Menu
Busca quinta, 19 de abril de 2018
(67) 9860-3221

Globo adverte diretor que chamou público de "retardado"

27 novembro 2012 - 17h15

Segundo informações da coluna Outro Canal, do jornal Folha de S. Paulo, Mário Meirelles, diretor do TV Xuxa, foi advertido por chamar os telespectadores de "retardados", na tarde do último sábado (24). O comentário foi feito no Twitter de Meirelles.

"Atenção retardados que estão assistindo Pica-Pau, começou o TV Xuxa", escreveu na ocasião. Criticado por vários seguidores, ele soltou: "amigos, se eu soubesse que entre os meus seguidores existiam tantos retardados, não tinha tocado no assunto. Desculpem, dá unfollow e bye".

O detalhe era que quando Xuxa entrou no ar, o desenho já havia acabado. Além disso, o manual de conduta da Globo, lançado em 2009, proíbe seus profissionais de comentar na web sobre artistas e programas da casa e da concorrência. Procurada, a emissora disse que a opinião de Meirelles não reflete a crença da Globo na capacidade de escolha do telespectador.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ITAPORÃ
Ciclista é arremessado a 40 metros e morre após atropelamento na MS-156
FLAGRANTE
Preso com maconha na MS-270 apresentou identidade falsa
ARTIGO
Tecnofam: falando a língua do homem do campo, por Renato Câmara
ANASTÁCIO
10 ficam feridos após reboque de caminhonete se soltar e atingir van
LÍNGUA
UEMS oferece curso gratuito de Inglês em Dourados e Campo Grande
SOLENIDADE
Brigada Guaicurus de Dourados realiza Formatura do Dia do Exército
INFLUENZA
Gripe H3N2 faz segunda vítima do ano em MS
RIGOR
Entra em vigor lei que aumenta pena para motorista embriagado
PRAZO
Inscrições para seleção de estagiário do TRE/MS terminam hoje
APARECIDA DO TABOADO
Corpo de jovem de 21 anos é encontrado boiando em rio

Mais Lidas

ITAPORÃ
Mortos em troca de tiros após assalto eram de Dourados
SEGURANÇA PÚBLICA
Em comunicado, PCC convoca integrantes para “alerta geral”
DOURADOS
Após invadir Ceim, dupla ameaça vigia de morte e rouba equipamentos
TENSÃO EM MS
Presos tentam impedir pente-fino na PED, mas agentes fazem ‘limpa’