Menu
Busca quarta, 20 de março de 2019
(67) 9860-3221

GP do Brasil de F-1 não corre mais risco de ser cancelado

03 dezembro 2003 - 10h07

O GP do Brasil de Fórmula 1 não corre mais perigo de deixar o calendário da categoria em 2004. Ontem, Tamas Rohonyi, promotor do evento, afirmou que a proibição imposta no mês passado foi derrubada pelo Tribunal de Justiça.Segundo Rohonyi, os preparativos para o evento seguem o calendário e todos os procedimentos estão sendo cumpridos. Os trabalhos seguem ordens do juiz Sergio Coimbra Schmidt, responsável pela anulação da primeira liminar concedida pelo juiz João de Vicenzo. Vicenzo alegava que a corrida esvaziaria os cofres públicos da cidade de São Paulo.Schmidt acredita que o cancelamento a esta altura trará mais prejuízos que benefícios. O GP, que acontecerá em outubro de 2004, será observado por autoridades locais.- Vamos ter o GP. Esperamos também que possamos discutir a renovação de nosso contrato com os promotores por mais quatro ou cinco anos. Queremos saber também o que este evento trará para São Paulo no futuro - disse Nadia Campeão, secretária de esportes de São Paulo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Dólar fecha em queda com foco no Fed e aposentadoria dos militares
CRIME AMBIENTAL
Desmatamento gera multa de R$ 41 mil a produtor rural
IBOPE
Aprovação do governo Bolsonaro cai 15 pontos e chega a 34%
TEMPO
Caarapó é castigada com mais de 70 mm de chuva
TJMS
Juiz da infância de Dourados é promovido a desembargador do TJ
TRAGÉDIA
Brumadinho: total de mortes confirmadas sobe para 209
FUTEBOL DE MS
Primeira fase do Estadual termina sem troca de técnicos
DOURADOS
Defesa Civil mantém alerta com “chuvarada” que deve continuar na região
RESSOCIALIZAÇÃO
Artesã ensina detentas a confeccionar bonecas de pano
BRASIL
Aneel diz que pagamento de empréstimos reduzirá tarifa de energia

Mais Lidas

PREJUÍZO
Chuva forte derruba árvores e deixa ruas alagadas em Dourados
DOURADOS
Pai e madrasta de criança morta por agressão vão a júri popular
FRONTEIRA
Homem é executado enquanto tomava tereré na frente de açougue
IMPETUS
“Central de inteligência” do PCC que planejava matar servidores de MS é desarticulada na PED