Menu
Busca domingo, 22 de julho de 2018
(67) 9860-3221

Ex-ministro prepara discurso de despedida para a posse de Gleisi Hoffmann

08 junho 2011 - 11h55

O ex-ministro da Casa Civil Antonio Palocci deve tirar uns dias para descansar após transferir a chefia do ministério para a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), informaram assessores próximos a ele. Palocci embarca entre esta quarta-feira (8) e quinta (9) para São Paulo, onde tem um apartamento alugado.

Como ministro da Casa Civil, ele morava em uma casa no Lago Sul, área nobre de Brasília, destinada especificamente aos ocupantes do cargo.

De acordo com assessores, a mudança para São Paulo deve começar ainda nesta semana, mas depende de arranjos com a empresa transportadora. “Ainda não sei precisar a mudança, porque só uma empresa que tem licitação com o Planalto faz. Mas com certeza ele vai para São Paulo. Deve viajar hoje”, afirmou um assessor direto de Palocci.

Segundo o mesmo auxiliar, o ministro e a equipe dele estão “exaustos”. “Ele deve descansar. Está todo mundo exausto. Toda a equipe”, afirmou.

O ex-ministro prepara na manhã desta quarta (8), junto a assessores, o discurso de despedida que fará às 16h, quando Gleise Hoffmann tomará posse na chefia da Casa Civil. Após transferir o cargo, Palocci deverá se despedir dos funcionários do ministério. Na terça (8), ele já conversou com os auxiliares mais próximos após pedir à presidente Dilma Rousseff afastamento do cargo.

Palocci deixou a Casa Civil quase um mês depois da divulgação da notícia de que seu patrimônio teria aumentado em 20 vezes entre 2006 e 2010, quando era deputado federal. Apesar de a Procuradoria-Geral da República ter arquivado representações da oposição contra ele, o desgaste político com o caso continuou.

Após ponderar que o embate político poderia prejudicar as atividades como ministro da Casa Civil, Palocci resolveu sair do governo. Diante da crise, Dilma resolveu mudar o perfil da Casa Civil, que na gestão de Palocci acumulou a função de articulação política. Em seu primeiro pronunciamento após ser indicada para o cargo, Gleisi Hoffmann afirmou que a presidente quer que ela exerça uma função de “gestão” e acompanhamento dos projetos do governo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LAGUNA CARAPÃ
Polícia apreende 365 quilos de maconha em veículo abandonado
GUARAPUAVA
Acidente aéreo mata deputado estadual do Paraná Bernardo Carli
AMAMBAI
Bebê de 1 ano e 9 meses morre afogado em açude de chácara
BLOCOS
Temer vai ao México para reunião de Mercosul e Aliança do Pacífico
MEIO AMBIENTE
PMA de Dourados autua pecuarista em R$ 57 mil por desmatamento
EMPREGO
10 órgãos abrem inscrições para quase 600 vagas na segunda-feira
CAMPO GRANDE
Mulher fica gravemente ferida após ser lançada contra arame farpado
AMPLAVISÃO 1315
Nas pontes de Roma a lembrança de André
DOURADOS
Poste derrubado após roubo de veículos continua caído na Marcelino Pires
TRADIÇÃO CATÓLICA
27ª Festa a São Cristóvão leva caminhões às ruas de Dourados

Mais Lidas

ÁGUA BOA
Ferido com tiro durante comemorações na Copa é preso com drogas em Dourados
CAMPO DOURADO
Jovem nega tráfico e diz que pedido de carona o levou até casa com droga
DOURADOS
Índios invadem fazenda, torturam e fazem caseiro refém por 6h
CAMPO GRANDE
Mulher morre ao bater carro na traseira de caminhão parado