Menu
Busca domingo, 05 de julho de 2020
(67) 99659-5905

Ex-corintiano não comprou carro furtado, diz polícia

14 junho 2011 - 11h02

A Polícia Civil decidiu nesta terça-feira descartar a possibilidade de o volante Gilmar Fubá, campeão mundial pelo Corinthians em 2000, ser indiciado pelo crime de receptação. Na semana passada, um automóvel Toyota dele foi apreendido em São Paulo, devido a uma ocorrência de furto registrada em 2007, em Santa Catarina. Segundo a 41ª Delegacia de Polícia (DP) da capital paulista, responsável pelo caso, o atleta provou, com documentos, ter adquirido o carro quatro meses antes da queixa sobre o suposto furto.

Uma intermediação de um advogado na compra do veículo estaria por trás do mal entendido. Conforme a polícia, o carro foi repassado para Gilmar em 2003 como moeda de troca em uma negociação, mas os documentos estão até hoje no nome do antigo dono, que reside em Santa Catarina. Ontem, policiais catarinenses informaram à 41ª DP, que o ex-proprietário foi o responsável pelo registro da ocorrência de furto, feito a partir de informações do mesmo advogado de que o veículo teria sido levado por criminosos.

"Na época em que a queixa de furto foi registrada, o jogador tinha ido jogar no exterior e acabou sendo prejudicado pelo advogado que além de lhe repassar o carro sem regularizar os documentos ainda informou o antigo dono que um furto teria acontecido", afirmou o titular da 41ª DP, delegado Sebastião Celso dos Santos. Em depoimento, o ex-corintiano relatou que o fato de dívidas e multas terem sido cobradas do ex-preoprietário, pode ter contribuído para a confusão.

Até agora, o advogado, de nome não divulgado, segue sem ser localizado. A polícia já tem informações de que ele reside em Recife. Apesar dos esclarecimentos, o episódio ainda renderá problemas para Gilmar Fubá. O carro em questão foi apreendido com um amigo do jogador que não possuía carteira de habilitação e, por isso, o atleta será indiciado por delito de trânsito.

Neste ano, o volante jogou no Santa Helena de Goiânia, mas deixou o clube após cinco partidas. Além do Corinthians, Gilmar Fubá também já teve passagens pelo Fluminense e o Schalke 04, da Alemanha.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESPORTES
Flamengo vence com tranquilidade e se aproxima do título estadual
DOURADOS
Ex-funcionário suspeito de matar secretário em Dourados acaba preso em barreira sanitária
LUTO
Martha Rocha, 1ª Miss Brasil, morre em Niterói, no Rio de Janeiro
PANDEMIA
Brasil chega a 1,6 milhão de casos confirmados de coronavírus
ECONOMIA
Pesquisa mostra potencial para a expansão do home office
FUTEBOL
Fluminense e Botafogo empatam sem gols no Nilton Santos
PANDEMIA
Estado de São Paulo passa de 16 mil óbitos por coronavírus
JUSTIÇA
Blogueiro preso em Campo Grande tem prisão revogada por ministro do STF
REGIÃO
Carga de cerveja tombada é liberada para populares em Nova Andradina
DOURADOS
Antes do crime, homem que matou secretário havia sido demitido por não usar máscara

Mais Lidas

POLÍCIA
Assassinado no Izidro é secretário de Agricultura Familiar de Dourados
PANDEMIA
Mulher morre de covid-19 logo após dar à luz em Dourados
DOURADOS
Ex-funcionário é o suspeito de matar secretário de Agricultura
CAMPO GRANDE
Jovem que estava desaparecida é encontrada morta