Menu
Busca quinta, 23 de maio de 2019
(67) 9860-3221

Justiça decreta prisão preventiva de primeira-dama de Campinas

10 junho 2011 - 10h57

Duas pessoas foram presas na manhã desta sexta-feira (10) em uma operação conjunta do Ministério Público e da Polícia Civil por envolvimento em um esquema de fraudes licitatórias relativas à Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento (Sanasa) em Campinas, no interior de São Paulo.

As prisões ocorreram depois da Justiça ter decretado a prisão preventiva da primeira-dama da cidade, Rosely Nassim, do vice-prefeito, Demétrio Vilagra, e de outras cinco pessoas. Nesta sexta, foram detidos o ex-diretor da Sanasa Marcelo de Figueiredo e o ex-secretário de segurança Carlos Henrique Pinto.

De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Campinas, todas as pessoas que tiveram a prisão decretada já não pertencem mais ao quadro de funcionários municipais. Todo o pronunciamento deve ser feito pelos advogados de defesa dos acusados. O prefeito de Campinas, Hélio de Oliveira Santos, virá a São Paulo para conversar com o advogado de sua esposa.

Em 20 de maio, a Polícia Civil realizou uma megaoperação em Campinas, Jundiaí, São Paulo, Jaguariúna e Vinhedo e prendeu pelo menos 11 pessoas. A primeira-dama de Campinas não foi presa na época porque tinha um habeas corpus preventivo que a protegia. Nesta primeira operação, 28 promotores do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e de Promotorias de Justiça Criminais e mais de 80 policiais das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) e da Corregedoria da Polícia Civil foram mobilizados, segundo o MP.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Bolsonaro volta a defender mudanças na CNH e fim dos radares
CAMPO GRANDE
Jovem grávida é agredida, desmaia e acorda sendo estuprada
UNIGRAN
Jornada de Psicologia vai abordar trajetos e conquistas em 20 anos de história
MEIO AMBIENTE
Conciliação: danos ao Rio da Prata serão reparados por responsáveis
TRÊS LAGOAS
PMA realiza Educação Ambiental a 50 alunos de escola pública
JUDICIÁRIO
Maioria no STF vota para enquadrar homofobia como crime de racismo
DOURADOS
Servidora da UEMS lança livro sobre Letramento Digital nesta sexta
RIBAS DO RIO PARDO
Homem é preso e confessa que estuprava a sobrinha de 9 anos
SELEÇÃO
Marinha abre concurso para 90 vagas para o Corpo Auxiliar de Praças
JUSTIÇA
Integrante do PCC é condenado a 15 anos por esquartejar rival

Mais Lidas

POLÍCIA
Após pescaria, marido encontra desconhecido na frente de casa e ameaça mulher com arma em Dourados
DOURADOS
Preso em operação estava sob monitoramento por assalto
PEDRO JUAN
Três suspeitos de chacina na fronteira são presos pela polícia paraguaia
PEDRO JUAN
Seis morrem e uma criança fica ferida após ataque de pistoleiros na fronteira