Menu
Busca quarta, 16 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221
CÂMARA DOS DEPUTADOS

Comissão aprova diária mais curta para hotel preparar quarto para novo hóspede

13 outubro 2017 - 19h20Por Agência Câmara

A Comissão de Defesa do Consumidor aprovou parecer que autoriza os hotéis (e similares) a reduzir em até duas horas a saída do hóspede para que o quarto seja preparado para hóspede seguinte.

O parecer foi apresentado pelo deputado Eros Biondini (Pros-MG). O texto tramita apensado a outras seis propostas (PLs 3984/12, 5377/13, 908/15, 1314/15, 2886/15, 3722/15).

A redação original da proposta obriga os hotéis a respeitarem a duração da diária hoteleira (24 horas), prevista na Lei Geral do Turismo (Lei 11.771/08). O autor do projeto alega que os hotéis costumam retardar a liberação dos quartos para os hóspedes por duas horas, sob a alegação de que estão arrumando as unidades.

Rotatividade

O deputado Biondini relativizou, porém, a prática corrente no mercado hoteleiro. Ele explicou que a própria dinâmica dos hotéis, com entradas e saídas constantes de hóspedes, dificulta o cumprimento da regra de 24 horas. Os estabelecimentos precisam de um tempo para preparar o quarto para o novo hóspede, o que acaba afetando as diárias fixas de 24 horas.

“É preciso garantir um prazo mínimo para higienização e reabastecimento dos quartos, possibilitando, em períodos de alta temporada, que os estabelecimentos de hospedagem operem com 100% de ocupação”, disse.

A situação é ainda mais complexa, segundo ele, em pequenos hotéis e pousadas, geralmente administrados por famílias. “A estrutura hoteleira com gestão organizacional familiar tem dificuldades para se equiparar às exigências definidas em âmbito nacional”, disse Biondini.

Efeito adverso

Apesar de reconhecer que o projeto busca proteger o consumidor, ele afirma que o efeito seria adverso, uma vez que os impactos nos custos de operação seriam repassados aos clientes.

“Não é bom para o mercado turístico brasileiro que se elevem os custos das tarifas, uma vez que o setor já se encontra em dificuldade devido à crise econômica pela qual atravessa o País”, afirmou o relator. A saída, segundo ele, foi apresentar um substitutivo que não enrijeça o período de 24 horas.

Tramitação

O PL 641/11 (e os apensados) tramita de forma conclusiva e será analisado agora pelas comissões de Turismo; e Constituição e Justiça e de Cidadania.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Jovem atingido com tiro na nuca há 4 dias morre em hospital
SEU BOLSO
Teto da aposentadoria pelo INSS sobe quase R$ 200, para R$ 5.839
CORONEL PONCIANO
Acidente entre carro e motoicleta deixa homem gravemente ferido
ESCOLA AVANI
Colônia de Férias da UEMS começa na próxima segunda-feira
PORTO MURTINHO
Caminhoneiro sofre infarto e morre após caminhão ficar pendurado em ponte
SOLIDARIEDADE
Rotary Guaicurus faz campanha por banco de cadeiras de rodas para doações
DOURADOS
Com faca, assaltante aterroriza jovens no centro e acaba preso
BRASIL
Justiça aceita nova denúncia e João de Deus e vira réu por mais cinco crimes
JUTI
Corpo de jovem é encontrado às margens da BR-163
ECONOMIA
Dólar fecha em alta nesta quarta-feira

Mais Lidas

GRUPOS RIVAIS
Interno do semiaberto de Dourados é morto em briga de facções
DOURADOS
Rapaz assassinado em emboscada foi preso por tentativa de furto a caixa eletrônico
POLÍCIA
Motorista que morreu em acidente na BR-163 tinha 28 anos
BR-163
Acidente que matou motorista de ônibus deixou outros cinco feridos