Menu
Busca sexta, 21 de setembro de 2018
(67) 9860-3221
COORDENA AÇÕES CONTRA A FOME

Candidato único, José Graziano é reeleito diretor-geral da FAO

06 junho 2015 - 16h20

Paris - O brasileiro José Graziano foi reeleito, neste sábado, 6, diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO), o principal órgão das instituições internacionais para o combate à fome no mundo. Ex-ministro do governo de Luiz Inácio Lula da Silva, quando ajudou a criar o programa Fome Zero no Brasil, Graziano era candidato único e foi reeleito com o apoio do ex-presidente, que esteve em Roma hoje.

Graziano teve 177 votos de um total de 182 delegados nacionais que votaram hoje na 39ª assembleia-geral da instituição. Com isso o brasileiro, que assumiu a posição em 2011, graças às gestões diplomáticas de Brasília, permanecerá no cargo até 2019. Graziano agradeceu a confiança dos delegados e, em um breve discurso, disse que seguirá trabalhando para aprimorar a gestão da FAO e aperfeiçoar a luta contra a fome e a insegurança alimentar no mundo. "Tentarei fazer o melhor nos próximos quatro anos do que já fiz até aqui", afirmou. "Há sempre oportunidades de melhorar."

Um dos desafios de Graziano, engenheiro agrônomo formado nos Estados Unidos, é convencer a comunidade internacional a ampliar o financiamento às ações da FAO, que, segundo ele, não conta com os recursos necessários. Além do ex-presidente Lula entre os apoiadores, o congresso de FAO teve também a presença da presidente da Argentina, Cristina Kirchner, e do Chile, Michelle Bachelet, além do presidente da Itália, Sergio Mattarella, que fez o discurso de abertura do evento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TV
Fátima Bernardes nega boatos de ter reformado casa do agressor de Jair Bolsonaro
BRASIL
Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
FRONTEIRA SEGURA
Ação conjunta apreende 40kg de maconha em Ponta Porã
AMISTOSOS
Tite convoca seleção com quatro novidades para próximos compromissos
ELEIÇÕES 2018
Instituto Ranking: Reinaldo 21,33%; Odilon 18,48% e Mochi 10,33%
ESTADO
Edital do Pnae para compra de hortifruti em Dourados é aberto
APÓS INCÊNDIO
MEC libera R$ 8,9 milhões para obras emergenciais no Museu Nacional
FUTEBOL
Trio de MS apita duelo da Série B nesta sexta
ARTIGO
Perdoar, sim
FRONTEIRA SEGURA
Exército e órgãos de segurança colocam 700 homens para combater crimes na fronteira de MS

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia fecha entreposto de drogas e prende três no Jardim Colibri
DOURADOS
Esquema começou há 1 ano e maconha era armazenada em pneus
DOURADOS
PF apreende mais de 150 quilos de cocaína na Guaicurus
IVINHEMA
Mecânico morre ao ficar preso em cardan de caminhão