Menu
Busca terça, 22 de outubro de 2019
(67) 9860-3221
BARBÁRIE

Brasileira é encontrada morta dentro de mala em Portugal

09 outubro 2019 - 06h58Por G 1

A família de Camila da Silva Mendes, de 30 anos, luta para trazer o corpo da filha, que foi morta pelo companheiro, de 38 anos, e teve o corpo colocado em mala e abandonado em mata, em Arruda dos Vinhos, distrito da capital Lisboa, em Portugal. O crime ocorreu na terça (1) e a família ficou sabendo somente na quinta (3) por meios de ligações de conhecidos locais da vítima.

Segundo a mãe, Camila tinha o sonho de morar fora do Brasil e havia partido com o companheiro, mas teve o sonho interrompido na última semana.

Conforme nota divulgada pela Polícia Judiciária (PJ), através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, Camila foi atingida com um golpe letal de arma branca. Ainda de acordo com o órgão, o autor colocou o corpo em uma mala e o abandonou em mata próximo ao local do crime.

A suspeita é que ela tenha sido morta por motivos passionais. Os familiares acreditam que a motivação pode estar ligada a ciúmes. De acordo com a família, a polícia portuguesa informou que prendeu o autor, horas após o fato, em uma área de vegetação próxima ao local onde ele teria deixado o corpo de Camila.

“O crime aconteceu dentro da casa onde eles moravam. Ele tentou ocultar o corpo usando uma mala que ele teria comprado com o dinheiro da própria vítima. Recebemos informações também de que a polícia conseguiu prendê-lo horas depois”, disse Werleis Silva, irmão de Camila.

Custo do traslado

Ainda segundo Werleis, os valores do orçamento com a funerária e com IML de Portugal para o translado da vítima giram em torno de R$ 30 mil, valor que a família relatou não ter condições para arcar. Há também a hipótese de os familiares fazerem o sepultamento do corpo em Portugal, mas o custo (cerca de R$ 16 mil) seria muito alto.

Sem condições financeiras para realizar o translado do corpo de Camila, a família criou uma conta nas redes sociais para arcar com os custos do processo.

A mãe da vítima, Dalva Lucia, disse que Camila morava há cerca de dois meses em Portugal e que pretendia proporcionar um futuro melhor a filha dela, de 10 anos, que reside com a avó. “O sonho da minha filha era ir pra fora do Brasil e dar uma vida melhor para a filha de 10 anos dela, que mora comigo. Ela dizia: 'Mamãe, há muito tempo eu sonhava em ir embora'", conta.

“Não estamos nos conformando com essa situação e quem está nos dando forças é Deus. Agora, nós queremos que todos dessem um apoio e nos ajudassem a trazer o corpo dela para o Brasil, para vermos ela mais uma vez”, lamentou Dalva.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MUNDO NOVO
Homem que matou servente de pedreiro a coronhadas é preso
POLÍTICA
Senador Nelsinho Trad consegue liberação de recursos para três municípios
SANTA CATARINA
Menina de 7 anos morre ao cair do 18° andar de prédio em construção
AMAMBAI
Prefeitura abre concurso com 80 vagas e salários de até R$ 6.973
CRIME AMBIENTAL
Mecânico é preso e multado em R$ 1,3 mil com pescado fora medida
POLÍTICA
Com problemas de saúde, Zeca do PT deixa presidência do partido
TRÁFICO
Jovem de Minas Gerais é presa com maconha em ônibus na MS-156
FUTEBOL
Inter anuncia contratação do técnico Zé Ricardo até o final de 2019
POLÍTICA
Parceria público-privada na Sanesul sai até dezembro, diz Azambuja
QUARTA-FEIRA
Com Bolsonaro, Mourão e Maia fora, Alcolumbre assume presidência

Mais Lidas

DOURADOS
Criança de 1 ano da entrada na UPA com suspeita de overdose
MS-141
Acidente entre Ivinhema e Angélica envolve dois veículos
DOURADOS
Morre homem atropelado por motorista bêbado na BR-163
DOURADOS
PM é detido suspeito de extorquir produtores prometendo ‘segurança’ em área conflito