Menu
Busca sábado, 17 de novembro de 2018
(67) 9860-3221

Doente de leptospirose morre ao ser tratado contra dengue no Ceará

03 junho 2011 - 11h53

Vítima de leptospirose, José Edivan da Silva, de 37 anos, morreu há 15 dias em Fortaleza após receber tratamento contra dengue. A família de Silva só recebeu a informação de que ele estava com leptospirose quando o paciente sofreu parada respiratória e precisou ser internado na UTI. Até então, a doença estava sendo tratada como mais um caso de dengue.

A semelhança entre os sintomas da leptospirose e da dengue confunde pacientes e até médicos experientes, mas a leptospirose é infecção aguda, causada por uma bactéria e transmitida pela urina do rato em contato com a pele humana. Tosse, dor na panturrilha e na cabeça, olhos vermelhos, diarréia e cansaço são outros sintomas da doença.

Segundo a Secretaria de Saúde do Estado, em 2010 foram confirmadas sete mortes por leptospirose: quatro na capital e três no interior, duas registradas em 2011. O infectologista Keny Colares recomenda que o médico investigue bem o histórico do paciente para diagnosticar a lepstopirose na fase inicial. A doença se agrava bastante no sétimo dia.

###Veja os sintomas de leptospirose:

1. Como se pega a leptospirose?
Em situações de enchentes e inundações, a urina dos ratos, presente em esgotos
e bueiros, mistura-se à enxurrada e à lama das enchentes. Qualquer pessoa que
tiver contato com a água ou lama contaminadas poderá se infectar. A Leptospira
penetra no corpo pela pele, principalmente se houver algum ferimento ou
arranhão.

2. Quais os sintomas?
Os sintomas mais frequentes são parecidos com os de outras doenças, como a
gripe. Os principais são: febre, dor de cabeça, dores pelo corpo, principalmente
nas panturrilhas (batata-da-perna), podendo também ocorrer icterícia (coloração
amarelada da pele e das mucosas).

3. Quanto tempo demora para a doença aparecer?
Os primeiros sintomas podem aparecer de um a 30 dias depois do contato com a
enchente. Na maior parte dos casos, aparece 7 a 14 dias após o contato.

4. Como é feito o tratamento da leptospirose?
O tratamento é baseado no uso de antibióticos, hidratação e suporte clínico,
orientado sempre por um médico, de acordo com os sintomas apresentados. Os
casos leves podem ser tratados em ambulatório, mas os casos graves precisam
ser internados.

5. Como evitar a doença?
Evite o contato com água ou lama de enchentes e impeça que crianças nadem ou
brinquem em ambientes que possam estar contaminados pela urina dos ratos.
Pessoas que trabalham na limpeza de lamas, entulhos e desentupimento de
esgoto devem usar botas e luvas de borracha (se isto for possível, usar sacos
plásticos duplos amarrados nas mãos e nos pés).

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
União já pagou este ano R$ 3,5 bi em dívidas atrasadas dos estados
TRÊS LAGOAS
Homem cai em golpe ao tentar comprar carro na internet
MATO GROSSO DO SUL
Edital para inserção de jovens no mercado de trabalho está aberto até dezembro
Processo visa a seleção de entidades que possam atuar, em parceria com a SED, no acompanhamento de estudantes, matriculados no ensino médio, para a atuação profissional.
TV
Samantha Schmütz celebra papel dramático em 'Carcereiros': 'Porta para o público me ver de uma maneira diferente'
CAPITAL
Motorista sem CNH fura sinal, foge da polícia e acaba preso dentro de casa
BRASIL
Defensoria Pública pede à Justiça manutenção de regras do Mais Médicos
FAMOSA
Susana Vieira abre o jogo sobre luta contra a leucemia: “Perguntei ao médico quando vou morrer”
CAPITAL
Mais de 20 acidentes foram registrados nesta madrugada em Campo Grande
ANIVERSÁRIO
Paranhos comemora 31 anos neste sábado
CAMPO GRANDE
Temendo novo ataque, família restringe informações sobre saúde de rapaz baleado em atentado

Mais Lidas

DOURADOS
Carro fica submerso em túnel alagado e homem precisa quebrar o vidro para sair
DOURADOS
Chuva forte deixa ruas e até rodoviária alagada
TRÁFICO
Mulher é presa em Dourados com maconha e haxixe escondidos em painel de carro blindado
DOURADOS
“Nervoso e agradecendo a Deus”, conta bombeiro que socorreu jovem no túnel no Parque das Nações