Menu
Busca quarta, 23 de outubro de 2019
(67) 9860-3221

Brasil vence Jogos Sul-Americanos pela primeira vez

12 agosto 2002 - 11h22

O Brasil sagrou-se campeão dos Jogos Sul-Americanos, pela primeira vez em sua história. A Venezuela ficou em segundo lugar relegando os argentinos a um incomum terceiro lugar. A Argentina, até então a potência esportiva hegemônica no continente, ficou em terceira vez.
A sétima edição da competição terminou ontem, com o Brasil já garantindo o título na véspera. O país conquistou 330 medalhas, das quais 146 foram de ouro, 94 de prata e 90 de bronze. A Venezuela somou 228 medalhas, incluindo 95 de ouro, 68 de prata e 65 de bronze, deixando a Argentina com 245 (75 de ouro, 91 de prata e 79 de prata).
Em quarto lugar ficou o Chile, com 118 medalhas, das quais 29 de ouro, 41 de prata e 48 de bronze.
Até este ano, o melhor desempenho do Brasil nos Jogos Sul-Americanos havia sido em 1998, quando o país chegou em terceiro lugar, somando 153 medalhas, incluindo 50 de ouro.


Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Unigran apoia campanha ‘Tampinhas de Amor’ do Hospital de Amor
Doação
Hemocentro de Dourados terá atendimento neste sábado
ESTUDO RODOVIAS
Falta de concorrência prejudica qualidade do asfalto no país, diz CNT
PESCA IRREGULAR
Três são multados por pesca predatória e têm barcos e petrechos apreendidos
ELEIÇÕES 2020
Cadastramento biométrico termina na sexta em Itaporã
CÂMARA DE DOURADOS
Funcionários da Funsaud relatam experiências e pedem mudanças
Municípios
Na Grande Dourados, prefeitura paga salário quase igual ao do governador
FUTEBOL AMADOR
Rodada do domingo define terceiros colocados da ‘12ª Copa Saúde Cassems’
SEDHAST
Demandas da assistência social no Centro-Oeste são abordadas em encontro na Capital
ECONOMIA
Pequenos negócios sustentam criação de empregos de setembro em MS

Mais Lidas

HAYEL BON FAKER
Homens são presos fazendo sexo em via pública em Dourados
DOURADOS
Três são presos após ‘batida’ em ‘boca de fumo’ no Jardim Pantanal
DOURADOS
“Se não pagar vocês não vão dormir, não vão ter paz”, ameaçou professora indígena presa por extorsão
TRÁFICO
Economista e corretor são presos com mais de 30kg de cocaína