Menu
Busca quarta, 24 de abril de 2019
(67) 9860-3221
INTERNACIONAL

Brasil formaliza saída da Unasul para integrar Prosul

16 abril 2019 - 10h04Por Agência Brasil

O Brasil formalizou a sua saída da União das Nações Sul-Americanas (Unasul) para integrar o Fórum para o Progresso da América do Sul (Prosul). A decisão foi comunicada oficialmente ontem (15) pelo Ministério das Relações Exteriores ao governo do Equador, país depositário do tratado da Unasul. Pelas regras internacionais, entretanto, o Brasil ainda precisa se manter por seis meses no organismo.

“Em abril de 2018, os governos do Brasil, da Argentina, do Chile, da Colômbia, do Paraguai e do Peru decidiram de forma conjunta suspender a sua participação da Unasul em função da prolongada crise no organismo, quadro que, desde então, não se alterou”, informou o Itamaraty. A saída da Unasul também foi confirmada hoje (16) pelo presidente Jair Bolsonaro, em publicação no Twitter.

O processo de criação do Prosul foi formalizado no dia 22 de março em Santiago, no Chile. Na ocasião, representantes de oito países sul-americanos - Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Guiana e Peru - assinaram a Declaração de Santiago, que traz os requisitos essenciais para integrar o fórum: estar em plena vigência da democracia, com respeito à separação dos poderes do Estado, liberdade e direitos humanos, assim como o respeito à soberania e integridade territorial.

A proposta do Prosul, idealizada pelo presidente chileno, Sebastian Piñera, tem formato mais flexível, enxuto, menos oneroso e deve se dedicar a iniciativas entre os países do bloco e ações conjuntas para o desenvolvimento da região. O espaço deverá abordar, de maneira flexível, temas de integração em infraestrutura, energia, saúde, defesa, segurança e combate ao crime, e prevenção e manejo de desastres naturais.

As nações que lançaram o Prosul entenderam que a Unasul, da forma como funcionou desde sua criação em 2008, perdeu efeitos práticos, mantendo custos, e passou a disputar decisões sobre temas que já são tratados em outras instâncias, como o Mercosul. O Prosul não deve ter um tratado e não será um organismo, como a Unasul.

Após o lançamento e formalização de saída da Unasul, as instâncias diplomáticas dos países do Prosul agora devem se concentrar em grupos de trabalho para elaborar as bases para a criação da comunidade comum.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Mulher é roubada ao esperar ônibus próximo ao HU
DOURADOS
Falta de material atrasa manutenção pública e esquina "interditada" leva perigo a usuários
DOURADOS
Jovem cai em golpe pela internet e perde mais de R$ 4 mil em assalto
SHOWBIZZ
Luísa Sonza nega pausa na carreira para cuidar do marido
BILATERAL
Kim Jong-un chega à Rússia para encontro com Vladimir Putin
ELEIÇÃO
Secretário de Saúde de MS toma posse como vice-presidente do Conass
LOTERIA
Mega-Sena acumulada pode pagar prêmio de R$ 90 milhões nesta quarta
SONORA
Mãe e filha ficam em estado grave ao serem atingidas por motociclista bêbado
UNIGRAN
11ª Jornada de Comunicação inicia nesta quarta-feira em Dourados
APOSENTADORIA
Após quase 9 horas, CCJ aprova parecer a favor da reforma da Previdência

Mais Lidas

DOURADOS
Preso é baleado ao estourar cadeado de cela para buscar ‘encomenda’ no pátio da PED
DOURADOS
Preso baleado na perna tentava pegar malote com 13 celulares
IMPASSES
UFGD "desafia" MEC e Ministério pede realização de nova eleição para Reitoria
DOURADOS
Homem morre no HV após ser espancado e polícia suspeita de latrocínio