabes é pequena individualmente por isso o Brasil tem como objetivo criar uma plataforma de exportação em um ou dois países da região para vender para toda a comunidade. O projeto é de longo prazo mas, na opinião do governo, casos como o da Condor mostra que é possível obter resultados também no curto prazo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Qualis da Revista Interletras da Unigran agora é A4
ECONOMIA
Começa hoje sexta reunião do ano do Copom; Selic deve cair 0,5 ponto
PONTA PORÃ
Homem é baleado no abdômen após agredir mulher em bar
PREVENÇÃO
Suicídio e violência na população LGBTs+ é tema de seminário em Dourados
POLÍTICA
Prefeitos de MS farão nova ‘via sacra’ a Brasília em busca de apoio
CORUMBÁ
Corpo de idoso é encontrado em avançado estado de decomposição
TEMPO
Terça-feira de sol com aumento de nebulosidade em Dourados
SHOWBIZZ
Morando nos EUA Sue Lasmar compra casa para se defender de furacão
CAMPO GRANDE
Motociclista fica ferido ao ser atingido no pescoço por linha chilena
UEMS
Inscrições para Transferência Externa começam nesta segunda-feira

Mais Lidas

DOURADOS
Carro roleta Marcelino, bate em moto e deixa jovem ferida
EMPREENDENDO NO BAIRRO
Distante 8 km do Centro, moradores do Parque II só sentem falta de lotérica no comércio do bairro
FRONTEIRA
Empresário brasileiro atacado por pistoleiros não resiste a ferimentos e morre
IVINHEMA
Pescador encontra cadáver às margens de rio e informa a Polícia