Menu
Busca segunda, 23 de julho de 2018
(67) 9860-3221

Brasil tem 24 milhões de analfabetos, diz IBGE

02 dezembro 2003 - 14h08

O número de não-alfabetizados brasileiros é quatro vezes maior que o de brasileiros com curso superior completo. A conclusão é do Censo 2000 sobre educação, divulgado hoje pelo IBGE, que aponta a existência de 24 milhões de analfabetos no País, ou 84% da população acima dos 5 anos. Embora ainda seja alta, a proporção de analfabetos com 5 anos ou mais caiu significativamente na última década: de 25,1% em 1991 para 16,7% no Censo de 2000. Em número absolutos, isso mostra que são sete milhões de analfabetos a menos. Entre o total de alfabetizados com 5 anos ou mais de idade (129,3 milhões), mais da metade é formada por pessoas que se declararam brancas (56,8%), seguidas pelas pardas (35,9%), pretas (5,8%), amarelas (0,5%) e indígenas (0,4%). Em relação à população não-alfabetizada (24 milhões), 51,5% são pardos; 37,2%, brancos; 9,5%, pretos; 0,8%, indígenas e 0,2%, amarelos. No entanto, deve-se ressaltar que, a análise de informações de cada grupo de cor, isoladamente, indica resultados bem diferentes. Por exemplo, na população total de indígenas (652 mil pessoas), 30,2% não são alfabetizados, o maior percentual. Em seguida estão os negros, cuja população é de 9,8 milhões e o percentual de não-alfabetizados é 23,2%. Em relação aos pardos, com população de 58,7 milhões, o percentual é de 21,1%; entre os 82,4 milhões de brancos, 10,9% e dos 720 mil amarelos, 6,6% não são alfabetizados. Apesar da melhoria da situação educacional ao longo dos anos, principalmente na faixa etária de 10 a 14 anos, cujo percentual de crianças freqüentando escola é quase universal (94,6%), as informações sobre o acesso à escola mostram que apenas 1/3 da população brasileira estuda. Em outras palavras, entre a população de quase 170 milhões, pouco mais de 53 milhões (31,4%) freqüentam escola. E quanto menor o rendimento mensal familiar, menores são as possibilidades de freqüência a um estabelecimento de ensino. No grupo de 4 a 7 anos de idade, formado por um total de 13,3 milhões de crianças, cerca de 31% (4,1 milhões) estão fora da escola no país. Nos municípios das capitais a situação não é melhor: de um total de 2,8 milhões de crianças de 4 a 7 anos, quase 690 mil não estudam (24,4%).

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Denúncia aponta "promoções ilegais" na Guarda Municipal
PROMOÇÃO
Grupo ABV realiza 3º Sorteio da Campanha Festival de Prêmios Abevê
OPORTUNIDADE
Candidatos inscritos no Encceja podem consultar locais de prova
MÉTODO SUPERA
Estabeleça metas e aumente sua performance para o 2º semestre
JARDIM
Mulher é encontrada morta esfaqueada e polícia procura por ex-marido
FALHA EM SISTEMA
Inscrições do Fies para o segundo semestre são prorrogadas até amanhã
LAMA ASFÁLTICA
Deputados visitam André e acreditam em sua liberdade ainda hoje
EDUCAÇÃO
Termina hoje prazo para candidatos ao ProUni entregarem documentos
BRASIL
DPVAT pagou quase 170 mil indenizações no primeiro semestre do ano
SANCIONADA
Lei cria medidas de prevenção a Dengue, Chikungunya e Zika vírus às gestantes no MS

Mais Lidas

ESTRELA DO LESTE
Homem morre após ser esfaqueado em Dourados
PARAGUAI
Polícia recupera caminhonete roubada de vereador de Dourados
DOURADOS
Poste derrubado após roubo de veículos continua caído na Marcelino Pires
DOURADOS
GM apreende pasta base de cocaína na rodoviária de Dourados