Menu
Busca Sábado, 20 de Janeiro de 2018
(67) 9860-3221
Corpal - Dezembro 2017

Em 2013, é preciso deixar a ganância e buscar a bondade, diz vidente

31 Dezembro 2012 - 18h57

Minha indicação para o Ano-Novo: se tudo está mesmo tão difícil quanto parece, vamos com coragem redobrada para 2013. Num contexto em que todo mundo persegue experiências de excepcionalidade - bem-aventuranças, delícias, prazeres, alegrias, gozos -, acho bastante necessário indicar que a vida é tecida de fios mais tênues, acontecimentos mais corriqueiros. Banalidade é a substância da vida e as coisas simples são sua verdade definitiva.

Acho que o estimado leitor não discorda se avalio que o ano que se despede esteve mergulhado, talvez um pouquinho além do próprio fôlego, numa busca por abundância, beleza, juventude, prazeres, lazeres. Cabe indagar: não seria bom dedicar mais atenção para valores mais elevados como paz e bondade?

O perigo que pode nos afogar é a possibilidade de estarmos descendo fundo demais numa ilusão de felicidade. Nossa aspiração (em grande medida realizada, observe-se) é por uma idade de ouro que evoca supremamente coisas terrestres, dinheiro acima de tudo.

Temo que devíamos dar mais atenção à verdadeira perfeição, ganharmos lúcida compreensão da nossa condição, do nosso limite. O que se apresentaria? Uma enorme capacidade de adaptação e superação dos problemas, força para encarar os sofrimentos e encontrar satisfação nas coisas mais comuns da vida. Enfim, aquela porção inalienável de humanidade que todos nós comungamos e que nos remete sempre para maiores e melhores dons, mistérios e destinos.

Assim enxergo essa dobrada de ano. Pobre de nós, queremos subir rápido o Olimpo - com nossas posses e objetos de consumo -, deixando a melhor parte esquecida, incapazes de observar as maravilhas ao redor, o mundo que nos rodeia aqui na nossa escala humana.

Se o pessimismo é dado graciosamente por aí - com bastante frustração e depressão no pacote -, é tarefa obrigatória resistir, entender que mesmo a mais comum das vidas é positiva por excelência, obedece lei divina e foi ofertada como recompensa. Nossa obrigação é celebrá-la, colocando em prática tudo que há de bom e vigoroso, desviando das armadilhas e emboscadas.

No ano que temos adiante, vamos repudiar tudo o que é mau. Abraçar as pequenas dádivas e - se necessário - resistir, como se espera dos seres humanos com sua luz e lucidez, às grandes calamidades.

Quer saber mais sobre o trabalho de Marina Gold, ou entrar em contato com ela, [clique aqui](http://vidaeestilo.terra.com.br/esoterico/interna/0,,OI4065542-EI14323,00-marina+gold.html).

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Acidente entre carreta e moto deixa um morto e um ferido
Acidente entre carreta e moto deixa um morto e um ferido
MEDIDA
Projeto proíbe multa em fatura que vencer em fim de semana ou feriado
Projeto proíbe multa em fatura que vencer em fim de semana ou feriado
POLÍTICA
Temer se reúne no Alvorada com AGU e ministro da Justiça
Temer se reúne no Alvorada com AGU e ministro da Justiça
MS
Estado investe R$ 2 milhões na implantação de antiga estrada que beneficia três municípios
CAMPO GRANDE
Adolescente de 14 anos é morto em casa de shows
Adolescente de 14 anos é morto em casa de shows
INVESTIGAÇÃO
MP aponta interferência em gravações do dia em que Garotinho relata agressão
MP aponta interferência em gravações do dia em que Garotinho relata agressão
DOURADOS
Mulher é assaltado quando ia para o trabalho
Mulher é assaltado quando ia para o trabalho
INVESTIGAÇÃO
Comissão de Ética da Presidência julgará executivos afastados da Caixa
Comissão de Ética da Presidência julgará executivos afastados da Caixa
INOVAÇÃO
MS é o primeiro Estado do Brasil a emitir bilhete de passagem eletrônico para transporte rodoviário
ESPORTE
Comissão de Arbitragem divulga escala de jogo isolado da 2ª rodada do Estadual
Comissão de Arbitragem divulga escala de jogo isolado da 2ª rodada do Estadual

Mais Lidas

Homem é executado com 12 tiros de pistola 9 milímetros
DROGAS
Douradense é preso durante “Operação Tagi” desenvolvida pelo GAECO
GUERRA DE FACÇÕES
Justiça determina prisão de 11 envolvidos em morte brutal e liga crime ao PCC
Justiça determina prisão de 11 envolvidos em morte brutal e liga crime ao PCC
Morre em Dourados aos 66 anos Joãozinho Engraxate