Menu
Busca quinta, 26 de abril de 2018
(67) 9860-3221
Clube Indaiá - Janeiro 2018

Dilma: população deve repudiar violência contra moradores de rua

21 dezembro 2012 - 17h30

A presidente da República, Dilma Rousseff (PT), afirmou nesta sexta-feira, em São Paulo, que a sociedade deve repudiar toda a forma de violência contra a população de rua brasileira, durante discurso no evento de Natal dos catadores de papel da capital paulista. O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva foi convidado para o evento, mas não compareceu. Enquanto eteve no comando do País, Lula participou anualmente da comemoração.

A ausência do ex-presidente teria se dado para que ele não desviasse a atenção da presidente. Nos últimos dias, Lula esteve no centro de discussões políticas por conta de declarações do publicitário Marcos Valério - ligando o uso de dinheiro do Mensalão para o pagamento de despesas pessoais de Lula - e da Operação Porto Seguro, que investiga um esquema de favorecimento de interesses privados em processos públicos. As agências nacionais de Transportes Aquaviários (Antaq), de Águas (ANA), e de Aviação Civil (Anac), a Advocacia-eral da União (AGU), a Secretaria do Patrimônio da União (SPU), o Tribunal de Contas da União (TCU), a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos e o Ministério da Educação (MEC) estão entre os órgãos envolvidos na operação.

Entre os indiciados por suposta participação no esquema está a chefe de gabinete da Presidência em São Paulo, Rosemary Novoa de Noronha, que atuou no governo Lula e foi mantida no governo Dilma.

Esta foi a terceira participação consecutiva de Dilma no evento. Ela esteve ao lado de Lula, em 2010, já eleita presidente e também compareceu no ano passado. "É a segunda venho como presidente da República e até o fim do mandato virei todas as vezes. Existe um compromisso do meu governo com vocês, que é governar para todos os brasileiros", disse ela.

De acordo com Dilma, é preciso uma atenção especial do governo para aqueles que têm maior fragilidade. "Devemos repudiar, combater e ser contra todas as formas de violência contra a população de rua. Devemos respeito aos moradores de rua. É inadimissível que se jogue spray de pimenta no rosto deles. É muito importante que a sociedade assuma esse repúdio. Não é admissível que o Brasil, que cada vez mais se transforma, trate seus cidadãos dessa maneira", disse.

Segundo ela, o governo federal vai fazer a sua parte, "Vamos dialogar com Estados e Municípios. É importante que o Ministério Público entre também nessa questão. Esse tipo de violência ocorre normalmente na madrugada, na calada da noite e sem testemunhas, muitas vezes esses crimes terminam impunes", disse ela.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASILEIRÃO SÉRIE D
Novo enfrenta o Sinop domingo buscando primeira vitória
ORDEM DO DIA
Mês Abril Verde dedicado à segurança do trabalho é aprovado na Assembléia
ASSISTÊNCIA SOCIAL
Délia autoriza licitação para três obras na área em Dourados
INOVAÇÃO
Dia da Propriedade Intelectual destaca papel das mulheres
CÃES FAREJADORES
Mulher é presa com 22 quilos de skunk em rodovia do MS
EM ALTA
Juro do cartão de crédito e do cheque especial sobe em março
PENALIDADES
Prazo para enviar o IRPF 2018 termina em 4 dias
GUARDA MUNICIPAL
Violência contra a mulher é tema de palestra em curso
PROCON ESTADUAL
Supermercado reincidente é flagrado com irregularidades e tem multa ampliada
PUNIÇÃO
Aprovada cassação de CNPJ de empresas que usam trabalho escravo

Mais Lidas

DOURADOS
Dono de barracão diz ter comprado reciclados sem saber de maconha
DOURADOS
Bombeiros encontram veículo incendiado durante treinamento próximo a pedreira
VIOLÊNCIA
Idoso é preso suspeito de estuprar menina de 9 anos
FRONTEIRA
FAB aborda e força pouso de avião suspeito de tráfico em MS