Menu
Busca Quarta, 17 de Janeiro de 2018
(67) 9860-3221

Dilma diz que recebeu retorno positivo da Rússia em relação ao fim do embargo à carne brasileira

13 Dezembro 2012 - 15h00

A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (13) que recebeu um retorno positivo do primeiro-ministro da Rússia, Dmitri Medvedev, em relação à possibilidade de acabar com o embargo imposto às importações de carne brasileira. “Ele não comunicou ainda qual será a decisão final, mas considera que os produtores brasileiros tomaram todas as medidas [necessárias] e teremos resultados positivos no final”, disse Dilma após ser recebida na Casa de Recepções do governo russo, única programação oficial da presidenta nesta quinta-feira.

No dia 23 de novembro, o governo russo publicou nota informando que as compras de carne dos três estados brasileiros totalmente embargados (Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul) poderiam ser retomadas. Isso, no entanto, depende, segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, da agilidade de adaptação das empresas exportadoras às regras impostas pelas autoridades russas.

A Rússia é o mercado que mais compra carne bovina brasileira e o segundo em relação à carne suína. Em junho de 2011, quando o embargo foi imposto, os exportadores brasileiros sofreram um forte baque, sendo obrigados a buscar outros mercados para compensar a queda nas vendas para a Rússia.

Entre várias idas e vindas de missões técnicas brasileiras e russas para solucionar o problema, a questão parece estar mais próxima de uma solução. Depois de uma posição inicial mais reativa dos brasileiros, tanto empresários quanto governo, de que o embargo era uma barreira comercial, as autoridades sanitárias dos dois países elaboraram planos de trabalho para esclarecer as formas de trabalho e buscar um ponto comum.

Entre as exigências russas, está a proibição de uso de hormônio promotor de crescimento na carne exportada para o país. A ausência do hormônio deve ser atestada por um laudo de laboratório credenciado.

Durante o encontro com Medvedev, a presidenta Dilma propôs que a próxima reunião de cooperação entre os dois países aconteça no Brasil no período do carnaval.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPÍTULO IDÊNTICO
Novamente Justiça nega recurso e posse de Cristiane Brasil continua suspensa
EDUCAÇÃO
Como recuperar a senha do Enem 2017
Como recuperar a senha do Enem 2017
'BALA PERDIDA'
Menor atinge vizinho enquanto 'brincava' com arma de chumbinho
A vítima foi socorrida por uma equipe do Samu; o estado de saúde é considerado grave
OPINIÃO
As estatais e o Estado à espera de reforma
ECONOMIA
Dólar segue exterior, abandona alta e cai a R$ 3,21
Dólar segue exterior, abandona alta e cai a R$ 3,21
REGIÃO
Colisão entre Kombi e Fox na MS- 276 deixa feridos
JUSTIÇA
Beira-Mar deve permanecer no regime disciplinar diferenciado
PROJETO
Relatorias em comissões do Senado podem passar a ser definidas por meio de sorteio
Relatorias em comissões do Senado podem passar a ser definidas por meio de sorteio
CAPITAL
Deputado de MS cai de escada e passará por cirurgia
Deputado de MS cai de escada e passará por cirurgia
OPORTUNIDADE
Centro Cultural lança edital para seleção de instrutores de cursos de artes

Mais Lidas

DOURADOS
Homem é derrubado de moto em roubo e fica desacordado
Homem é derrubado de moto em roubo e fica desacordado
BIOMETRIA DIGITAL
Eleitores “correm” por cadastro biométrico e cartório reafirma sobre prazo
POLÍCIA
Quatro motos são furtadas em poucas horas em Dourados
EDUCAÇÃO
UFGD divulga resultado do Vestibular 2018