Menu
Busca segunda, 20 de maio de 2019
(67) 9860-3221

Ex-ministro prepara discurso de despedida para a posse de Gleisi Hoffmann

08 junho 2011 - 11h55

O ex-ministro da Casa Civil Antonio Palocci deve tirar uns dias para descansar após transferir a chefia do ministério para a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), informaram assessores próximos a ele. Palocci embarca entre esta quarta-feira (8) e quinta (9) para São Paulo, onde tem um apartamento alugado.

Como ministro da Casa Civil, ele morava em uma casa no Lago Sul, área nobre de Brasília, destinada especificamente aos ocupantes do cargo.

De acordo com assessores, a mudança para São Paulo deve começar ainda nesta semana, mas depende de arranjos com a empresa transportadora. “Ainda não sei precisar a mudança, porque só uma empresa que tem licitação com o Planalto faz. Mas com certeza ele vai para São Paulo. Deve viajar hoje”, afirmou um assessor direto de Palocci.

Segundo o mesmo auxiliar, o ministro e a equipe dele estão “exaustos”. “Ele deve descansar. Está todo mundo exausto. Toda a equipe”, afirmou.

O ex-ministro prepara na manhã desta quarta (8), junto a assessores, o discurso de despedida que fará às 16h, quando Gleise Hoffmann tomará posse na chefia da Casa Civil. Após transferir o cargo, Palocci deverá se despedir dos funcionários do ministério. Na terça (8), ele já conversou com os auxiliares mais próximos após pedir à presidente Dilma Rousseff afastamento do cargo.

Palocci deixou a Casa Civil quase um mês depois da divulgação da notícia de que seu patrimônio teria aumentado em 20 vezes entre 2006 e 2010, quando era deputado federal. Apesar de a Procuradoria-Geral da República ter arquivado representações da oposição contra ele, o desgaste político com o caso continuou.

Após ponderar que o embate político poderia prejudicar as atividades como ministro da Casa Civil, Palocci resolveu sair do governo. Diante da crise, Dilma resolveu mudar o perfil da Casa Civil, que na gestão de Palocci acumulou a função de articulação política. Em seu primeiro pronunciamento após ser indicada para o cargo, Gleisi Hoffmann afirmou que a presidente quer que ela exerça uma função de “gestão” e acompanhamento dos projetos do governo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EMPREGO
De auxiliar de pedreiro a analista laboratorial, Funtrab oferece mais de 700 vagas em MS; 118 só em Dourados
RIO BRILHANTE
Abordagem em posto de combustíveis termina com apreensão de carga de maconha
TRÊS LAGOAS
Etapa dos Jogos Escolares da Juventude de MS define finalistas
BRASIL
Reforma tributária será apresentada após aprovação da Previdência
DOURADOS
Délia decreta estado de emergência por desmoronamento na Presidente Vargas
DOURADOS
Câmara volta atrás e antecipa sessão ordinária para hoje a tarde
BRASIL
Onze pessoas são mortas em chacina em Belém do Pará
CORUMBÁ
Integrantes de facção criminosa são presos acusados de decapitar rival
ÁGUA CLARA
Passageiro é preso levando maconha dentro de ônibus
SÉRIE D
Jogador pede desligamento do Corumbaense após homens armados invadirem alojamento

Mais Lidas

RODOVIÁRIA
Mulher é presa em Dourados com maconha que seria entregue no RS
DOURADOS
Mulheres são presas ao tentar levar droga para maridos na PED
DOURADOS
Guarda flagra adolescentes bebendo vodka durante a madrugada no Centro
REGIÃO
Após capotamento de caminhonete, PM apreende 1 tonelada de maconha em Laguna Carapã