Menu
Busca sexta, 26 de abril de 2019
(67) 9860-3221

Ex-coelhinha da 'Playboy' é presa por violência doméstica

19 maio 2011 - 12h37

A atriz e ex-coelhinha da Playboy Shauna Sand foi presa na noite de quarta-feira (18) em Beverly Hills sob suspeita de violência doméstica contra o marido, Laurent Homburger.

De acordo com o site TMZ, a polícia foi chamada à residência do casal depois que algum vizinho relatou uma briga entre os dois.

Segundo fontes próximas ao casal, Shauna pulverizou o rosto do marido com spray de pimenta. Os relatos dizem que ela não economizou na dose.

O motivo da briga seria que ela queria o divórcio do rapaz, de 25 anos, mas ele se mostrou contra e teria feito ameaças. Os informantes do site disseram que Shauna, de 39, se trancou no quarto e o marido foi atrás e arrombou a porta. Neste momento, ela teria se defendido com o spray.

Ambos foram levados à delegacia e terão que prestar depoimento sobre o ocorrido na noite anterior.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Dada Favato, filha de Romário ostenta corpão em passaio na cachoeira
BR DISTRIBUIDORA
PGR pede condenação de Fernando Collor a 22 anos e 8 meses de prisão
CAPITAL
Com tuberculose, adolescente de 14 ans aguarda uma vaga em hospital
NOVA ANDRADINA
Bombeiro ajuda salvar vida de recém-nascido que se engasgou
DOURADOS
Capacitação de agentes de saúde vai alterar atendimento nas Unidades
RIO BRILHANTE
suspeito de matar dono de oficina com pistola .40 é preso
LEÃO
Um terço ainda não declarou IR a cinco dias do fim do prazo
BATAGUASSU
Polícia apreende 413 quilos de maconha em pátio de posto desativado
LIBERDADE
Carlos Ghosn paga R$ 17,8 milhões de fiança e é solto no Japão
CAMPO GRANDE
Homem suspeito de estuprar sobrinhas durante 3 anos é preso

Mais Lidas

DOURADOS
Vídeo mostra momento em que carona desce da moto e executa dono da lava-rápido no Jardim Pantanal
CAMPO GRANDE
Empresa demite funcionário por debochar de currículos em redes sociais
DOURADOS
Mulher é presa dentro de ônibus com 19 pacotes de skunk
DOURADOS
Auditoria da CGU revela irregularidades e superfaturamentos em contratos da Funsaud