Menu
Busca quinta, 24 de maio de 2018
(67) 9860-3221
IMOBILIÁRIA CONTINENTAL (BANNER 1 TOPO)

Governo do Brasil vai emitir títulos em euros

20 janeiro 2005 - 13h24

O Ministério da Fazenda divulgou nota esta manhã em que comunica a emissão de títulos. Segundo o documento, a Secretaria do Tesouro Nacional concedeu mandato para os bancos BNP Paribas e Deutsche Bank liderarem uma emissão de bônus da República, com preço avaliado em euros. O ministério ainda não divulgou mais detalhes sobre a emissão, como o valor total da captação e o prêmio oferecido nos títulos. Investidores no exterior falam em prazo de 10 anos para os papéis e volume total da captação em 1 bilhão de euros. A notícia vem confirmar expectativas que o mercado financeiro nutria desde o início do ano e que, portanto, já estavam no preço dos ativos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
PM de Dourados recebe homenagem da OAB durante 1ª Conferencia da Mulher Advogada
Evento aconteceu em Campo Grande
LIBERTADORES
Com novo técnico, Corinthians busca liderança contra Millonarios
CIDADES
Corumbá e Coxim recebem atendimento com o ‘Cassems Itinerante’ no fim de semana
EDUCAÇÃO
IFMS abre 195 vagas em cursos técnicos de nível médio
Vagas são para Aquidauana, Coxim, Dourados, Jardim e Três Lagoas. Inscrições são gratuitas e começam no próximo dia 30
ARTIGO
A greve dos caminhoneiros e a prática abusiva por parte dos empresários do ramos de combustível
DOURADOS
MP quer Agepen adotando medidas para garantir monitoramento na PED
ELEIÇÕES 2018
TSE define quanto cada partido receberá de fundo eleitoral
GASOLINA A R$ 5
Contra abuso nos preços, força-tarefa autua postos em Dourados
DOURADOS
Pedro Pepa pede apoio a deputado estadual para pavimentação de via
ESTOQUE BAIXO
Com estoques zerados, Hemosul convoca para doações de sangue

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Douradense morre em acidente na MS-270
RODOVIAS BLOQUEADAS
Greve dos caminhoneiros pode paralisar indústria em Dourados
MANIFESTAÇÃO
Caminhoneiros bloqueiam três trechos da BR-163 em Dourados
OPERAÇÃO OIKETIKUS
Gaeco volta às ruas contra "máfia do cigarro"