Menu
Busca sábado, 25 de maio de 2019
(67) 9860-3221

Dilma: população deve repudiar violência contra moradores de rua

21 dezembro 2012 - 17h30

A presidente da República, Dilma Rousseff (PT), afirmou nesta sexta-feira, em São Paulo, que a sociedade deve repudiar toda a forma de violência contra a população de rua brasileira, durante discurso no evento de Natal dos catadores de papel da capital paulista. O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva foi convidado para o evento, mas não compareceu. Enquanto eteve no comando do País, Lula participou anualmente da comemoração.

A ausência do ex-presidente teria se dado para que ele não desviasse a atenção da presidente. Nos últimos dias, Lula esteve no centro de discussões políticas por conta de declarações do publicitário Marcos Valério - ligando o uso de dinheiro do Mensalão para o pagamento de despesas pessoais de Lula - e da Operação Porto Seguro, que investiga um esquema de favorecimento de interesses privados em processos públicos. As agências nacionais de Transportes Aquaviários (Antaq), de Águas (ANA), e de Aviação Civil (Anac), a Advocacia-eral da União (AGU), a Secretaria do Patrimônio da União (SPU), o Tribunal de Contas da União (TCU), a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos e o Ministério da Educação (MEC) estão entre os órgãos envolvidos na operação.

Entre os indiciados por suposta participação no esquema está a chefe de gabinete da Presidência em São Paulo, Rosemary Novoa de Noronha, que atuou no governo Lula e foi mantida no governo Dilma.

Esta foi a terceira participação consecutiva de Dilma no evento. Ela esteve ao lado de Lula, em 2010, já eleita presidente e também compareceu no ano passado. "É a segunda venho como presidente da República e até o fim do mandato virei todas as vezes. Existe um compromisso do meu governo com vocês, que é governar para todos os brasileiros", disse ela.

De acordo com Dilma, é preciso uma atenção especial do governo para aqueles que têm maior fragilidade. "Devemos repudiar, combater e ser contra todas as formas de violência contra a população de rua. Devemos respeito aos moradores de rua. É inadimissível que se jogue spray de pimenta no rosto deles. É muito importante que a sociedade assuma esse repúdio. Não é admissível que o Brasil, que cada vez mais se transforma, trate seus cidadãos dessa maneira", disse.

Segundo ela, o governo federal vai fazer a sua parte, "Vamos dialogar com Estados e Municípios. É importante que o Ministério Público entre também nessa questão. Esse tipo de violência ocorre normalmente na madrugada, na calada da noite e sem testemunhas, muitas vezes esses crimes terminam impunes", disse ela.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UEMS
Curso de Pedagogia promove encontro brincante hoje em Dourados
ECONOMIA
Petrobras reduz preço da gasolina na refinaria em 4,4% a partir deste sábado
AMAMBAI
Jovem é preso após abandonar veículo com 353 quilos de maconha
TEMPO
Sábado de sol e com temperatura baixa em Dourados
UAU
Giovanna Ewbank encanta de topless nas Maldivas
REGRAS FLEXÍVEIS
Órgão do MPF diz que novo decreto sobre armas pode favorecer milícias
CAMPO GRANDE
Homem aceita se encontrar com marido de colega e é agredido a pauladas
INVESTIGAÇÃO
Queiroz pagou R$ 133 mil em dinheiro por cirurgia em hospital de SP
LADÁRIO
Com motorista refém no MT, casal é preso tentando levar carreta para Bolívia
BRASIL
Governo federal estuda aluguel social no Minha Casa Minha Vida

Mais Lidas

APÓS INVESTIGAÇÃO
Polícia conclui que atentado registrado por vereadora foi acidente de trânsito
VILA CACHOEIRINHA
“Boca” é fechada, mulher é presa e diz traficar pelo baixo valor do salário mínimo
TRÁFICO
Motorhome com destino a São Paulo é apreendido com mais de 4 toneladas de maconha
MS-156
Dupla é presa pela PF com pistolas entre Dourados e Itaporã