Menu
Busca quarta, 26 de setembro de 2018
(67) 9860-3221

Ex-coelhinha da 'Playboy' é presa por violência doméstica

19 maio 2011 - 12h37

A atriz e ex-coelhinha da Playboy Shauna Sand foi presa na noite de quarta-feira (18) em Beverly Hills sob suspeita de violência doméstica contra o marido, Laurent Homburger.

De acordo com o site TMZ, a polícia foi chamada à residência do casal depois que algum vizinho relatou uma briga entre os dois.

Segundo fontes próximas ao casal, Shauna pulverizou o rosto do marido com spray de pimenta. Os relatos dizem que ela não economizou na dose.

O motivo da briga seria que ela queria o divórcio do rapaz, de 25 anos, mas ele se mostrou contra e teria feito ameaças. Os informantes do site disseram que Shauna, de 39, se trancou no quarto e o marido foi atrás e arrombou a porta. Neste momento, ela teria se defendido com o spray.

Ambos foram levados à delegacia e terão que prestar depoimento sobre o ocorrido na noite anterior.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA
Peão de MS morre ao receber chifrada de touro durante rodeio em SP
ELEIÇÕES 2018
Presidenciáveis gastam R$ 130,4 milhões na campanha eleitoral
ORDEM DO DIA
Parlamentares da ALMS analisam três projetos nesta quarta-feira
DOURADOS
Populares flagram ladrão levando fios de cobre em casa para alugar
CAMPO GRANDE
IEL altera data de realização do curso sobre principais aspectos da gestão financeira
DOURADOS
Homem é preso após furtar mercado para comprar bebida alcoólica
POLÍCIA
Ladrões voltam a atacar e levam motos em Dourados
ODEBRECHT
Raquel Dodge pede ao Supremo para suspender inquérito contra Temer
TELEVISÃO
Paulo escorrega no prato surf'n'turf e é eliminado do Masterchef
ESPORTE
1ª Rodada do Estadual Feminino de Futebol será encerrada hoje

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia encontra bilhete com “mula” e fecha entreposto de drogas no Estrela Porã
OPERAÇÃO REMAKE
Gaeco cumpre mandados e apura desvio de R$ 670 mil em sindicato
BR-163
Gol carregado com maconha é apreendido em Dourados
ÁGUA BOA
Homem armado invade casa e leva dinheiro da vítima