Menu
Busca domingo, 17 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
BRASIL

Governador eleito de Roraima vai comandar intervenção no estado

08 dezembro 2018 - 08h00Por Agência Brasil

O governador eleito de Roraima, Antônio Denarium (PSL), foi escolhido pelo presidente Michel Temer para comandar o processo de intervenção anunciado na noite de ontem (7/12) após o agravamento da crise financeira e de segurança pública no estado.

Como a intervenção tem prazo até o dia 31 de dezembro e é integral, ou seja, alcança todas as áreas do estado, a atual governadora Suely Campos, na prática, está afastada definitivamente do cargo.

Antonio Denarium foi eleito no segundo turno das eleições de Roraima com 53,34% dos votos. O empresário venceu o segundo turno das eleições contra o ex-governador José Anchieta, do PSDB, morto ontem, que alcançou 46,66% no segundo turno. Denarium, que surpreendeu no primeiro turno ao virar a expectativa das pesquisas que apontavam seu opositor na liderança, chegou a defender o fechamento da fronteira com a Venezuela.

A decisão do presidente foi anunciada em reunião com ministros no Palácio da Alvorada. O presidente disse ainda que convocará hoje (8) o Conselho da República e o Conselho de Defesa Nacional. O decreto de intervenção, segundo o presidente, deverá vir em seguida. Com isso, o Brasil terá dois estados sob intervenção federal. O outro é o Rio de Janeiro, cuja intervenção ocorre somente na área de segurança pública.

A crise de Roraima foi agravada nas últimas horas porque agentes penitenciários do estado deixaram de trabalhar e policiais civis deflagraram paralisação de 72 horas em razão de meses de salários atrasados. Os policiais militares, que não podem fazer greve, receberam o apoio de suas esposas, que bloquearam as entrada e saída de batalhões como forma de protesto.

Temer conversou com a governadora de Roraima, Suely Campos, e explicou que a intervenção federal foi a única saída para o problema.

“Eu, há pouco, falei com a senhora governadora e disse que a única hipótese para solucionar essa questão, especialmente aquela de natureza salarial, seria decretar a intervenção até a posse do novo governador. Ela acha que de fato a situação está se complicando e que a melhor solução seria essa. Com isso queremos pacificar as questões de Roraima”, disse o presidente em breve pronunciamento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAUUUUU!!
Graciele Lacerda exibe corpão em foto e recebe enxurrada de elogios
PROVA ACONTECE AMANHÃ
Concurso da Educação terá reforço na segurança
BRASIL
eSocial já tem 24 milhões de trabalhadores cadastrados
490 EMPRESAS
Jucems registra em janeiro, melhor resultado em cinco anos
BRASIL
Após tragédia, futuro do Ninho do Urubu está indefinido
CAMPO GRANDE
Casa é queimada e morador acredita em fogo criminoso
PROVAS AMANHÃ
Agência orienta candidatos de concurso a não viajarem com transportadores clandestinos
CASO QUE CHOCOU
Homem que furtou corpo de cemitério disse ter ouvido vozes
BRASIL
Repasses de fevereiro a beneficiários do Bolsa Família vão até o dia 28
BELEZA NATURAL
Asfalto da MS-450 avança entre morros e potencializa o turismo na Estrada Ecológica

Mais Lidas

TRÂNSITO
Vídeo mostra acidente que matou duas pessoas em Dourados
TRÂNSITO QUE MATA
Dois morrem em colisão frontal em Dourados
DOURADOS
Jovem morre após troca de tiros com a polícia no Água Boa
JARDIM COLIBRI
Homem é executado na frente da mulher em Dourados