Menu
Busca terça, 12 de novembro de 2019
(67) 9860-3221

Em nota, ONGs apontam 19 falhas no Código Florestal

01 junho 2011 - 18h15

Uma nota técnica assinada pelo movimento SOS Florestas, que reúne sete ONGs (entre as quais Greenpeace e WWF Brasil) aponta 19 falhas na proposta do novo Código Florestal e afirma que o texto "incentiva novos desmatamentos" e permite uma "isenção quase generalizada" aos infratores ambientais.

O movimento diz que, nos termos aprovados pela Câmara, o novo código abrirá brechas para a intensificação das ameaças sobre florestas, nascentes, morros, beiras de rio e manguezais.

"A lei dificultará o controle por parte dos órgãos ambientais", diz a nota.

Ao considerar como área rural consolidada desmatamentos ocorridos até julho de 2008, o código abrirá caminho para legalizar mais de 40 milhões de hectares derrubados na Amazônia e no Cerrado após 1998, segundo o documento.

Entre as brechas está o caso das propriedades com até quatro módulos fiscais (20 a 400 hectares, de acordo com a região), que ficarão dispensadas de recompor áreas de reserva legal desmatadas.

A proposta, apontam os ambientalistas, não prevê "limites temporais" para impedir que agricultores se enquadrem nos critérios da isenção.

O deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), relator do projeto na Câmara, disse que a proposta prevê critérios "claros" para a dispensa de recomposição de reserva legal --entre elas, a impossibilidade de obtenção do benefício por meio do fracionamento de áreas maiores.

Sobre a polêmica "anistia", Rebelo disse que a "suspensão condicionada" das multas já estava prevista em decreto assinado em 2008 pelo então presidente Lula.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UEMS
Abertas inscrições para processo seletivo de professor temporário
SAÚDE
Nelsinho Trad faz palestra sobre câncer de próstata e recorda prevenção
CAMPO GRANDE
Homem é preso após invadir casa, amarrar, ameaçar e roubar idoso
POLÍTICA
Presidente Bolsonaro anuncia saída do PSL e criação de novo partido
EMPREGO
MPT lança concurso público para cargo de procurador do Trabalho
MEIO AMBIENTE
Paulista é multado em R$ 14 mil por erosão e poluição de córrego
ECONOMIA
IPVA 2020: mantidos descontos e condições de pagamento dos anos anteriores
SELEÇÃO
Comarca de Paranaíba realiza processo seletivo de estagiários
ESPORTES RADICAIS
Mountain bike reúne iniciantes e profissionais no Eco Pantanal Extremo 2019
CAPITAL
Homem que apalpou seios de garota é solto e diz que foi ‘sem querer’

Mais Lidas

BR-163
Motorista morre ao bater de frente com carreta em Dourados
DOURADOS
Acidente mata uma pessoa próximo a Embrapa
DOURADOS
Homem sofre acidente de trabalho e morre após ter 80% do corpo queimado
DOURADOS
Morto em acidente prestava serviços a indústria e teria invadido pista contrária