Menu
Busca sexta, 23 de agosto de 2019
(67) 9860-3221
FUTEBOL

Deputados aprovam MP que renegocia dívidas dos clubes de futebol

08 julho 2015 - 08h15

A Câmara dos Deputados concluiu nesta terça-feira, dia 07 de julho, a votação da MP do Futebol, medida provisória que trata do refinanciamento das dívidas dos clubes de futebol com a União, estimadas em R$ 4 bilhões. Em contrapartida, as entidades terão que se submeter a novas regras de gestão transparente e estarão sujeitas a punições.

A medida segue agora para o Senado, onde precisará ser aprovada até o próximo dia 17 de julho para não perder a validade.

A medida foi enviada ao Congresso Nacional pela presidente Dilma Rousseff em 19 de março deste ano. Com a aprovação da MP, será criado o Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut). Para aderir e ser beneficiado, cada clube interessado em renegociar sua dívida terá de cumprir uma série de requisitos.

Entre as exigências, por exemplo, estão: manter em dia com as obrigações trabalhistas e tributárias; fixar mandato de quatro anos para os cargos de direção; e publicar na internet a prestação de contas após ter sido submetida a auditoria independente.

Para participar de campeonatos, os clubes deverão apresentar 60 dias antes do início dos jogos documentos como Certidão Negativa de Débito e o comprovante de que estão em dia com o recolhimento de FGTS e com os salários dos atletas. O clube que não obedecer a esses itens será imediatamente rebaixado de divisão.

A proposta estipula ainda mandato máximo de quatro anos com direito a uma reeleição para os dirigentes de clubes, federações e da CBF.

A escolha dos dirigentes de entidades nacionais passará a ter a participação de representantes de agremiações da segunda divisão, assegurada a representação de, pelo menos, uma agremiação de cada estado e do Distrito Federal. Hoje, o direito a voto na eleição é restrito aos clubes da série A e das federações.

O relator, deputado Otávio Leite (PSDB-RJ), queria ainda incluir um trecho que estabelecia pesos diferentes aos votos dos clubes nos colégios eleitorais para a escolha de presidentes de federações. Dirigentes de grandes clubes queriam que o valor atribuído ao seu voto levasse em conta o número de títulos e a posição na tabela. Essa parte, porém, acabou cortada do texto aprovado.

A ideia, segundo o relator, era acabar com a “manipulação de votos dos pequenos clubes por parte dos dirigentes”. “Como tem muito clube amador, os dirigentes manipulam em troca de alguma coisa e conseguem se manter no comando com esses votos”, disse Leite.

“Ficou um gosto de água no chope, faltou democratização na composição das federações”, lamentou o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, que acompanhou a votação no plenário.

Outro trecho que ficou de fora era um que tornava a seleção brasileira de futebol patrimônio cultural brasileiro. A medida aumentaria a possibilidade de fiscalização por parte dos órgãos competentes, garantindo mais transparência. “A Lei Pelé já fala que o esporte é patrimônio. A rigor, o Ministério Público já pode acompanhar, mas a lei reforçaria”, disse.

###Folha de pagamento dos jogadores
Os clubes também não poderão comprometer mais do que 80% da sua receita bruta anual com a folha de pagamento e direitos de imagens dos jogadores.

Pelo texto aprovado, as entidades terão prazo de 20 anos para quitar as dívidas. Em caso de descumprimento do contrato de refinanciamento, prevê a MP, o clube não poderá se beneficiar de incentivo fiscal ou repasse de recurso público federal pelo prazo de dois anos.

A medida provisória autoriza a criação da Loteria Instantânea Exclusiva (Lotex), que será realizada pela Caixa e terá como tema as marcas, emblemas e escudos dos times.

A medida provisória trata ainda da criação de novas loterias ligadas aos clubes e define a atuação dos agentes esportivos, além de estabelecer regras para o pagamento de direitos de imagem aos jogadores.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GOVERNO FEDERAL
União é multada em R$ 90 milhões por se recusar a verificar agrotóxicos em água consumida por douradenses
CONSUMIDOR
Procon de Dourados fará campanha de negociação de débitos em setembro
ECONOMIA
Julho registra saldo positivo em geração de empregos em Dourados
BRASIL
Atividade e emprego na construção atingem maior valor em seis anos
BR-267
Homem fura bloqueio e abandona carro com 100kg de maconha
2,7 KM
Restauração da Marcelino Pires ficou R$ 2,5 milhões mais cara com prolongamento
BRASIL
PF prende homem por compartilhar cenas de abuso sexual infantil
É LEI
Direito à comunicação em Libras é ampliado em MS
BRASIL
Bolsonaro alerta para guerra da informação
DOURADOS
Brigada realiza formatura em alusão ao Dia do Soldado

Mais Lidas

TRÂNSITO
Empresa desliga mais de 30 lombadas eletrônicas em Dourados após rescisão contratual
Hospital da Vida
Ao MPE, médico relata confusão total de informações em plantão com morte
DOURADOS
Veículo é consumido pelas chamas no Água Boa; veja vídeo
CRIME ORGANIZADO
Operação contra o PCC cumpre 30 mandados de prisão em cidades de MS