Menu
Busca quinta, 19 de abril de 2018
(67) 9860-3221

Corinthians leva sufoco, mas vence Al Ahly e vai à final do Mundial

12 dezembro 2012 - 10h22

O Corinthians entrou como favorito o duelo contra o Al Ahly, mas levou sufoco do campeão africano nesta quarta-feira no Toyota Stadium. A equipe paulista não foi brilhante, jogou recuada e venceu por 1 a 0, assegurando presença na final do Mundial de Clubes. Guerrero marcou o gol da vitória. Agora o time de Tite está a uma vitória do bicampeonato.

Chelsea e Monterrey fazem nesta quinta-feira a outra semifinal. A decisão do título acontece no domingo, às 16h30, em Yokohama.

A prometida invasão da torcida do Corinthians em Toyota não ocorreu da forma como muitos esperavam. O estádio não estava lotado, com 31 mil espectadores. E a neve, que caiu em jogo das quartas da competição, dessa vez não apareceu. A temperatura foi de 4°C.

Logo nos primeiros minutos de jogo já se percebeu um Corinthians com total controle de bola. Os jogadores trocavam passes, mas sem conseguir se infiltrar na defesa, enquanto o time egípcio se resguardava na defesa.

O primeiro chute a gol aconteceu aos 9 min, com Douglas. Apesar do amplo controle de bola, o Corinthians não tinha pressa de se aventurar no ataque com vários jogadores e ficava travado no meio-campo.

Sem a bola, o Al Ahly deixava os 11 atletas em seu campo, tentando um contragolpe no 1º tempo. Formava-se uma muralha com cinco jogadores na defesa do Al Ahly.

A saída foi explorar a bola parada. E o gol corintiano surgiu de uma cobrança de escanteio. Douglas levantou para a área e Guerrero escorou: 1 a 0, aos 29 min da etapa inicial.

Cássio foi um mero espectador no primeiro tempo. O Al Ahly ameaçava basicamente em cruzamentos à área em faltas ou escanteios.

A vantagem de 1 a 0 ainda deixava o time corintiano preso, se precavendo de possíveis ataques rivais. Paulinho evitava jogadas de infiltração no começo do 2º tempo.

Timidamente o Al Ahly foi saindo para o jogo no segundo tempo. Rabia arriscou de longa distância, assustando Cássio. O time egípcio passou a ter as melhores chances.

Tite notou a queda de rendimento do time e chamou Romarinho, que entrou em campo aos 30 min da etapa final. Quem saiu foi Emerson, apagado no jogo.

Pouco depois Jorge Henrique substituiu Douglas. Assim como no primeiro tempo, o time paulista atacou muito pouco.

Da forma como o Corinthians recuou, o 1 a 0 era goleada. O time esperou o apito final para enfim respirar aliviado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MALHA VIÁRIA
Investimento na MS-156 diminui tempo da viagem pela metade
MINAS GERAIS
Brumadinho guarda uma das maiores preciosidades cultural e natural do país
TRANSPORTE AÉREO
Demanda por voos domésticos tem melhor 1º trimestre desde 2015
MODA
Inverno 2018 aposta em roupas com veludo
SAUDÁVEL
Receita de panqueca leva banana, pasta de amendoim e calda de cacau
MAIOR RIGOR
Entra em vigor pena maior para motorista bêbado que mata em acidente
VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL
Prêmio Nacional de Educação Fiscal abre inscrições a partir de hoje
DOURADOS
PM realiza operação no trânsito, apreende 13 veículos e oito motocicletas
CINEMA
Cineclube UFGD inicia sessões de gratuitas no sábado
DOURADOS
No Dia do Exército, solenidade homenageia personalidades na 4ª Brigada

Mais Lidas

ITAPORÃ
Mortos em troca de tiros após assalto eram de Dourados
SEGURANÇA PÚBLICA
Em comunicado, PCC convoca integrantes para “alerta geral”
TENSÃO EM MS
Presos tentam impedir pente-fino na PED, mas agentes fazem ‘limpa’
DOURADOS
Após invadir Ceim, dupla ameaça vigia de morte e rouba equipamentos