Menu
Busca domingo, 25 de fevereiro de 2018
(67) 9860-3221
Clube Indaiá - Janeiro 2018
MEDIDA

Caixa reduz para 50% limite para financiamento de imóveis usados

23 setembro 2017 - 13h10

A partir desta segunda-feira (25), os mutuários terão mais dificuldade em financiar a compra de imóveis usados. A Caixa Econômica Federal reduziu para 50% do valor do imóvel o limite máximo de financiamento. Atualmente, os clientes poderiam financiar até 60% ou 70% do montante dependendo do tipo de linha de crédito contratada.

A redução vale para todas as modalidades, como Minha Casa Minha Vida, empréstimos com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (que usa recursos da poupança).

Em nota divulgada na noite dessa sexta-feira (22), o banco informou que o novo limite vigorará para as futuras operações de crédito. As propostas em análise entregues até esta semana continuarão a operar sob os limites antigos, caso o empréstimo seja liberado.

Responsável por 70% do crédito imobiliário no país, a Caixa informou que a redução dos limites ajusta o capital disponível da instituição financeira às condições do setor, cujo volume de crédito está crescendo neste ano. De maio a julho, o valor das concessões de financiamentos com juros regulados – como os imobiliários – somou R$ 2,4 bilhões, alta de 24% em relação ao trimestre anterior (fevereiro a abril).

Imóveis novos

Num cenário de crescimento da demanda por crédito em meio a um capital limitado, a Caixa está dando prioridade aos financiamentos para a aquisição de imóveis novos. Em agosto, o banco tinha reduzido de 90% para 80% do valor da unidade o teto para a compra de imóveis novos e de 90% para 60% ou 70% o limite para a compra de imóveis usados.

Em maio, a Caixa tinha suspendido para o restante do ano a linha pró-cotista FGTS, que usa recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para o financiamento de unidades de até R$ 950 mil e cobra juros de até 8,66% ao ano de trabalhadores com carteira assinada.

O banco alegou falta de recursos e informou que a linha – a segunda mais barata depois do Minha Casa, Minha Vida – só será retomada em 2018.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACADEMIA DE LETRAS
Na posse de novo imortal, ASL volta a criticar falta de literatura na educação
ESTADUAL
Ingressos para confronto decisivo entre Sete e Corumbaense estão à venda
Fundect está com edital no valor de R$ 300 mil para apoio a eventos científicos em MS
A Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado do Mato Grosso do Sul (Fundect), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), está com edital aberto para apoio financeiro a eventos científicos e tecnológicos. As inscrições devem ser feitas via sistema SigFundect até nesta quarta-feira (28.2).
LUTO
Morre aos 54 anos Sridevi Kapoor, estrela de Bollywood
EDUCAÇÃO
Termina nesta quarta-feira prazo para inscrição no Projovem
Termina na próxima quarta-feira (28) o prazo para inscrição de jovens entre 18 e 29 anos que desejam concluir o ensino fundamental e obter um certificado profissionalizante no Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem), do Ministério da Educação (MEC).
DOURADOS
Trio assalta jovem na Vila Matos
Um jovem de 20 anos foi vítima de assalto na noite de sexta-feira (23), em Dourados
CAPITAL
Adolescente mata padrasto enforcado para defender mãe
Neste sábado (24), um adolescente de 15 anos matou o padrasto de 27 anos enforcado para defender a mãe. O fato ocorreu na rua Vaz de Caminha, no Jardim Noroeste, em Campo Grande.
CUSTO
Ligações de fixo para móvel ficam mais baratas a partir de hoje
A partir de hoje (25), as ligações locais e interurbanas de telefones fixos para móveis ficarão mais baratas. Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a redução das chamadas locais vai variar entre 10,58% e 12,75% e a das tarifas interurbanas, entre 3,98% e 7,41%
AGRONEGÓCIO
Colheita da soja avança em MS com alta produtividade e sem danos devido à chuva
INTERNACIONAL
Conselho de Segurança da ONU aprova trégua de 30 dias na Síria
O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) aprovou hoje (24) a resolução que pede trégua de 30 dias no conflito da Síria com o objetivo de fornecer ajuda humanitária e retirar feridos e doentes do país. A informação é da agência de notícias espanhola EFE.

Mais Lidas

NOVO HORIZONTE
Foragido da Justiça é preso após trocar tiros com policiais em Dourados
WILLIAM DENTE PODRE
Ladrão baleado após atirar contra a polícia morre em hospital
DOURADOS
Idoso morre ao ser atropelado na Monte Alegre
FÁTIMA DO SUL
População faz protesto e pedem Justiça no caso Débora