Menu
Busca domingo, 23 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Brasil joga por um empate contra paraguaios

25 janeiro 2004 - 08h05

O torcedor já sabe. Hoje é dia de decisão para o Brasil no Torneio Pré-Olímpico. A Seleção entra em campo esta tarde, às 17 horas, para enfrentar o Paraguai no Estádio Sausalito, em Viña del Mar, no Chile, precisando de apenas um ponto para se classificar para os Jogos Olímpicos de Atenas. A matemática é a seguinte: uma vitória ou um empate é suficiente para o Brasil, que tem a vantagem por ter saldo de um gol a favor, enquanto o Paraguai tem zero de saldo. Só se o Paraguai sair vencedor é que fica com a vaga, acabando com o sonho brasileiro de disputar a medalha de ouro na Olimpíada, o único título que falta à Seleção que, atualmente, é campeã da Copa do Mundo, do Mundial Sub-20 e do Mundial Sub-17. A outra vaga sul-americana na Olimpíada já é da Argentina, que joga às 19h30 contra o Chile. Com um empate, os argentinos garantem o título do Pré-Olímpico. - O nosso objetivo ainda não foi alcançado - afirmou o atacante Robinho após a partida em que o Brasil venceu o Chile por 3 a 1. - O empate basta, mas vamos jogar para vencer. Esta lógica pragmática estará a toda prova hoje. A Seleção, que ganhou o Torneio Pré-Olímpico sete vezes, inclusive nas duas últimas em que disputou a competição, em 1996 e 2000, tem remotas chances de ficar com o título desta vez. Ela precisa vencer o Paraguai e ainda contar com uma derrota da Argentina. Então, o foco principal está em cima da obtenção da vaga. A equipe terá mudanças em relação ao time que começou jogando as últimas duas partidas. O lateral Maicon recebeu cartão vermelho contra o Chile, num lance em que agrediu com uma cotovelada o atacante Beausejour, e está suspenso. Como não há um reserva na posição, o técnico Ricardo Gomes terá de improvisar. Elano, que já foi utilizado como lateral na última partida, está confirmado na posição. Outro suspenso é o meia Fábio Rochemback, que recebeu o segundo cartão amarelo. Paulo Almeida será seu substituto. O goleiro Gomes, que teve grande atuação contra os chilenos, quando defendeu até pênalti, também preocupa. O jogador reclamou de dores na coxa direita e passou o sábado fazendo tratamento intensivo. Em seu lugar, pode entrar Juninho, do Vitória. Seja com que time for, a meta é alcançar a classificação, para manter vivo o sonho do ouro olímpico. - O empate garante, mas vamos entrar para vencer - afirmou Ricardo Gomes. Branco, chefe da delegação pré-olímpica, está no Chile e lembrou de exemplos recentes em que, mesmo se classificando com dificuldades, o Brasil conseguiu conquistar seus principais objetivos. - Não fomos os primeiros nas Eliminatórias para a Copa, mas ganhamos o Mundial. Perdemos o Sul-Americano Sub-20 e depois ganhamos o título. Temos é que nos classificar.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Governo facilitará exportações de produtos voltados à Defesa
BRASIL
Síndrome metabólica em adolescentes é tema de pesquisa da Capes
DOURADOS
Campanha sobre tuberculose e hanseníase será realizada em março
POLÍCIA
DOF flagra cinco com 400 quilos de contrabando em Dourados
BRASIL
Trabalho infantil aumenta 38% durante o carnaval; saiba como denunciar
STF
Liminar garante ao RS fixar contribuição previdenciária de militares sem sanções por parte da União
DOURADOS
Com ponto facultativo, sessão da Câmara foi antecipada
MS
Um dos pilares da ressocialização, a religião promove ambiente de fé em presídios
ESTADO
Judiciário de MS retomará expediente na quinta-feira
MUNDO
Cientistas descartam que novo vírus tenha origem em mercado em Wuhan

Mais Lidas

WEIMAR TORRES
Mulher morre após bater em carro que roletou avenida
JARDIM GUAICURUS
Jovem resgatada foge da UPA e tenta subir em torre mais uma vez
FÁTIMA DO SUL
Polícia prende homem que matou namorada a marteladas
FRONTEIRA
Suspeitos de matar jornalista são presos em operação