Menu
Busca quarta, 12 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221
TRANSPORTE

Com mudanças, Senado aprova Projeto que regulamenta Uber

01 novembro 2017 - 06h36Por Agência Brasil

O Senado aprovou na noite desta terça-feira, dia 31 de outubro, o projeto que regulamenta o uso dos aplicativos de transporte no país como Uber, Cabify e 99. Os senadores aprovaram o texto que veio da Câmara com duas principais alterações: retiraram a exigência da chamada placa vermelha e a obrigatoriedade de que os motoristas sejam proprietários dos veículos que utilizarem para a comercialização do serviço.

Como foi alterada, a proposta precisa agora ser apreciada novamente pelos deputados. Na votação, os parlamentares aprovaram duas emendas acolhidas pelo relator, senador Eduardo Lopes (PRB-RJ), e rejeitaram outras sugestões de alteração do texto, como a que limitava a 5% o valor cobrado pelas empresas aos motoristas de aplicativos. O texto-base do projeto foi aprovado por 46 votos favoráveis, 10 contrários e uma abstenção. As demais votações foram feitas de forma simbólica, o que gerou confusões e discordâncias em plenário sobre o procedimento conduzido pelo presidente Eunício Oliveira (PMDB-CE).

Tensão

Durante a discussão do projeto, protestos na Esplanada dos Ministérios ao longo da tarde reuniram 3 mil pessoas, entre taxistas e motoristas de aplicativos. Duas confusões foram registradas pelas forças de segurança, que chegaram a reter o trânsito por alguns minutos. Em uma delas, os taxistas que se dirigiam em direção aos motoristas de aplicativos foram contidos com spray de pimenta pela Polícia Militar, que prendeu um motorista por desacato.

Dentro do Congresso, o clima também ficou tenso. Em um dos corredores do Senado, o diretor de comunicação da empresa Uber, Fabio Sabba, foi agredido com um tapa no rosto enquanto concedia entrevista a um jornalista. Por meio de nota, a Uber repudiou o episódio e informou que o funcionário passa bem e registrou boletim de ocorrência na delegacia do Senado. "A Uber considera inaceitável o uso de violência. Acreditamos que qualquer conflito deve ser administrado pelo debate de ideias entre todas as partes", afirmou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Vereador diz que votará em chapa encabeçada por Pepa
CULTURA
Projeto reúne seis corais no Shopping Avenida Center
NOVO GOVERNO
Bolsonaro conversa com a bancada do Democratas
FAMOSOS
Gabi Prado retorna para "A Fazenda", reencontra João e se recusa a ir embora
REGIÃO
André Nezzi e Gordo da Tigre tomam posse em Caarapó
DOURADOS
Mulher é assaltada por dupla em moto no Água Boa
BRASIL
João de Deus aparece para trabalhar, mas fica apenas 10 minutos
MEDICINA
Como o corpo dos idosos reage a uma infecção urinária?
DOURADOS
Idoso é preso por abusar de criança durante três anos: “ela fazia porque gostava”
SAÚDE
Campanha de vacinação imuniza 13,4 mil trabalhadores de indústria em MS

Mais Lidas

DOURADOS
Contador e esposa são presos na segunda fase da Operação Pregão
DOURADOS
Polícia prende acusado de agredir e esfaquear idosa em assalto
TRAGÉDIA
Neto matou avó com duas facadas nas costas
TRAGÉDIA EM ITAPORÃ
Antes de assassinato, menor discutiu com a avó porque queria vir para Dourados