Menu
Busca terça, 26 de março de 2019
(67) 9860-3221

Homem de 61 anos é preso com menor de 13 em motel

02 junho 2011 - 07h52

Policiais da 73ª DP (Neves) prenderam em flagrante, na tarde desta quarta-feira, o representante comercial Omero Mendes da Silva, de 61 anos, por estupro de vulnerável de uma estudante de 13 anos. Ele foi detido em um motel localizado na Avenida Presidente Roosevelt, às margens da Rodovia Niterói-Manilha, no trecho de São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio de Janeiro. A polícia suspeita que o homem tenha mantido relações sexuais com outras adolescentes.

De acordo com o delegado titular da 73ª DP, Luiz Antonio Ferreira, as investigações começaram após a mãe da menina procurar a ajuda da polícia. Ela vinha desconfiando da mudança de comportamento e do dinheiro de origem duvidosa que a filha vinha conseguindo. Levada até a delegacia, a estudante revelou que recebia o dinheiro de um namorado que tinha carro e havia conhecido a cerca de dois meses quando saía de uma lan house. A adolescente contou que inicialmente foi ameaçada por Omero, mas depois chegou a receber até R$ 50 para manter relaçoes sexuais com ele.

De acordo com a descrição da menor, dos horários e do local onde o representante comercial costumava levá-la, a polícia conseguiu identificar Omero. Após voltar de uma viagem de trabalho a São Paulo ele ligou para a adolescente na terça-feira marcando um novo encontro para esta quarta-feira. Os agentes da delegacia montaram uma operação e monitoraram os passos dos dois até o motel, onde o homem foi preso.

Omega confessou que havia mantido relação sexual com a menina apenas uma vez. No entanto, segundo Luiz Antonio Ferreira, exame de corpo de delito feito durante as investigações comprovou que a jovem não é mais virgem e que tinha mantido relação sexual recentemente. Ele disse ainda que os encontros no motel ocorreram pelo menos 15 vezes.

No carro de Omero a polícia apreendeu três telefones celulares, um notebook e um ipad, além de preservativos. O delegado vai solicitar a justiça a queda do sigilo dos aparelhos. O objetivo é verificar se há fotos e indícios de envolvimento dele com outras menores, além de traçar um perfil do acusado. Omega é pai de uma menina de 10 anos, de seu segundo casamento, e de outros dois filhos adultos do primeiro.

O representante comercial foi autuado por estupro de vulnerável. A pena varia entre oito e 15 anos de prisão. Ela pode ser agravada entre 10 e 20 anos caso a menor tenha contraído algum tipo de doença venérea ou esteja grávida.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COTAÇÃO
Dólar fecha em alta de olho na reforma da Previdência
BRASIL
Governo federal elabora plano de recuperação fiscal, sinaliza Guedes
CAMPO GRANDE
Homem morre horas após ser resgatado em Córrego
DOURADOS
Mais de 300 jovens recebem certificado de dispensa do Exército
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Dupla é presa em Dourados após passar 10h em motel com menores e bebê de 7 meses
CONSUMIDOR
Peixe, chocolate e outros iténs de Páscoa têm grande variação de valores em Dourados
BELA VISTA E MURTINHO
Defesa Civil envia equipes para prestar apoio a famílias atingidas pela cheia do rio Apa
BRASIL
Governo fará combate ao crime junto com estados e municípios
ITAPORÃ
Idoso é baleado em propriedade rural
POLÍCIA
Ossada humana é encontrada em fazenda na MS-480

Mais Lidas

POLÍCIA
Corpo em avançado estado de decomposição é encontrado em Dourados
DOURADOS
Após brigar com a mulher, motorista bêbado invade e destrói oficina na Monte Alegre
DOURADOS
Corpo encontrado no Flor de Maio estava há cerca de 30 dias no local
PARABELLUM
Operação cumpre mandados de busca e apreensão em Dourados