Menu
Busca quarta, 24 de abril de 2019
(67) 9860-3221

Há 30 anos morria Amacio Mazzaropi em São Paulo

13 junho 2011 - 14h52

Há exatos 30 anos, morria aos 69 anos no Hospital Albert Einstein em São Paulo, o ator e cineasta brasileiro, Amácio Mazzaropi, tendo como causa mortis, a septicemia.

Mazzaropi nas décadas de 50, 60 e parte de 70 se transformou em um fenômeno no cinema brasileiro, onde milhares e milhares de crianças e adolescentes formavam filas nas entradas de cinemas para assistir os filmes na qual era o principal protagonista.

Ainda de acordo com informações, a última aparição de Amacio Mazzaropi na televisão, foi no programa da até então grande amiga dele, Hebe Camargo, na TV Bandeirantes, no ano de 1.980.

Embora nos dias de hoje esquecido pela grande mídia, o reconhecimento popular nunca faltou a Amácio Mazzaropi, que inclusive virou tema de samba-enredo em São Paulo, denominado de “Mazzaropi, sua Arte, sua Glória”.

Após a sua morte, o corpo de Amacio Mazzaropi foi sepultado em 14 de junho de 1981, perante um público de mais de cinco mil pessoas que compareceram ao enterro em Pindamonhangaba, São Paulo.

Amácio Mazzaropi foi sepultado ao lado de seu pai, Bernardo Mazzaropi.

O comediante, que sempre dizia que "o artista tem que ser um bom comerciante", foi sepultado enquanto a multidão cantava a música-tema de um de seus filmes mais queridos, “Tristezas do Jeca”.

Leia abaixo um pouco da história deste ícone do cinema Nacional, contado pelos historiadores do Museu Mazzaropi.

A FAMÍLIA

1890: João José Ferreira e Maria Pitta Ferreira nascidos em Ponta do Sol, Portugal, chegam à Taubaté e vão morar numa chácara de onde tiram seu sustento cultivando hortaliças. Ali nascem Clara (12 de agosto de 1892) e seus seis irmãos.

Nos 1900, os Mazzaropi chegam ao Brasil: Amázzio e Ana e seus filhos Domingos e Bernardo.

Nascidos em Nápoles, Itália, começam a trabalhar na agricultura em Dourados-SP e depois no Paraná.

1910: Clara Ferreira e Bernardo Mazzaropi já casados, moram em São Paulo, no bairro de Santa Cecília. Ela, empregada doméstica, e ele, motorista de automóvel de aluguel.

1912: na pequena casa, nasce Amácio Mazzaropi, no dia 9 de abril.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Mulher é roubada ao esperar ônibus próximo ao HU
DOURADOS
Falta de material atrasa manutenção pública e esquina "interditada" leva perigo a usuários
DOURADOS
Jovem cai em golpe pela internet e perde mais de R$ 4 mil em assalto
SHOWBIZZ
Luísa Sonza nega pausa na carreira para cuidar do marido
BILATERAL
Kim Jong-un chega à Rússia para encontro com Vladimir Putin
ELEIÇÃO
Secretário de Saúde de MS toma posse como vice-presidente do Conass
LOTERIA
Mega-Sena acumulada pode pagar prêmio de R$ 90 milhões nesta quarta
SONORA
Mãe e filha ficam em estado grave ao serem atingidas por motociclista bêbado
UNIGRAN
11ª Jornada de Comunicação inicia nesta quarta-feira em Dourados
APOSENTADORIA
Após quase 9 horas, CCJ aprova parecer a favor da reforma da Previdência

Mais Lidas

DOURADOS
Preso é baleado ao estourar cadeado de cela para buscar ‘encomenda’ no pátio da PED
DOURADOS
Preso baleado na perna tentava pegar malote com 13 celulares
IMPASSES
UFGD "desafia" MEC e Ministério pede realização de nova eleição para Reitoria
DOURADOS
Homem morre no HV após ser espancado e polícia suspeita de latrocínio