Menu
Busca quinta, 21 de março de 2019
(67) 9860-3221
MARCO AURÉLIO

Decisão do STF pede anular sentenças da Lava Jato, diz Ministro

14 março 2019 - 21h35Por Agência Brasil

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Marco Aurélio disse nesta quinta-feira, dia 14 de março, que as sentenças que foram proferidas antes da decisão da Corte sobre a competência da Justiça Eleitoral podem ser anuladas. Na avaliação do ministro, as condenações podem ser afastadas diante da decisão do Tribunal. 

Na sessão de hoje, o Supremo decidiu que a Justiça Eleitoral deve julgar casos de corrupção quando envolverem simultaneamente caixa 2 de campanha e outros crimes comuns, como lavagem de dinheiro, que são investigados na Operação Lava Jato. 

Segundo o ministro, que proferiu um dos votos a favor da medida, os atos processuais, como buscas e apreensões, realizadas pela Justiça Federal, poderão ser aproveitadas pela Justiça Eleitoral, no entanto, os demais atos decisórios devem ser anulados.

"A instrução processual é aproveitada pela jurisdição eleitoral. Agora, decisões proferidas por órgão incompetente sob ângulo material, se tem a incompetência absoluta e esses atos decisórios não subsistem", disse. 

Com o fim do julgamento, os processos contra políticos investigados na Lava Jato e outras apurações que envolvam simultaneamente esses tipos de crimes deverão ser enviados da Justiça Federal, onde tramitam atualmente, para a Justiça Eleitoral, que tem estrutura menor para supervisionar a investigação, o que pode resultar em condenações mais leves. 

Após o julgamento, o procurador Deltan Dallagnol, chefe da força-tarefa de investigadores da Lava Jato, disse, em mensagem publicada no Twitter, que a decisão do STF vai ter impacto nos processos que estão em tramitação. "Hoje, começou a se fechar a janela de combate à corrupção política que se abriu há 5 anos, no início da Lava Jato", afirmou. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Tesouro anuncia captação de recursos no exterior
POLÍCIA
Operação prende viúva acusada de planejar morte de empresário em Ivinhema
SAÚDE PÚBLICA
Governo põe em dia salários de trabalhadores do Hospital Regional de Ponta Porã
TRAGÉDIA
Dois alunos de escola em Suzano permanecem internados em São Paulo
DOURADOS
Tripla colisão deixa dois feridos em cruzamento movimentado
SOLIDARIEDADE
Contribuintes podem destinar parte do IR para casas de acolhimento infantil em Dourados
OPERAÇÃO PREGÃO
Investigações apontam assinatura de morta em contrato de empresa de refrigeração com prefeitura
CHUVARADA
Imasul emite alerta de possibilidade de inundação no rio Miranda
RIO BRILHANTE
Dono de oficina é baleado com tiros de pistola
FAMOSOS
Luana Piovani esclarece separação com Scooby: "Nossas vontades estão distintas"

Mais Lidas

PREJUÍZO
Chuva forte derruba árvores e deixa ruas alagadas em Dourados
IMPETUS
“Central de inteligência” do PCC que planejava matar servidores de MS é desarticulada na PED
PONTA PORÃ
Chuva forte causa transtornos e casal cai de moto em meio a enxurrada; veja vídeo
DOURADOS
Defesa Civil mantém alerta com “chuvarada” que deve continuar na região