Menu
Busca sábado, 21 de julho de 2018
(67) 9860-3221

"Depois da greve, negociações são mais tranquilas", afirma presidente de sindicato de TI

29 novembro 2012 - 15h15

Com o impasse da negociação salarial em 2011, os profissionais de TI pararam suas atividades e saíram às ruas para que as reivindicações da categoria fossem atendidas. Segundo o presidente do Sindicato de Trabalhadores em Tecnologia da Informação do Estado de São Paulo (Sindpd), Antonio Neto, após a paralisação, as discussões estão melhores.

"Naquele momento, a greve era inevitável. Não podíamos aceitar apenas o reajuste da inflação nos salários sem nenhum outro benefício incluído como queria o sindicato patronal. Depois dessa paralisação, as negociações são mais tranquilas. O patronato percebeu que somos organizados e que o pedimos é justo. Eles já vêm para a mesa com a ideia de que é preciso considerar as reivindicações e melhorar as condições de trabalho", afirma.

A negociação salarial da categoria em 2011 teve várias rodadas que terminaram sem acordo. Depois de passar pelo Ministério Público, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) julgou o dissídio e atendeu as principais exigências dos trabalhadores.

Segundo balanço do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos SocioEconômicos (Dieese), divulgado nesta quinta-feira (29/11), o número de greves ocorridas em 2011 foi 24% maior que no ano anterior. Para comentar o estudo, ofereço o presidente do Sindpd, Antonio Neto, como fonte-especialista.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Dany Bananinha exibe suas curvas na ilha de Fernando de Noronha
DOIS IRMÃOS DO BURITI
Detentos tiram fotos e atualizam Facebook de dentro de presídio
MEDIDA PROVISÓRIA
Governo Federal cria fundo nacional de desenvolvimento ferroviário
ECONOMIA
Preço da gasolina sobe após 6 semanas seguidas de queda, diz ANP
ECONOMIA
Prazo para atualização do Cadastro Único é prorrogado até 17 de agosto
TRÊS LAGOAS
Retirada da carreta que tombou na BR-158 demorou mais de 5 horas
TECNOLOGIA
Whatsapp anuncia testes contra disseminação de fake news
NOVA ANDRADINA
Taxista tenta desviar de buraco e capota veículo na MS-134
ELEIÇÕES 2018
Solidariedade ameaça deixar 'Blocão' após se aproximar de Alckmin
BOAS PRÁTICAS
Grupo de Brasília visita o HU de Dourados e conhece assistência a indígenas

Mais Lidas

ALBINO COM A JOAQUIM
Músico morre quatro dias após acidente no Centro de Dourados
LAMA ASFÁLTICA
Puccinelli, filho e advogado são presos na Capital
DOURADOS
Vereador é assaltado por dupla armada ao chegar em casa
CAARAPÓ
Ação conjunta prende trio suspeito de roubo a joalheria