Menu
Busca Terça, 23 de Janeiro de 2018
(67) 9860-3221

Câmara aprova projeto que regulamenta atividade lotérica no Brasil

30 Novembro 2012 - 12h17

A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados aprovou por unanimidade o relatório do deputado federal André Vargas (PT-PR) do Projeto de Lei 4.280/2008, que regulamenta a atividade lotérica no Brasil.

O texto aprovado regulariza a situação de mais de seis mil lotéricos no país, que trabalhavam à margem da regulamentação ou de forma precária, ou seja, sem relação contratual legal com a Caixa Econômica Federal, que é quem controla o setor. Hoje os lotéricos somam cerca de 11 mil em todo país.

O objetivo do projeto - que tramitou de forma conclusiva – é da regulamentação para o setor, dar garantia, estabilidade, resolver a questão da remuneração e alguns aspectos de segurança para as lotéricas que não atuam só com loterias, mas que hoje atuam como instituições bancárias, afirma o relator André Vargas. “É como o Banco Popular do Banco do Brasil ou Bradesco, que funcionava via Correios, que faziam o trabalho de correspondente bancário e não havia regulamentação para tal. Todos os serviços a serem prestados deverão ter autorização prévia da Caixa”.

Segundo o deputado, com este projeto, que ainda passará pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), dará garantias contratuais para os permissionários lotéricos de todo o país. Hoje, as loterias mais antigas não estão enquadradas em nenhuma lei, e o contrato delas pode acabar a qualquer momento. “Eles passam a ter garantias e poderão oferecer novos produtos de loterias, em especial para a próxima Copa do Mundo de Futebol - e agregar serviços, como contratos do Minha Casa, Minha Vida, além de permitir a renovação da concessão por 20 anos e estabelecer regras para a abertura de novos pontos ou mudança de endereço, respeitando-se uma distância mínima entre eles”, afirma o relator.

Vargas lembra ainda que a Caixa passará a tomar medidas para a adaptação dos atuais contratos mantidos com os seus permissionários e correspondentes que hoje estão em situação irregular. “Com a aprovação na CCJ, passa a valer esta regra para todos e a Caixa tomará medidas para a regularização, no que toca inclusive na questão da segurança, pois com permissão em dia, eles poderão investir na área de segurança para garantir a vida dos trabalhadores e dos usuários”, declara.

Segundo Vargas, as novas pedidas não vão influenciar nos preços dos serviços de loterias, já que é a Caixa quem regulamenta isso. Vargas afirma que fica garantido ainda o percentual de 9% de comissionamento para os lotéricos sobre todos os serviços. “O projeto foi feito a quatro mãos, eu, na relatoria, os permissionários lotéricos, a Caixa Econômica e o Ministério da Fazenda, que também dialoga neste tema. Fizemos um projeto de consenso e aprovado por unanimidade”.

Depois de passar pela CCJ, o projeto vai à votação no Senado e a previsão é a de que ele seja concluído no primeiro semestre do ano que vem. “A aprovação foi histórica e a votação foi acompanhada por representantes de lotéricos de todo país que estão festejando mais esta etapa. É uma carta de alforria para os lotéricos”, ressaltou André Vargas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DEU CALOR!
Gracyane Barbosa exibe barriga sarada e corpão durante foto no deserto
ATENÇÃO
Prazo para microempreendedor regularizar situação é prorrogado até sexta-feira
Prazo para microempreendedor regularizar situação é prorrogado até sexta-feira
VEM NOVIDADES!
WhatsApp altera forma de exibir notificações no Android 8
BRASIL
Intervenção militar seria enorme retrocesso, diz comandante do Exército
Intervenção militar seria enorme retrocesso, diz comandante do Exército
SEGURANÇA
Agepen discute em Brasília integração entre sistemas de informações prisionais do país
Agepen discute em Brasília integração entre sistemas de informações prisionais do país
EMPRESÁRIOS
Começa hoje prazo para preenchimento da Rais
Começou nesta terça-feira (23) o prazo para o preenchimento da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) de 2017. Empresários poderão enviar dados até o dia 23 de março, por meio de formulário online. De acordo com o Ministério do Trabalho, não há possibilidade de prorrogação do prazo de entrega do formulário.
ECONOMIA
Dólar fecha em alta e encosta em R$ 3,25
Dólar fecha em alta e encosta em R$ 3,25
POLÍTICA
Julgamento de Lula é "evento natural", diz Temer na Suíça
Julgamento de Lula é "evento natural", diz Temer na Suíça
MENOR TAXA
Prévia indica inflação oficial no início de 2018 0,39%
DOURADOS
Jovem apontado por tráfico no Estrela Tovi é preso

Mais Lidas

DOURADOS
Jovem é preso no Canaã II por posse de munições de uso restrito
CAPITAL
Professor é preso por assediar alunos de escola pública
Professor é preso por assediar alunos de escola pública
BILIONÁRIOS
Cinco brasileiros concentram mesma riqueza que a metade pobre do país
FEMINICÍDIO
Assassinato de mãe de seis filhos foi premeditado, acredita polícia