Menu
Busca quarta, 17 de outubro de 2018
(67) 9860-3221

Depois da mais velha, morre a mulher mais alta do mundo

05 dezembro 2012 - 13h49

A mulher mais alta do mundo, a chinesa Yao Defen, com 2,33 metros, morreu aos 40 anos em novembro, devido a complicações provocadas por um tumor na glândula pituitária, segundo divulgou a imprensa chinesa nesta quarta-feira.

O tumor é o mesmo que provocou seu crescimento acima da média e permitiu que a glândula secretasse de forma excessiva o GH, o hormônio do crescimento, durante a adolescência. Aos 13 anos, Yao já media 1,85 m.

Após uma complexa intervenção cirúrgica, em 2006 os médicos conseguiram extirpar-lhe o nódulo em questão, o que freou sua doença, mas um ano depois reapareceu e sua família não pôde pagar outra operação do tipo por seu alto custo.

Nascida em 1972 e natural da Província de Anhui, no leste da China, Yao pesava cerca de 200 quilos e calçava 55. Devido ao crescimento exagerado, ela sofria hipertensão, várias doenças do coração, desnutrição e osteoporose.

A chinesa não foi considerada a mulher mais alta do mundo até o ano 2011, quando Guiness, o livro dos recordes, certificou o fato.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Dia Nacional da Vacinação alerta para importância da imunização no País
BRASIL
Municípios não podem criar loterias próprias, afirma Supremo
OPERAÇÃO ALTA PRESSÃO
Ação em MS fiscaliza comércio de armas de fogo e munições
CAMPO GRANDE
Volume da TV resultou em assassinato de preso
OPERAÇÃO CERVO DO PANTANAL
Pecuarista é multado por desmatamento ilegal de 176 hectares
REGIÃO NORDESTE
Obras imponentes, como as torres das igrejas coloniais; conheça a cidade de Goiana
DOURADOS
Vacinação antirrábica atende região do Parque das Nações
TEMPO
Instituto emite alerta de tempestade para Dourados e outros 37 municípios em MS
AOS PAPAIS
Como escolher o sapatinho do bebê?
MS-386
Catarinenses são presos com mais de 2 toneladas de maconha escondidas em caminhão

Mais Lidas

DOIS DIAS DEPOIS
Servidora pública é encontrada nos fundos de residência que estava para alugar
DOURADOS
Cinco anos após crime, acusados pela morte de vendedor douradense vão a júri popular
DOURADOS
Familiares continuam na busca por mulher desaparecida e criticam falsos alertas
FLAGRANTE
Polícia fecha “distribuidora” de drogas em Dourados