Menu
Busca segunda, 10 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221

Justiça argentina aceita recurso e suspende aplicação da Lei de Meios

18 dezembro 2012 - 16h00

A Justiça da Argentina aceitou nesta terça-feira (18) o recurso do grupo Clarín contra o levantamento da medida cautelar decidido por um juiz de primeira instância, suspendendo assim a aplicação da Lei de Meios, que limita o número de concessões em poder de um só grupo de mídia.

O juiz Horacio Alfonso acatou o recurso pedido na véspera pelo Clarín contra a sentença que validou a constitucionalidade da chamada "cláusula de desinvestimento".

Assim, a decisão fica em mãos da Cámara de lo Civil y Comercial Federal, a mesma que, em 6 de dezembro, prorrogou a cautelar.

Fica paralisada a "transferência de ofício" das licenças do Clarín, processo iniciado na véspera pelo governo, com a notificação do grupo, em um processo que, segundo Martín Sabbatella, presidente da agência reguladora, deveria ser concluído em 100 dias.

O governo estuda se vai apresentar um novo recurso para tentar fazer com que a lei passe diretamente para a apreciação da Suprema Corte e o principal tribunal do país ponha um ponto final à polêmica iniciada há três anos, quando a lei foi aprovada por grande maioria no Congresso.

A Lei de Meios estipula regras e limites para os grupos de mídia do país e é considerada "democratizadora" pelo governo da presidente Cristina Kirchner.

O grupo Clarín vê a legislação como uma ameaça à independência da imprensa que não depende do governo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TV
Travando batalha contra o câncer, Ana Furtado não comparece no É de Casa e entrega: “É uma despedida”
CARACOL
Pecuarista vai ter que pagar R$ 13,8 mil por desmatamento ilegal de 46 hectares de vegetação
CAMPO GRANDE
Motorista é preso por embriaguez e passageiro por quebrar janela de prédio público
POLÍTICA
Comissão se reúne na segunda para discutir e votar parecer sobre unificação das polícias
BANDEIRANTES
Veículo desgovernado invade canteiro de obras e mata trabalhador na BR-163
CONGRESSO
CPI dos Maus-tratos encerra trabalhos com propostas polêmicas
RORAIMA
Intervenção deverá valer a partir de amanhã até 31 de dezembro
Interventor prepara plano de ação a ser apresentado a Temer
CORUMBÁ
Mulher descobre traição e acaba agredida a pauladas pelo marido
SAÚDE
"Revolução sexual” contra impotência faz 20 anos em 2018
Médicos celebram disponibilidade de remédios para tratar disfunção
CAPITAL
Homem tem o carro incendiado após enteado pegar veículo sem autorização

Mais Lidas

VIOLÊNCIA
Idosa é espancada, esfaqueada e vai parar na UTI após assalto em Dourados
DOURADOS
Dupla é presa por tráfico de drogas na Vila Mariana
DOURADOS
Por força judicial, terceira sessão para definir Mesa Diretora da Câmara é cancelada
INVESTIGAÇÃO
Brasileira desaparecida na Austrália é encontrada morta em praia