Menu
Busca quinta, 26 de abril de 2018
(67) 9860-3221
SEVILHA ODONTOLOGIA
BRASIL

Fachin vota por afastamento de parlamentar sem aval do Congresso

11 outubro 2017 - 12h25Por Agência Brasil

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), votou hoje (11) a favor de que a Corte possa impor, nos casos em que julgar necessário, medidas cautelares alternativas à prisão contra parlamentares, entre elas o afastamento das funções públicas. Ele é o relator da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) sobre o tema que está sendo julgada em plenário.

Fachin, que também é o relator das ações da Operação Lava Jato, entendeu que “o artigo 53 da Constituição deve ser interpretado de forma restrita, sempre à luz de outros princípios republicanos fundamentais mais fortes, como a vedação de se conferir privilégios ou de se impor tratamento discriminatório a qualquer cidadão, bem como o dever de responsabilização de agentes públicos por seus atos”.

“A jurisprudência deste Supremo Tribunal Federal tem tradicional e repetidamente assentado que as hipóteses previstas na Constituição que impeçam a responsabilização de agentes políticos e membros de poder devem ser interpretadas em seus estritos limites, não se permitindo alargamentos via interpretação extensiva”, disse o ministro.

Fachin disse que a Constituição prevê revisão por parte da Câmara e do Senado somente nos casos de prisão em flagrante por crime inafiançável e “apenas isso”.

“Estender essa competência para permitir a revisão de, por parte do Poder Legislativo, das decisões jurisdicionais sobre medidas cautelares penais significa ampliar a imunidade para além dos limites da própria normatividade enredada pela Constituição. É uma ofensa ao postulado republicano e é uma ofensa à independência do Poder Judiciário", afirmou Fachin.

O julgamento foi suspenso pela presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, e deve ser retomado à tarde.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TECNOLOGIA
Acesso à internet por TV já é maior do que por tablet, diz IBGE
EDUCAÇÃO
Professores da rede pública de todo o país têm até 28 de maio para se inscrever em premiação
O prêmio é uma iniciativa do Ministério da Educação com instituições parceiras que busca reconhecer, divulgar e premiar o trabalho de professores de escolas públicas
NA CAPITAL
Douradenses paralímpicos são contemplados com bolsa atleta
BR-267
Homem é preso com quase 400 munições
As munições somaram 399 e eram de calibre 38
POLÍTICA
Jovem do MS é empossado como secretário nacional adjunto de juventude do Governo Federal
DOURADOS
Brô Mc's comemora dez anos e busca apoio para carreira internacional
TRÁFICO
Três são presos no Sul de MS com skunk
NOVA ANDRADINA
Homem é multado em R$ 5 mil por atear fogo em terrenos
GERAL
Tribunal de Contas aprova processo de Monitoramento no Imasul
COMUNICADO
Bairros de Dourados podem ficar sem água devido manutenção técnica
Previsão é que o abastecimento volte ao normal às 18h de hoje (26)

Mais Lidas

DOURADOS
Dono de barracão diz ter comprado reciclados sem saber de maconha
DOURADOS
Bombeiros encontram veículo incendiado durante treinamento próximo a pedreira
VIOLÊNCIA
Idoso é preso suspeito de estuprar menina de 9 anos
FRONTEIRA
FAB aborda e força pouso de avião suspeito de tráfico em MS