Menu
Busca quarta, 19 de junho de 2019
(67) 9860-3221
LAVA JATO

Fachin arquivo inquérito contra Renan, Jucá e Sarney na Lava Jato

10 outubro 2017 - 11h10Por Agência Brasil

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu arquivar o inquérito que apurava a suposta tentativa dos senadores Romero Jucá (PMDB-RR) e Renan Calheiros e do ex-presidente José Sarney de atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato.

O arquivamento havia sido pedido em setembro pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, após a mesma solicitação ter sido feita pela Polícia Federal, que alegou insuficiência de provas.

A investigação foi motivada por gravações entregues por Sergio Machado, ex-presidente da Transpetro, subsidiária da Petrobras.

Nos áudios, o executivo, que fez um acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF), discute a Lava Jato com os políticos.

As gravações foram divulgadas no ano passado, após a retirada do sigilo do conteúdo da delação de Machado. Em uma das conversas, Romero Jucá cita um suposto “acordo nacional” para “estancar a sangria”.

Ao final das investigações, a PF entendeu que as conversas gravadas entre os três políticos e Machado não configuraram crime.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EM UMA SEMANA
MS registra mais de mil novos casos de dengue e Dourados tem nova morte confirmada
BOA AÇÃO
Grupo ABV faz mais entregas de agasalhos em Dourados
OPORTUNIDADE
Exército abre inscrições para temporários em MS, MT e GO
FRONTEIRA
Homem é executado por pistoleiros em oficina mecânica
BRASIL
Moro espera que reportagens de site não afetem projeto anticrime
DICAS
Três serviços essenciais para viajantes
AQUIDAUANA
Mãe escuta grito e flagra idoso estuprando filha de 7 anos
SEM DOR DE CABEÇA
Piso sobre piso: 4 formas de trocar sem quebra-quebra
SAÚDE
Mortes por Influenza sobem 41% em uma semana no MS
MAKE
Maquiagem simples: três passos para você arrasar na produção

Mais Lidas

DOURADOS
Perseguição na Coronel Ponciano termina com homem preso e apreensão de mais de 700kg de maconha
PARAGUAI
Homem escapa de sequestro, mas acaba executado por pistoleiros em posto
FATALIDADE
Corpo de douradense é encontrado no rio Aquidauana
RESERVA INDÍGENA
Dois são presos suspeitos pelas mortes de tio e sobrinho em Dourados