Menu
Busca quinta, 16 de agosto de 2018
(67) 9860-3221
COTAÇÃO

Dólar fecha na maior alta desde maio

26 outubro 2017 - 18h05Por G1

O dólar fechou em alta sobre o real nesta quinta-feira (26), após oscilar pela manhã, com os investidores temerosos com o futuro da agenda econômica do governo após a Câmara dos Deputados ter sinalizado apoio político menor a Michel Temer, mesmo barrando a segunda denúncia contra o presidente na noite passada, destaca a Reuters.

O cenário externo também estava no foco dos mercados nesta sessão, com expectativa sobre a escolha do novo presidente do Federal Reserve (Fed), banco central dos Estados Unidos.

A moeda norte-americana subiu 1,22%, vendida a R$ 3,2846. Foi o maior avanço diário desde maio, para o valor mais elevado desde julho.

Na semana e no mês, o dólar acumula alta de 2,97% e 3,69%, respectivamente. No ano, há elevação de 1,07%.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FLAGRANTE
Polícia prende em Corumbá foragido da Justiça do Maranhão
ELEIÇÕES 2018
TSE nega participação de Lula em debate na TV amanhã
ESPECIALIZAÇÃO
IFMS abre matrícula para especialização em Docência para Educação Profissional
ENSINO SUPERIOR
Estudantes que vão concluir graduação já podem se cadastrar no Enade 2018
REAJUSTE SALARIAL
Frentistas de MS tentam reajuste salarial desde 1º de março
COTAÇÕES
Dólar tem leve alta e volta ao patamar de R$ 3,90 com incerteza eleitoral
VÁRIOS ROUBOS
Acusados por pelo menos 10 assaltos são presos em Dourados
AUTOMOBILISMO
Stock Car promete agitar a Capital no final de semana
CONTRABANDO
Carretas que saíram de Dourados com cigarros são apreendidas no interior de SP
DOURADOS/ITAPORÃ
Estado terá que compensar índios por duplicação da MS-156

Mais Lidas

DOURADOS
Homem é encontrado morto dentro de veículo estacionado em acostamento
JARDIM SÃO PEDRO
Padre é trancado no quarto, espancado e tem pertences levados em Dourados
DOURADOS
Bebê de oito meses é internado no HU e polícia investiga suspeita de agressão
DOURADOS
Criança possuía lesões na cabeça e pescoço e polícia investiga o caso