Menu
Busca terça, 18 de setembro de 2018
(67) 9860-3221

Homem de 61 anos é preso com menor de 13 em motel

02 junho 2011 - 07h52

Policiais da 73ª DP (Neves) prenderam em flagrante, na tarde desta quarta-feira, o representante comercial Omero Mendes da Silva, de 61 anos, por estupro de vulnerável de uma estudante de 13 anos. Ele foi detido em um motel localizado na Avenida Presidente Roosevelt, às margens da Rodovia Niterói-Manilha, no trecho de São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio de Janeiro. A polícia suspeita que o homem tenha mantido relações sexuais com outras adolescentes.

De acordo com o delegado titular da 73ª DP, Luiz Antonio Ferreira, as investigações começaram após a mãe da menina procurar a ajuda da polícia. Ela vinha desconfiando da mudança de comportamento e do dinheiro de origem duvidosa que a filha vinha conseguindo. Levada até a delegacia, a estudante revelou que recebia o dinheiro de um namorado que tinha carro e havia conhecido a cerca de dois meses quando saía de uma lan house. A adolescente contou que inicialmente foi ameaçada por Omero, mas depois chegou a receber até R$ 50 para manter relaçoes sexuais com ele.

De acordo com a descrição da menor, dos horários e do local onde o representante comercial costumava levá-la, a polícia conseguiu identificar Omero. Após voltar de uma viagem de trabalho a São Paulo ele ligou para a adolescente na terça-feira marcando um novo encontro para esta quarta-feira. Os agentes da delegacia montaram uma operação e monitoraram os passos dos dois até o motel, onde o homem foi preso.

Omega confessou que havia mantido relação sexual com a menina apenas uma vez. No entanto, segundo Luiz Antonio Ferreira, exame de corpo de delito feito durante as investigações comprovou que a jovem não é mais virgem e que tinha mantido relação sexual recentemente. Ele disse ainda que os encontros no motel ocorreram pelo menos 15 vezes.

No carro de Omero a polícia apreendeu três telefones celulares, um notebook e um ipad, além de preservativos. O delegado vai solicitar a justiça a queda do sigilo dos aparelhos. O objetivo é verificar se há fotos e indícios de envolvimento dele com outras menores, além de traçar um perfil do acusado. Omega é pai de uma menina de 10 anos, de seu segundo casamento, e de outros dois filhos adultos do primeiro.

O representante comercial foi autuado por estupro de vulnerável. A pena varia entre oito e 15 anos de prisão. Ela pode ser agravada entre 10 e 20 anos caso a menor tenha contraído algum tipo de doença venérea ou esteja grávida.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Consumidor que fez “gato” em energia é condenado a pagar dívida
FRONTEIRA
Polícia prende dupla responsável por roubom de cerca de 15 motos
UFGD
Evento sobre prevenção ao suicídio acontece até segunda-feira
JUSTIÇA
PGR recorre contra decisão de Gilmar Mendes que soltou Beto Richa
CONCURSO
UEMS recebe inscrições para dois novos Processos Seletivos
ESPORTES
Hortência é eleita a melhor da história dos Mundiais de Basquete
PESQUISA IBOPE
Bolsonaro, 28%; Haddad, 19%; Ciro, 11%; Alckmin, 7%; Marina, 6%
PECULATO
Segunda Turma do STF absolve Renan Calheiros no caso Mônica Veloso
JARDIM
Revoltado com abordagem, motorista invoca Bolsonaro, xinga PM e é preso
TELEVISÃO
A nova temporada do reality show "A Fazenda" começa nesta terça-feira

Mais Lidas

DOURADOS
Homem encontrado na Marcelino morreu de causas naturais
FLAGRANTE
Mãe é presa na frente da filha traficando cocaína
DOURADOS
Corpo é encontrado na Marcelino Pires
MS-164
Trio é flagrado com mais de 1t de maconha no Copo Sujo