Menu
Busca segunda, 25 de junho de 2018
(67) 9860-3221
CÂMARA DOS DEPUTADOS

Comissão aprova diária mais curta para hotel preparar quarto para novo hóspede

13 outubro 2017 - 19h20Por Agência Câmara

A Comissão de Defesa do Consumidor aprovou parecer que autoriza os hotéis (e similares) a reduzir em até duas horas a saída do hóspede para que o quarto seja preparado para hóspede seguinte.

O parecer foi apresentado pelo deputado Eros Biondini (Pros-MG). O texto tramita apensado a outras seis propostas (PLs 3984/12, 5377/13, 908/15, 1314/15, 2886/15, 3722/15).

A redação original da proposta obriga os hotéis a respeitarem a duração da diária hoteleira (24 horas), prevista na Lei Geral do Turismo (Lei 11.771/08). O autor do projeto alega que os hotéis costumam retardar a liberação dos quartos para os hóspedes por duas horas, sob a alegação de que estão arrumando as unidades.

Rotatividade

O deputado Biondini relativizou, porém, a prática corrente no mercado hoteleiro. Ele explicou que a própria dinâmica dos hotéis, com entradas e saídas constantes de hóspedes, dificulta o cumprimento da regra de 24 horas. Os estabelecimentos precisam de um tempo para preparar o quarto para o novo hóspede, o que acaba afetando as diárias fixas de 24 horas.

“É preciso garantir um prazo mínimo para higienização e reabastecimento dos quartos, possibilitando, em períodos de alta temporada, que os estabelecimentos de hospedagem operem com 100% de ocupação”, disse.

A situação é ainda mais complexa, segundo ele, em pequenos hotéis e pousadas, geralmente administrados por famílias. “A estrutura hoteleira com gestão organizacional familiar tem dificuldades para se equiparar às exigências definidas em âmbito nacional”, disse Biondini.

Efeito adverso

Apesar de reconhecer que o projeto busca proteger o consumidor, ele afirma que o efeito seria adverso, uma vez que os impactos nos custos de operação seriam repassados aos clientes.

“Não é bom para o mercado turístico brasileiro que se elevem os custos das tarifas, uma vez que o setor já se encontra em dificuldade devido à crise econômica pela qual atravessa o País”, afirmou o relator. A saída, segundo ele, foi apresentar um substitutivo que não enrijeça o período de 24 horas.

Tramitação

O PL 641/11 (e os apensados) tramita de forma conclusiva e será analisado agora pelas comissões de Turismo; e Constituição e Justiça e de Cidadania.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSOS
Carolina Dieckmann exibe barriga chapada em clique de biquíni
ECONOMIA
Portabilidade de crédito cresce quase 100% em 2017
INTERNACIONAL
Polícia da Índia encontra corpo de fã de Messi
APOIO
União reconhece situação de emergência no Pantanal
INTERNACIONAL
EUA dizem estar trabalhando para reunir 2.053 crianças imigrantes com suas famílias
TRÁFICO DE DROGAS
Homem tenta fuga, carro sai da pista e ele acaba preso com quase 0,5 t de droga
INTERNACIONAL
Há quase 30 anos sem notificação, poliomielite surge na Venezuela e países vizinhos estão em alerta
BRASIL
Jungmann defende distinção entre traficante e usuário de drogas
CAMPO GRANDE
Motorista de Uber fica ferido após reagir a assalto
POLÍTICA
Bolsonaro é desaprovado por 64%, afirma Ipsos

Mais Lidas

POLÍCIA
Homem é assassinado em bar em Dourados
POLÍCIA
Veículo é roubado e recuperado horas depois em Dourados
DOURADOS
Jovem é presa ao tentar entrar na PED com droga em órgão genital
TRAGÉDIA
Mulher morre e 8 ficam feridos após colisão na MS-379