Menu
Busca sábado, 16 de novembro de 2019
(67) 9860-3221

Ex-ministro prepara discurso de despedida para a posse de Gleisi Hoffmann

08 junho 2011 - 11h55

O ex-ministro da Casa Civil Antonio Palocci deve tirar uns dias para descansar após transferir a chefia do ministério para a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), informaram assessores próximos a ele. Palocci embarca entre esta quarta-feira (8) e quinta (9) para São Paulo, onde tem um apartamento alugado.

Como ministro da Casa Civil, ele morava em uma casa no Lago Sul, área nobre de Brasília, destinada especificamente aos ocupantes do cargo.

De acordo com assessores, a mudança para São Paulo deve começar ainda nesta semana, mas depende de arranjos com a empresa transportadora. “Ainda não sei precisar a mudança, porque só uma empresa que tem licitação com o Planalto faz. Mas com certeza ele vai para São Paulo. Deve viajar hoje”, afirmou um assessor direto de Palocci.

Segundo o mesmo auxiliar, o ministro e a equipe dele estão “exaustos”. “Ele deve descansar. Está todo mundo exausto. Toda a equipe”, afirmou.

O ex-ministro prepara na manhã desta quarta (8), junto a assessores, o discurso de despedida que fará às 16h, quando Gleise Hoffmann tomará posse na chefia da Casa Civil. Após transferir o cargo, Palocci deverá se despedir dos funcionários do ministério. Na terça (8), ele já conversou com os auxiliares mais próximos após pedir à presidente Dilma Rousseff afastamento do cargo.

Palocci deixou a Casa Civil quase um mês depois da divulgação da notícia de que seu patrimônio teria aumentado em 20 vezes entre 2006 e 2010, quando era deputado federal. Apesar de a Procuradoria-Geral da República ter arquivado representações da oposição contra ele, o desgaste político com o caso continuou.

Após ponderar que o embate político poderia prejudicar as atividades como ministro da Casa Civil, Palocci resolveu sair do governo. Diante da crise, Dilma resolveu mudar o perfil da Casa Civil, que na gestão de Palocci acumulou a função de articulação política. Em seu primeiro pronunciamento após ser indicada para o cargo, Gleisi Hoffmann afirmou que a presidente quer que ela exerça uma função de “gestão” e acompanhamento dos projetos do governo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Durante operação, contrabandistas são presos com mercadorias do Paraguai
REFORMA
Senado pode concluir na terça a votação da PEC Paralela da Previdência
POLÍCIA
Homem tenta reagir a assalto, mas perde mochila com livros, dinheiro e celular
SAÚDE
Um em cada seis homens tem câncer de próstata no Brasil, alerta Inca
VELOCIDADE
Verstappen conquista a pole para o GP Brasil de F-1; Vettel é segundo
PORTO MURTINHO
Velório é interrompido e corpo de menina afogada recolhido para perícia
POLÍCIA
Assaltante armado pula na frente de bicicleta para roubar celular na Via Parque
FUTEBOL
Clássico entre Santos e São Paulo abre hoje a 33ª rodada do Brasileirão
DOURADOS
Idoso é fechado por criminosos na Marcelino, é derrubado e tem moto ‘zero km’ roubada
ESPORTES
Tiro prático do Eco Pantanal Extremo bate recorde de inscrições

Mais Lidas

MARACAJU
Homem tenta fugir da polícia, capota carro com quase 1t de maconha e morre
DOURADOS
Vítima persegue suspeitos e homem é preso acusado de furto
INFORME PUBLICITÁRIO
‘Senhoritta’ terá feijoada na telha para 4 pessoas com chopp e caipirinha em dobro no feriado
CAMPO GRANDE
Mulheres fecham terminal e Guarda Municipal usa spray de pimenta para conter protesto