Menu
Busca quarta, 23 de maio de 2018
(67) 9860-3221
CAMPANHA FIEMS

Doente de leptospirose morre ao ser tratado contra dengue no Ceará

03 junho 2011 - 11h53

Vítima de leptospirose, José Edivan da Silva, de 37 anos, morreu há 15 dias em Fortaleza após receber tratamento contra dengue. A família de Silva só recebeu a informação de que ele estava com leptospirose quando o paciente sofreu parada respiratória e precisou ser internado na UTI. Até então, a doença estava sendo tratada como mais um caso de dengue.

A semelhança entre os sintomas da leptospirose e da dengue confunde pacientes e até médicos experientes, mas a leptospirose é infecção aguda, causada por uma bactéria e transmitida pela urina do rato em contato com a pele humana. Tosse, dor na panturrilha e na cabeça, olhos vermelhos, diarréia e cansaço são outros sintomas da doença.

Segundo a Secretaria de Saúde do Estado, em 2010 foram confirmadas sete mortes por leptospirose: quatro na capital e três no interior, duas registradas em 2011. O infectologista Keny Colares recomenda que o médico investigue bem o histórico do paciente para diagnosticar a lepstopirose na fase inicial. A doença se agrava bastante no sétimo dia.

###Veja os sintomas de leptospirose:

1. Como se pega a leptospirose?
Em situações de enchentes e inundações, a urina dos ratos, presente em esgotos
e bueiros, mistura-se à enxurrada e à lama das enchentes. Qualquer pessoa que
tiver contato com a água ou lama contaminadas poderá se infectar. A Leptospira
penetra no corpo pela pele, principalmente se houver algum ferimento ou
arranhão.

2. Quais os sintomas?
Os sintomas mais frequentes são parecidos com os de outras doenças, como a
gripe. Os principais são: febre, dor de cabeça, dores pelo corpo, principalmente
nas panturrilhas (batata-da-perna), podendo também ocorrer icterícia (coloração
amarelada da pele e das mucosas).

3. Quanto tempo demora para a doença aparecer?
Os primeiros sintomas podem aparecer de um a 30 dias depois do contato com a
enchente. Na maior parte dos casos, aparece 7 a 14 dias após o contato.

4. Como é feito o tratamento da leptospirose?
O tratamento é baseado no uso de antibióticos, hidratação e suporte clínico,
orientado sempre por um médico, de acordo com os sintomas apresentados. Os
casos leves podem ser tratados em ambulatório, mas os casos graves precisam
ser internados.

5. Como evitar a doença?
Evite o contato com água ou lama de enchentes e impeça que crianças nadem ou
brinquem em ambientes que possam estar contaminados pela urina dos ratos.
Pessoas que trabalham na limpeza de lamas, entulhos e desentupimento de
esgoto devem usar botas e luvas de borracha (se isto for possível, usar sacos
plásticos duplos amarrados nas mãos e nos pés).

Deixe seu Comentário

Leia Também

LAVA JATO
Justiça determina prisão do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares
INFÂNCIA
Bonito sediará dia 30 o primeiro Fórum Nacional de Justiça em MS
TRAGÉDIA
Motociclista morre em acidente na MS-270
OIKETICUS
Nova fase de operação cumpriu dois mandados contra cigarreiros
DOURADOS
Protesto de caminhoneiros deve atingir setores do comércio nas próximas horas
COTAÇÃO
Dólar fecha em queda com melhora do ambiente externo
RODOVIAS BLOQUEADAS
Greve dos caminhoneiros pode paralisar indústria em Dourados
JÁ CLASSIFICADO
Grêmio preparado para encerrar a primeira fase da Libertadores
DOURADOS
Vereador propõe audiência para discutir alteração do Plano Diretor Municipal
INFRAESTRUTURA
Rodovia que liga Jardim a Bonito está 98% concluída

Mais Lidas

JARDIM DOS ESTADOS
Homem é preso após invadir casa, agredir e amarrar casal
DOURADOS
Expoagro termina com "chuva" de reclamações estruturais
RODOVIAS DE MS
Bloqueio de caminhoneiros tem promessa de ‘virar a noite’ em Dourados
NARCOTRÁFICO
Jarvis Pavão é condenado a 10 anos de prisão