Menu
Busca segunda, 25 de março de 2019
(67) 9860-3221
BRASIL

Devedores já podem aderir ao novo Refis do governo federal

26 outubro 2017 - 18h20Por Portal Brasil

Contribuintes que possuem dívidas junto à Receita Federal e ainda não aderiram ao Programa Especial de Regularização Tributária (Pert), mais conhecido como novo Refis, terão novo prazo: entre as 8h desta quinta-feira (26) até a próxima terça-feira (31), interessados podem acessar o Centro Virtual de Atendimento da Receita Federal na Internet (e-CAC) e fazer a adesão.

Quem já aderiu ao Pert não precisa fazer novo requerimento à Receita Federal ou à Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN). Isso porque os débitos dessas pessoas físicas e jurídicas serão automaticamente migrados para o parcelamento nos termos da Lei nº 13.496, sancionada pelo presidente da República, Michel Temer, nesta quarta-feira (25). 

A Lei nº 13.496 trouxe novidades quanto ao parcelamento. Além dos débitos tributários e não tributários abrangidos pelo antigo Refis, também há a possibilidade de parcelar débitos provenientes de tributos retidos na fonte ou descontados de segurados; débitos lançados diante da constatação de prática de crime de sonegação, fraude ou conluio; e débitos devidos por incorporadora optante do Regime Especial Tributário do Patrimônio de Afetação..

Outra novidade é o pagamento com 24% de entrada, em 24 parcelas, “podendo o restante ser amortizado com créditos que porventura o contribuinte tenha junto à Receita”. Essa regra inclui débitos provenientes de Prejuízo Fiscal ou Base de Cálculo Negativa da CSLL. O percentual de dívidas inferiores a R$ 15 milhões a ser pago em 2017 também foi reduzido de 7,5% para 5%.

As multas também terão mais desconto, segundo a Receita. Após o pagamento da entrada, se o contribuinte pagar toda a dívida de uma só vez em janeiro de 2018, terá desconto de 90% sobre os juros e 70% sobre as multas. Caso ele faça o pagamento em 145 parcelas, os descontos serão de 80% sobre os juros e de 50% sobre as multas. Por fim, caso a dívida seja parcelada em 175 vezes, permanecem os descontos de 50% dos juros e de 25% das multas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VULNERABILIDADE
Tribunal do Trabalho receberá aprendizes contratados pela cota social
ANASTÁCIO
Homem é preso sob suspeita de abusar de sobrinha de 2 anos
CENSO
Governo autoriza concurso do IBGE para 209 vagas temporárias
MEIO AMBIENTE
Quatro são autuados por atividade agrícola sem conservação de solo
VEÍCULOS
Licenciamento para placas com final 1 e 2 deverão ser pagos em abril
AQUIDAUANA
Bebê de dois anos morre em hospital após acidente na rodovia BR-262
JUDICIÁRIO
Dodge pedirá ao TSE que juízes federais atuem em ações eleitorais
EDUCAÇÃO
Taxa do Enem será R$ 85; isenção pode ser solicitada em abril
COXIM
Cantor sertanejo morre ao bater moto de frente com caminhão
BRASIL
TRF-4 decide que Marun deixe cargo de conselheiro na Itaipu Binacional

Mais Lidas

TRÂNSITO
Homem morre após ser atropelado por motorista que fugiu do local do acidente
DOURADOS
Após brigar com a mulher, motorista bêbado invade e destrói oficina na Monte Alegre
RIO BRILHANTE
Homem é assassinado após matar e comer galo do vizinho
PONTA PORÃ
Homem em caminhonete é executado a tiros na região de fronteira