Menu
Busca quinta, 23 de maio de 2019
(67) 9860-3221

FMI revela que foi vítima de ataque virtual de 'grande escala'

12 junho 2011 - 09h18

O Fundo Monetário Internacional (FMI) revelou que a sua rede informática foi vítima de um ataque cibernético sofisticado, segundo informações publicadas neste domingo pelo jornal americano The New York Times.

O ataque teria acontecido há vários meses, mas só foi revelado agora. Autoridades no Fundo deram poucos detalhes sobre o ataque virtual, mas disseram que houve "uma violação de grande escala" dos seus sistemas, de acordo com o jornal.

Segundo os investigadores, hackers tentaram instalar um software para se infiltrar no sistema do FMI. O Fundo possui dados e análises econômicas sigilosas sobre diversos países.

O FMI disse que seus sistemas de informática estão funcionando, mas não forneceu mais detalhes sobre o ataque.

###Banco Mundial
"Eu posso confirmar que estamos investigando o incidente", disse o porta-voz da instituição, David Hawley. "Eu não posso dar mais detalhes sobre o alcance deste incidente de segurança cibernética."

O New York Times disse que os funcionários do FMI foram avisados sobre o ataque cibernético por e-mail na quarta-feira, mas que o Fundo não tornou público o incidente.

O e-mail alertava que 'transferências suspeitas de arquivos' haviam sido detectadas e que uma investigação determinara que um dos computadores do Fundo foi 'comprometido' e usado para acessar redes internas.

O porta-voz do Banco Mundial revelou que a instituição interrompeu seu acesso à rede do FMI temporariamente por "excesso de precaução".

"O grupo do Banco Mundial, como qualquer outra organização, está cada vez mais ciente dos riscos potenciais à segurança do nosso sistema de informação, e nós estamos constantemente trabalhando para melhorar nossas defesas", disse o porta-voz Rich Mills.

Recentemente outras grandes corporações também revelaram terem sido vítimas de ataques cibernéticos. Em abril, a rede do videogame Playstation, da Sony, foi invadida, e hackers obtiveram dados pessoais de 100 milhões de contas.

Em maio, a empresa americana de defesa Lockheed Martin também revelou ter sido alvo de um ataque.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CONTRABANDO
Após perseguição, Polícia apreende 7,5 mil pacotes de cigarros
POLÍTICA
Bolsonaro volta a defender mudanças na CNH e fim dos radares
CAMPO GRANDE
Jovem grávida é agredida, desmaia e acorda sendo estuprada
UNIGRAN
Jornada de Psicologia vai abordar trajetos e conquistas em 20 anos de história
MEIO AMBIENTE
Conciliação: danos ao Rio da Prata serão reparados por responsáveis
TRÊS LAGOAS
PMA realiza Educação Ambiental a 50 alunos de escola pública
JUDICIÁRIO
Maioria no STF vota para enquadrar homofobia como crime de racismo
DOURADOS
Servidora da UEMS lança livro sobre Letramento Digital nesta sexta
RIBAS DO RIO PARDO
Homem é preso e confessa que estuprava a sobrinha de 9 anos
SELEÇÃO
Marinha abre concurso para 90 vagas para o Corpo Auxiliar de Praças

Mais Lidas

POLÍCIA
Após pescaria, marido encontra desconhecido na frente de casa e ameaça mulher com arma em Dourados
DOURADOS
Preso em operação estava sob monitoramento por assalto
PEDRO JUAN
Três suspeitos de chacina na fronteira são presos pela polícia paraguaia
PEDRO JUAN
Seis morrem e uma criança fica ferida após ataque de pistoleiros na fronteira