Menu
Busca sexta, 19 de julho de 2019
(67) 9860-3221

Dilma: governo não recuará da decisão de reduzir preço da energia

05 dezembro 2012 - 17h45

A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (5), em evento organizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), que o governo federal manterá a diminuição das tarifas de energia elétrica no país. "Reduzir o preço da energia é uma decisão da qual o governo federal não recuará, apesar de lamentar profundamente a imensa falta de sensibilidade daqueles que não percebem a importância disso”, destacou no discurso.

A presidenta participou nesta quarta-feira do 7º Encontro Nacional da Indústria, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília. Ela explicou que a redução das tarifas elétricas é uma das ações mais importantes para a redução de capital, levando, consequentemente, à diminuição dos custos de investimentos e ao crescimento sustentável do país.

Segundo Dilma, o objetivo do governo era uma redução média no valor das tarifas de energia à população de 20,2%. No entanto, a diminuição deve ser inferior (até 16,7%) devido à recusa de algumas companhias de aderir à proposta do governo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MARACAJU
Mulher é presa com tabletes de maconha dentro de caixa de som
SBPC
Jogos Jurídicos do Futuro encerram inscrições nesta sexta-feira
FRONTEIRA
Pistoleiro preso após executar fazendeiro é membro do Comando Vermelho
POLÍTICA
Dilma vai ao STF para Bolsonaro explicar declaração dada nos EUA
NAVIRAÌ
Homem é preso após estuprar e arquivar fotos de menina de 9 anos
TEMPO
Sexta-feira nublada com possibilidade de chuva em Dourados
UAU!
Namorada de Enzo Celulari, Victória Bartelle se refresca em dia de sol
POLÍCIA
PF suspende inquéritos que usam dados do Coaf sem aval da Justiça
BRASIL
ANTT publica novas regras para cálculo do frete mínimo dos caminhoneiros
CORUMBÁ
Médico suspeito de cobrar por cirurgia no SUS é denunciado por abuso sexual

Mais Lidas

FRONTEIRA
Pistoleiros são presos após executarem homem a tiros
FRONTEIRA
Suspeito de ter matado homem encontrado boiando em rio é preso
DOURADOS
Delegado encerra Inquérito e aguarda perícia para saber se tiro que matou bioquímico foi acidental
BR-163
Ponte sobre o Rio Dourados será parcialmente demolida em obra de R$ 3 milhões