Menu
Busca quarta, 12 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221

Começam nesta segunda-feira as inscrições para o Sisu 2013

06 janeiro 2013 - 09h19

O Ministério da Educação (MEC) receberá a partir desta segunda-feira, dia 07 de janeiro, as inscrições para o Sistema de Seleção Unificado (Sisu), usado por instituições de ensino superior públicas para ingresso de novos alunos.

Os estudantes poderão realizar a inscrição a partir do dia 7 de janeiro até às 23h59 (horário de Brasília) do dia 11. As inscrições serão efetuadas exclusivamente pelo site do Sisu. O MEC ainda não divulgou o número de vagas disponíveis para o primeiro semestre de 2013.

Para participar do Sisu, o estudante precisa ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012, realizado nos dias 3 e 4 de novembro, e ter obtido nota acima de zero na prova de redação.

O estudante poderá se inscrever em até duas opções de vaga e deverá especificar a ordem de preferência, o local de oferta, o curso e o turno. O candidato não poderá se inscrever em mais de uma modalidade de concorrência para o mesmo curso e turno, na mesma instituição de ensino e local de oferta.

O resultado da primeira chamada será no dia 14 de janeiro de 2013. A segunda chamada será no dia 25 de janeiro. Se houver notas idênticas, o desempate será baseados nos seguintes critérios: nota da redação; nota em Linguagens, Códigos e suas tecnologias; nota em Matemática e suas Tecnologias; nota em Ciências da Natureza e suas Tecnologias e nota em Ciências Humanas e suas Tecnologias. As matrículas serão efetuadas nas instituições nos dias 18, 21 e 22 de janeiro para a primeira chamada e 1º, 4 e 5 de fevereiro para segunda.

###Lei de Cotas
Além disso, o Sisu se adequará à Lei de Cotas, que estabelece reserva de vagas para estudantes que fizeram todo o ensino médio em escolas públicas e aos alunos de famílias de baixa renda. As inscrições serão gratuitas e as instituições de ensino deverão disponibilizar acesso à internet aos estudantes interessados.

A lei, que entrou em vigor neste semestre, prevê que as universidades públicas federais e os institutos técnicos federais reservem, no mínimo, 50% das vagas para estudantes que tenham cursado todo o ensino médio em escolas da rede pública, com distribuição proporcional das vagas entre negros, pardos e indígenas.

A lei determina ainda que metade das vagas reservadas às cotas sociais -25% do total da oferta- sejam preenchidas por alunos que venham de famílias com renda de até um salário mínimo e meio per capita. As instituições têm quatro anos para se adequar à norma.

Pelas regras publicadas no Diário Oficial União, os alunos de escolas públicas serão divididos em dois grupos, segundo a renda familiar: menor ou maior que 1,5 salário mínimo por pessoa. Esses grupos são separados em mais dois subgrupos, de acordo com a autodeclaração do candidato da cor da pele: os que são pretos, pardos ou indígenas e os demais.

A reserva de vagas também se estenderá à lista de espera das instituições, que podem ainda aplicar regras de programas próprios de ações afirmativas, desde que os 50% definidos pela lei continuem assegurados.

Caso não haja aprovados suficientes para preencher as vagas destinadas a algum dos subgrupos previstos, elas poderão ser oferecidas aos demais subgrupos, na seguinte ordem de prioridade: primeiro, ao que possui a mesma faixa de renda, depois, a qualquer renda, priorizando os pretos, pardos e indígenas. Se o preenchimento não se der mesmo assim, as vagas são disponibilizadas aos demais candidatos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUROS
Copom mantém taxa Selic em 6,5% ao ano pela sexta vez seguida
COTAÇÃO
Dólar fecha em queda com alívio das tensões comerciais no exterior
GOIÁS
MP pede prisão de João de Deus após denúncias de abuso sexual
CLIMA
Ventania levanta "nuvem de poeira" em Dourados
BRASIL
Temer sanciona lei que destina verba de loterias para segurança
ENCONTRO
Reinaldo entrega documento a Moro com 21 propostas para segurança do País
ASSEMBLEIA
Deputado propõe frente para proteção das unidades de conservação ambientais de MS
NOVO GOVERNO
Murilo e Geraldo são cotados para assumir secretarias no governo Azambuja
CONCAFRAS
Dourados será sede do maior evento de formação de voluntariado de MS
SÃO PAULO
Catedral de Campinas celebra missa em homenagem às vítimas de ataque

Mais Lidas

DOURADOS
Contador e esposa são presos na segunda fase da Operação Pregão
TRAGÉDIA
Neto matou avó com duas facadas nas costas
TRAGÉDIA EM ITAPORÃ
Antes de assassinato, menor discutiu com a avó porque queria vir para Dourados
DOURADOS
Polícia prende acusado de agredir e esfaquear idosa em assalto