Menu
Busca quinta, 27 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221
EDUCAÇÃO

Inscrições de Enem para presos seguem até 20 de outubro

10 outubro 2017 - 16h20Por Da Redação

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) abriu, ontem (9), o prazo para que as unidades prisionais inscrevam as pessoas privadas de liberdade e os jovens que cumprem medida socioeducativa no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

As inscrições vão até 20 de outubro e podem ser feitas pela internet. Os responsáveis pedagógicos devem acompanhar o preenchimento dos formulários e indicar a sala de provas dos candidatos. As provas serão realizadas nos dias 12 e 13 de dezembro.

Quem tiver mais de 18 anos pode usar o resultado para ingressar no ensino superior. Já os participantes menores de 18 anos, que fazem as provas para conhecer o processo, só podem usar os resultados individuais no exame para autoavaliação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Contas públicas têm superávit recorde de R$ 44,12 bi em janeiro
MATO GROSSO DO SUL
Traficantes tinham modalidade de "disque-drogas" em cidade do interior
ESTADO
Ciclista que perdeu perna ao ser atropelado será indenizado em R$ 41 mil
BENEFÍCIOS
Carteira Estudantil de Mato Grosso do Sul pode ser criada
CLIMA
Inmet alerta para possibilidade de chuva intensa em 15 municípios de MS
ATENTADO
Marido tem 90% do corpo queimado após esposa atear fogo nele
DOURADOS
Sete caminhões de entulho são retirados de distrito em mutirão contra o Aedes
ASSEMBLEIA
Proposta permite incluir nome de cônjuge nas faturas de água, luz, gás e telefone
EX-PREFEITO
Assembleia declara luto oficial de três dias em razão da morte de Dirceu Lanzarini
PROCON
Sul-mato-grossenses já bloquearam mais de 35 mil números usados por telemarketing

Mais Lidas

MULTIDÃO
Carnaval na praça central de Dourados termina em ‘confusão e sujeira’
DOURADOS
Mulher tenta sair de mercado com quase R$ 700 em compras sem pagar
INVESTIGAÇÃO
Ex-prefeito de Amambai foi morto após discussão por desacordo trabalhista
PONTA PORÃ
Estado monitora caso suspeito de Coronavírus na fronteira