Menu
Busca domingo, 23 de setembro de 2018
(67) 9860-3221

Homem tem ereção de 34 horas e processa médico

02 junho 2011 - 14h45

O belga Yves Lecompte, de 40 anos, entrou com um processo na Justiça de Courtrai, na Bélgica, contra seu ex-médico depois que teve uma ereção de 34 horas que o deixou impotente.

Lecompte teve uma ereção prolongada, conhecida como priapismo – condição na qual o pênis fica ereto continuamente, sem estimulação, devido ao efeito colateral da medicação utilizada.

O homem afirmou que o médico não deu importância quando ele contou que vinha tendo ereções prolongadas por causa dos remédios.

Em 10 de janeiro de 2007, após dez horas de ereção, ele procurou novamente o médico. Mas, em vez de encaminhá-lo para emergência, Lecompte disse que o médico lhe deu um sedativo e o mandou para casa, destacando que ele deveria relaxar.

No dia seguinte, após 34 horas de ereção, ele foi levado para o hospital, mas já era tarde demais. Devido à ereção prolongada, Lecompte disse que ficou impotente.

Fonte: Sud Presse / G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Mariana Rios amostra corpo sequinho de biquíni em dia de piscina
UFGD
Com mais de 1.200 trabalhos inscritos, Enepex começa terça-feira
FRONTEIRA
Polícia apreende mais de R$ 300 mil em eletrônicos em para-choque
ELEIÇÕES 2018
Campanha de Delcídio divulga Nota sobre impugnação de candidatura
CAMPO GRANDE
Mulher é presa com carregador e 20 chips nas partes intimas em presídio
TEMPO
Primavera começa hoje com possibilidade de novo episódio do El Niño
MEIO AMBIENTE
Mineradora é autuada e fechada por extração ilegal de areia
ELEIÇÕES 2018
A partir de hoje, candidatos só podem ser presos em flagrante
CORUMBÁ
Cavalos em rodovia causam acidente e deixam duas pessoa mortas
EMPREGO
20 empresa estão com inscrições abertas para trainee; veja lista

Mais Lidas

DOURADOS
Jovem foi espancada até a morte no Pelicano
DOURADOS
Jovem é encontrada morta no Jardim Pelicano
OPERAÇÃO NEPSIS
Ação conjunta prende cinco Policiais Rodoviários Federais em MS
OPERAÇÃO NEPSIS
Ação cumpre mandados de prisão contra suspeitos de contrabando