Menu
Busca domingo, 19 de maio de 2019
(67) 9860-3221
BRASIL

Governador eleito de Roraima vai comandar intervenção no estado

08 dezembro 2018 - 08h00Por Agência Brasil

O governador eleito de Roraima, Antônio Denarium (PSL), foi escolhido pelo presidente Michel Temer para comandar o processo de intervenção anunciado na noite de ontem (7/12) após o agravamento da crise financeira e de segurança pública no estado.

Como a intervenção tem prazo até o dia 31 de dezembro e é integral, ou seja, alcança todas as áreas do estado, a atual governadora Suely Campos, na prática, está afastada definitivamente do cargo.

Antonio Denarium foi eleito no segundo turno das eleições de Roraima com 53,34% dos votos. O empresário venceu o segundo turno das eleições contra o ex-governador José Anchieta, do PSDB, morto ontem, que alcançou 46,66% no segundo turno. Denarium, que surpreendeu no primeiro turno ao virar a expectativa das pesquisas que apontavam seu opositor na liderança, chegou a defender o fechamento da fronteira com a Venezuela.

A decisão do presidente foi anunciada em reunião com ministros no Palácio da Alvorada. O presidente disse ainda que convocará hoje (8) o Conselho da República e o Conselho de Defesa Nacional. O decreto de intervenção, segundo o presidente, deverá vir em seguida. Com isso, o Brasil terá dois estados sob intervenção federal. O outro é o Rio de Janeiro, cuja intervenção ocorre somente na área de segurança pública.

A crise de Roraima foi agravada nas últimas horas porque agentes penitenciários do estado deixaram de trabalhar e policiais civis deflagraram paralisação de 72 horas em razão de meses de salários atrasados. Os policiais militares, que não podem fazer greve, receberam o apoio de suas esposas, que bloquearam as entrada e saída de batalhões como forma de protesto.

Temer conversou com a governadora de Roraima, Suely Campos, e explicou que a intervenção federal foi a única saída para o problema.

“Eu, há pouco, falei com a senhora governadora e disse que a única hipótese para solucionar essa questão, especialmente aquela de natureza salarial, seria decretar a intervenção até a posse do novo governador. Ela acha que de fato a situação está se complicando e que a melhor solução seria essa. Com isso queremos pacificar as questões de Roraima”, disse o presidente em breve pronunciamento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Carreta com pneus contrabandeados é apreendida em Maracaju
EX-PRESIDENTE
Lula está apaixonado e quer se casar ao sair da prisão, diz ex-ministro
CAPITAL
Carro bate em motociclista, motorista foge, mas deixa placa cair
DOF
Comboio com mercadorias do Paraguai é interceptado em Maracaju
PALMEIRAS
Goleada amplia recorde do Palmeiras no Brasileirão; elenco credita sucesso a Felipão
DIREITOS HUMANOS
Menores vítimas de violência sexual costumam mostrar sinais
Pais e professores devem estar atentos a mudanças de comportamento
RODOVIÁRIA
Mulher é presa em Dourados com maconha que seria entregue no RS
VILA NASSER
Jovem é encontrado morto com sinais de espancamento em Campo Grande
SÉRIE D
Operário vence e respira, Corumbaense perde em casa e ressuscita Iporá
TV
Sandy e Júnior foram concebidos no mesmo dia da semana, diz mãe

Mais Lidas

DOURADOS
Internos do Semiaberto são flagrados com droga e bebida em ônibus que os levava para trabalhar
DOURADOS
Encontro de carros antigos começa hoje e vai até amanhã no Centro de Convenções
DOURADOS
Homem é baleado durante a madrugada na Vila Cachoeirinha
JUTI
Catador de recicláveis é assassinado a pauladas