Menu
Busca terça, 23 de julho de 2019
(67) 9860-3221

Brasil tem 24 milhões de analfabetos, diz IBGE

02 dezembro 2003 - 14h08

O número de não-alfabetizados brasileiros é quatro vezes maior que o de brasileiros com curso superior completo. A conclusão é do Censo 2000 sobre educação, divulgado hoje pelo IBGE, que aponta a existência de 24 milhões de analfabetos no País, ou 84% da população acima dos 5 anos. Embora ainda seja alta, a proporção de analfabetos com 5 anos ou mais caiu significativamente na última década: de 25,1% em 1991 para 16,7% no Censo de 2000. Em número absolutos, isso mostra que são sete milhões de analfabetos a menos. Entre o total de alfabetizados com 5 anos ou mais de idade (129,3 milhões), mais da metade é formada por pessoas que se declararam brancas (56,8%), seguidas pelas pardas (35,9%), pretas (5,8%), amarelas (0,5%) e indígenas (0,4%). Em relação à população não-alfabetizada (24 milhões), 51,5% são pardos; 37,2%, brancos; 9,5%, pretos; 0,8%, indígenas e 0,2%, amarelos. No entanto, deve-se ressaltar que, a análise de informações de cada grupo de cor, isoladamente, indica resultados bem diferentes. Por exemplo, na população total de indígenas (652 mil pessoas), 30,2% não são alfabetizados, o maior percentual. Em seguida estão os negros, cuja população é de 9,8 milhões e o percentual de não-alfabetizados é 23,2%. Em relação aos pardos, com população de 58,7 milhões, o percentual é de 21,1%; entre os 82,4 milhões de brancos, 10,9% e dos 720 mil amarelos, 6,6% não são alfabetizados. Apesar da melhoria da situação educacional ao longo dos anos, principalmente na faixa etária de 10 a 14 anos, cujo percentual de crianças freqüentando escola é quase universal (94,6%), as informações sobre o acesso à escola mostram que apenas 1/3 da população brasileira estuda. Em outras palavras, entre a população de quase 170 milhões, pouco mais de 53 milhões (31,4%) freqüentam escola. E quanto menor o rendimento mensal familiar, menores são as possibilidades de freqüência a um estabelecimento de ensino. No grupo de 4 a 7 anos de idade, formado por um total de 13,3 milhões de crianças, cerca de 31% (4,1 milhões) estão fora da escola no país. Nos municípios das capitais a situação não é melhor: de um total de 2,8 milhões de crianças de 4 a 7 anos, quase 690 mil não estudam (24,4%).

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROTA BIOCEÂNICA
Pavimentação do Chaco Paraguaio é uma realidade e deverá ser concluída em 2022
DOURADOS
Homem é preso furtando carro no Altos do Indaiá
CÂMARA DE DOURADOS
“Direitos e deveres de agentes de saúde e endemias” é tema de seminário dia 24
LIBERTADORES
Cruzeiro encara o River fora de casa pela primeira partida das oitavas de final
VIAGEM
Tiradentes
ITAPORÃ
Carro com quase 1t de maconha colide contra cerca durante tentativa de fuga
ASSISTÊNCIA SOCIAL
MPE investiga denúncia de estelionato a portadores de transtornos mentais em Dourados
DOURADOS
Autor de sequestro e homicídio é encontrado morto na PED
DOURADOS
Carro furtado é abandonado com cofre no porta-malas
BRASIL
Bolsonaro comemora queda no risco país

Mais Lidas

DOURADOS
Homem morre após bater moto em carro parado na Marcelino Pires
PORTO MURTINHO
Douradense é assassinado em sede de fazenda
SHOWBIZZ
Sertanejos morrem em acidente de carro em rodovia de São Paulo
DOURADOS
Homem sofre tentativa de homicídio ao ser baleado nas costas