Menu
Busca quarta, 19 de junho de 2019
(67) 9860-3221
TA VALENDO

Lei transfere para Justiça Militar julgamento de crimes contra civis

16 outubro 2017 - 15h05Por Agência Brasil

O presidente Michel Temer sancionou, com um veto, o projeto de lei aprovado pelo Congresso Nacional que transfere da Justiça comum para a militar o julgamento de crimes dolosos cometidos por militares das Forças Armadas contra civis durante operações militares específicas.

Pelo texto publicado na edição de hoje (16) do Diário Oficial da União, passam a ser julgados na Justiça Militar casos em que os militares tenham cometido crimes dolosos contra a vida durante operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), de operações de paz, no cumprimento de atribuições estabelecidas pelo presidente da República ou pelo ministro da Defesa, em ações que envolvam a segurança de instituição militar ou em missão de paz.

O presidente Michel Temer vetou o artigo que estabelecia que a lei teria vigência até 31 de dezembro de 2016. Inicialmente, o Projeto de Lei 44/16 foi apresentada à Câmara com esse prazo de validade para assegurar que os atos praticados por militares durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 seriam da competência da Justiça militar.

A justificativa do veto argumenta que a matéria não deve ter caráter transitório, mas sim permanente. “O emprego recorrente das Forças Armadas como último recurso estatal em ações de segurança pública justifica a existência de uma norma permanente a regular a questão”, registra o texto.

Ao ser aprovado no Congresso, o projeto gerou reações de apoio de militares e críticas de organizações da sociedade civil e do Ministério Público Federal. A Anistia Internacional divulgou nota afirmando que o projeto iguala a legislação às normas do regime militar e prejudica a realização de julgamentos imparciais.

O Superior Tribunal Militar declarou que para exercer as atribuições com maior segurança, os militares devem ter a garantia de que serão julgados por juízes isentos, especialistas, que entendem e conhecem as nuances deste tipo de operação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
De topless, Dani Calabresa curte passeio em praia: "sereiando"
JUSTIÇA
Acusada de matar cunhado por motivo torpe é condenada a 16 anos
ECONOMIA
Interessados em receber precatórios têm até dia 28 para fazer acordo
UNIGRAN
Show à parte, banheiro do quarto infantil impressiona pela riqueza de detalhes
MUDANÇA
Presidente dos Correios decide sair após Bolsonaro dizer que iria demiti-lo
CAMPO GRANDE
Casal briga dentro de carro e confusão termina em acidente
FUTEBOL
CBF define datas e horários dos jogos das quartas da Copa do Brasil
TERRA SEM LEI
Comerciante executado na fronteira teria arrendado terra do narcotráfico
PRAZO
Última semana de inscrição do Concurso de Estagiário MPE/MS
DOURADOS
Adolescente é atropelado, sofre traumatismo e corre risco de morte

Mais Lidas

DOURADOS
Perseguição na Coronel Ponciano termina com homem preso e apreensão de mais de 700kg de maconha
PARAGUAI
Homem escapa de sequestro, mas acaba executado por pistoleiros em posto
FATALIDADE
Corpo de douradense é encontrado no rio Aquidauana
RESERVA INDÍGENA
Dois são presos suspeitos pelas mortes de tio e sobrinho em Dourados