Menu
Busca segunda, 22 de julho de 2019
(67) 9860-3221
BRASIL

Impacto da violência contra crianças chega a US$ 7 trilhões ao ano, diz estudo

01 julho 2015 - 15h30

Agência Brasil

Os impactos econômicos globais e os custos resultantes das consequências da violência física, psicológica e sexual contra crianças pode chegar US$ 7 trilhões ao ano – valor mais alto que o investimento necessário para prevenir a maior parte desses atos. A conclusão é de um estudo divulgado hoje (1º) pela ChildFund Alliance durante seminário internacional em Brasília.

Os dados mostram que até 50% das agressões sexuais em todo o mundo são cometidas contra meninas menores de 16 anos, e a estimativa é de que 1,8 milhão de crianças estão sujeitas à exploração sexual e ao comércio de imagens de abuso infantil.

No caso da violência física e psicológica, os números indicam que mais de 275 milhões de crianças em todo o mundo estão expostas ao problema dentro de casa, embora as limitações de notificações signifiquem que milhões a mais possam ser afetadas.

Outra estimativa do estudo é de que 5,4% das crianças do mundo estejam envolvidas em algum tipo de trabalho considerado perigoso – um total de 85,3 milhões de crianças e jovens com idades entre 5 e 17 anos atuam em setores como mineração, construção civil e agricultura.

O documento destaca que os custos globais anuais das piores formas de trabalho infantil são de aproximadamente US$ 97 bilhões, e aqueles resultantes da associação de crianças com forças e grupos armados podem chegar a US$ 144 milhões todos os anos.

Para o representante da ChilFund Alliance, Felipe Cala, os resultados obtidos pela pesquisa mostram que a prevenção à violência contra crianças compensa, mas que os gastos atuais em ações preventivas e de resposta permanecem baixos. Ele alerta que esse tipo de violência pode comprometer a capacidade de aprender e se socializar, além de quadros permanentes de ansiedade e depressão.

“Poucos governos estabelecem fundos específicos para esse tipo de intervenção e muitos admitem falta de recurso”, disse. “É preciso lembrar que a violência é um obstáculo para o desenvolvimento econômico”, completou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADE
Funtrab tem 613 ofertas para esta semana em todo o MS
IMPOSTO
Licenciamento de placas com final 6 vence em julho
BRASIL
Decreto reestrutura conselho responsável por política sobre drogas
DOURADOS
Casal é preso por maus-tratos após ser flagrado bêbado com criança
DOURADOS
Temperatura deve cair durante a semana e frio volta no sábado e domingo
POLÍCIA
Dupla é presa com droga, arma e munições em Dourados
BR-163
Tráfego sobre o rio Dourados é alterado a partir de hoje para reforço na ponte
DOURADOS
Hospital da Vida atenderá só urgência e trauma em agosto
POLÍCIA
Idosa deixa moto com o filho e criminosos furtam veículo
FAMOSOS
Com costelas e dedo quebrados, Henrique Fogaça pega pneumonia

Mais Lidas

AMAMBAI
Morto a tiros em frente a conveniência era 'braço direito' de Jarvis Pavão
CAPITAL
Acidente entre dois carros e carreta mata motorista na BR-163
RIBAS DO RIO PARDO
Avô e neta morrem após caminhonete bater de frente em carreta
MUNDO NOVO
Homem morre no Hospital da Vida após cair de telhado