Menu
Busca segunda, 03 de agosto de 2020
(67) 99659-5905
LIBERDADE

Justiça Federal manda soltar ativista italiano Cesare Battisti

07 outubro 2017 - 07h01Por Agência Brasil

A Justiça Federal mandou soltar o ativista italiano Cesare Battisti, preso nesta semana em Corumbá, Mato Grosso do Sul, após ter sido indiciado pela Polícia Federal (PF) pelos crimes de evasão de divisas e lavagem de dinheiro. Ele foi detido quando tentava atravessar a fronteira com a Bolívia. A decisão foi proferida pelo desembargador José Lunardelli, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, sediado em São Paulo. O despacho ainda não foi divulgado.

Mais cedo, a defesa de Battisti pediu ao Supremo que impedisse eventual decisão do governo brasileiro de extraditá-lo para Itália. O pedido de extradição ainda não foi confirmado oficialmente pelo governo brasileiro, mas autoridades italianas já afirmaram que mantêm conversas com o Brasil para garantir a devolução de Battisti, que obteve visto de permanência após decisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que o manteve no país.

A prisão de Cesare Battisti ocorreu no momento em que a Itália busca sua extradição junto ao governo brasileiro. Na quarta-feira (4), após o anúncio da prisão, o ministro das Relações Exteriores da Itália, Angelino Alfano, disse, por meio de uma rede social, que está trabalhando com as autoridades brasileiras para garantir a extradição. Os contatos não são confirmados oficialmente pelo Brasil.

Battisti foi condenado na Itália à prisão perpétua por homicídio quando integrava o grupo Proletariados Armados pelo Comunismo. Ele chegou ao Brasil em 2004, onde foi preso três anos depois. O governo italiano pediu a extradição de Battisti, aceita pelo Supremo. Contudo, no último dia de seu mandato, em dezembro 2010, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu que Battisti deveria ficar no Brasil e o ato foi confirmado pelo STF.

A Corte entendeu que a última palavra no caso deveria ser do presidente, porque se tratava de um tema de soberania nacional. Battisti foi solto da Penitenciária da Papuda, em Brasília, em 9 de junho 2011, onde estava desde 2007. Em agosto daquele ano, o italiano obteve o visto de permanência do Conselho Nacional de Imigração.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BR-163
Jovem é preso após ser flagrado carregando droga em ônibus
IMPOSTO
Detran: agosto é mês de licenciar veículos com placas final 7 e 8
DOURADOS
Polícia é acionada para atender ocorrência de violência doméstica e encontra drogas
EMERGENCIAL
Caixa libera novos saques do FGTS a partir desta segunda-feira
DOURADOS
Primeira semana de agosto deve ter dias com amplitude térmica de 20 graus
TRÁFICO
Preso em avião com cocaína já foi vice-prefeito e presidente de Câmara
SÃO JOSÉ DOS PINHAIS
Engavetamento com 22 veículos deixa 8 mortos e mais de 20 feridos no Paraná
PAGAMENTO
Governo deposita salários do funcionalismo estadual nesta segunda-feira
REGIÃO
Polícia apreende 300 quilos de drogas entre sucata transportada em carreta
DETRAN/MS
Exames teóricos e práticos de direção veicular retornam com limitações

Mais Lidas

ACIDENTE
Motociclista perde controle da moto e invade estabelecimento na Marcelino Pires
ACIDENTE
Jovem é atropelado em Dourados e motorista foge do local sem prestar socorro
TRÁFICO DE DROGAS
Força Aérea persegue pilotos que sobrevoavam MS com mais de 1 t de cocaína
DOURADOS
Quatro pessoas são presas acusadas de fazerem parte de facção criminosa