Menu
Busca quarta, 17 de julho de 2019
(67) 9860-3221

FMI revela que foi vítima de ataque virtual de 'grande escala'

12 junho 2011 - 09h18

O Fundo Monetário Internacional (FMI) revelou que a sua rede informática foi vítima de um ataque cibernético sofisticado, segundo informações publicadas neste domingo pelo jornal americano The New York Times.

O ataque teria acontecido há vários meses, mas só foi revelado agora. Autoridades no Fundo deram poucos detalhes sobre o ataque virtual, mas disseram que houve "uma violação de grande escala" dos seus sistemas, de acordo com o jornal.

Segundo os investigadores, hackers tentaram instalar um software para se infiltrar no sistema do FMI. O Fundo possui dados e análises econômicas sigilosas sobre diversos países.

O FMI disse que seus sistemas de informática estão funcionando, mas não forneceu mais detalhes sobre o ataque.

###Banco Mundial
"Eu posso confirmar que estamos investigando o incidente", disse o porta-voz da instituição, David Hawley. "Eu não posso dar mais detalhes sobre o alcance deste incidente de segurança cibernética."

O New York Times disse que os funcionários do FMI foram avisados sobre o ataque cibernético por e-mail na quarta-feira, mas que o Fundo não tornou público o incidente.

O e-mail alertava que 'transferências suspeitas de arquivos' haviam sido detectadas e que uma investigação determinara que um dos computadores do Fundo foi 'comprometido' e usado para acessar redes internas.

O porta-voz do Banco Mundial revelou que a instituição interrompeu seu acesso à rede do FMI temporariamente por "excesso de precaução".

"O grupo do Banco Mundial, como qualquer outra organização, está cada vez mais ciente dos riscos potenciais à segurança do nosso sistema de informação, e nós estamos constantemente trabalhando para melhorar nossas defesas", disse o porta-voz Rich Mills.

Recentemente outras grandes corporações também revelaram terem sido vítimas de ataques cibernéticos. Em abril, a rede do videogame Playstation, da Sony, foi invadida, e hackers obtiveram dados pessoais de 100 milhões de contas.

Em maio, a empresa americana de defesa Lockheed Martin também revelou ter sido alvo de um ataque.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Agronegócio
Geada não afeta estimativa de produtividade e milho deve ter safra recorde em MS
A DONA DO PEDAÇO
Chiclete descobre bomba sobre Vivi
JULHO AMARELO
Saúde desenvolve campanha sobre IST e Hepatites Virais em Dourados
SIDROLÂNDIA
Guarda noturno atira contra homem e o fere na boca e costas
FRONTEIRA
Veículo furtado que seria trocado por droga no Paraguai é recuperado
JUSTIÇA
Corretor é condenado a repassar R$ 45 mil de comissão de corretagem
DOURADOS
Homem é preso tentando furtar envelope com R$ 3,8 mil de cliente de banco
Iluminação Pública
Mesmo com cobrança suspensa, prefeitura prevê R$ 18 milhões com Cosip em 2020
BRASIL
PIB recua 0,8% no trimestre encerrado em maio, diz FGV
DEBATE
Audiência no dia 22 trata de projeto que extingue cargos indígenas

Mais Lidas

DOURADOS
Coordenadora de Ceim é exonerada e pais fazem abaixo-assinado para tentar mantê-la
POLÍCIA
Investigação vê indícios de relação entre homicídios no Jardim Pantanal e Guanabara
DOURADOS
Assassinado em conveniência já cumpriu pena por tráfico e lavagem de dinheiro
DOURADOS
Upiran entrega carta de demissão a Délia e aguarda substituto para deixar Educação