Menu
Busca Quarta, 17 de Janeiro de 2018
(67) 9860-3221
Bigolin

Estudo mostra profissões que mais tiveram aumento de salário

04 Janeiro 2013 - 10h24

O estudo “Talentos – As profissões e o mercado de trabalho brasileiro entre 2000 e 2010”, produzido pela Brasil Investimentos & Negócios (BRAiN), mostra que áreas como medicina, engenharia civil e engenharia química estão entre as mais procuradas pelo mercado e tiveram grande aumento de salário na última década. No mesmo período, formações em administração, ciências da computação, marketing e farmácia registraram quedas de salário – indicando menor demanda por parte do mercado.

Tomando como base os censos de 2000 e 2010, o relatório compara os salários dos trabalhadores com nível superior em diversos setores com os dos que concluíram o ensino médio – cujo salário mensal em 2010, foi de, em média, R$ 1.317. Em áreas como engenharia civil, por exemplo, a diferença salarial entre o profissional de nível superior e o de nível médio, que era de 200% em 2000, passou para mais de 250% em 2010. “Isso mostra que a demanda por esse tipo de profissional está aumentando mais rapidamente que a oferta, ou seja, o mercado está demandando mais engenheiros civis”, explica o diretor de Pesquisa da BRAiN, André Sacconato. O mesmo raciocínio vale, por exemplo, para engenharia química, medicina e arquitetura – confira a seguir as profissões em que o salário aumentou na última década.

O trabalho da BRAiN mostra ainda quais as áreas em que os trabalhadores, depois de formados, continuam atuando nos segmentos em que concluíram os cursos, as chamadas “ocupações típicas”. Os casos em que há maior aderência são medicina, arquitetura, pedagogia e reabilitação. Nessas carreiras, de 50% a 80% dos trabalhadores estão nas áreas em que se formaram. Já em segmentos como administração, artes e ciências sociais, a aderência é pequena, o que indica que mais de 90% dos formados estão atuando em outros ramos de atividade depois de concluída a graduação.

Confira as profissões cujos salários aumentaram na última década:

Medicina

Militar

Engenharia Civil

Engenharia Química

Engenharia Elétrica

Engenharia Mecânica

Outras Engenharias

Ciências Sociais

Arquitetura

Estatística

Economia

Ciências Físicas

Biblioteconomia

Direito

Artes

Odontologia

Veterinária

Serviço Social

Física

Contabilidade


Profissões cujos salários diminuíram na última década:

Administração

Filosofia

Jornalismo

Marketing

Atuárias

Ciências da Computação

Farmácia

Hotelaria

Matemática

Enfermagem

Imigração

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROJETO
Certidões de defesa de direitos podem ter prazo mínimo de seis meses
Certidões de defesa de direitos podem ter prazo mínimo de seis meses
CAPÍTULO IDÊNTICO
Novamente Justiça nega recurso e posse de Cristiane Brasil continua suspensa
EDUCAÇÃO
Como recuperar a senha do Enem 2017
Como recuperar a senha do Enem 2017
'BALA PERDIDA'
Menor atinge vizinho enquanto 'brincava' com arma de chumbinho
A vítima foi socorrida por uma equipe do Samu; o estado de saúde é considerado grave
OPINIÃO
As estatais e o Estado à espera de reforma
ECONOMIA
Dólar segue exterior, abandona alta e cai a R$ 3,21
Dólar segue exterior, abandona alta e cai a R$ 3,21
REGIÃO
Colisão entre Kombi e Fox na MS- 276 deixa feridos
JUSTIÇA
Beira-Mar deve permanecer no regime disciplinar diferenciado
PROJETO
Relatorias em comissões do Senado podem passar a ser definidas por meio de sorteio
Relatorias em comissões do Senado podem passar a ser definidas por meio de sorteio
CAPITAL
Deputado de MS cai de escada e passará por cirurgia
Deputado de MS cai de escada e passará por cirurgia

Mais Lidas

DOURADOS
Homem é derrubado de moto em roubo e fica desacordado
Homem é derrubado de moto em roubo e fica desacordado
BIOMETRIA DIGITAL
Eleitores “correm” por cadastro biométrico e cartório reafirma sobre prazo
POLÍCIA
Quatro motos são furtadas em poucas horas em Dourados
EDUCAÇÃO
UFGD divulga resultado do Vestibular 2018