Menu
Busca sábado, 25 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221

Brasil é líder no recolhimento de embalagens de agrotóxicos

23 agosto 2006 - 11h35

Dados do Instituto Nacional de Embalagens Vazias (inpEV) mostram que o Brasil processou este ano 11.622 toneladas de recipientes de agrotóxicos. Um aumento de 8,3% no número de embalagens recicladas ou incineradas por todos os estados em relação ao ano de 2005.

Segundo o diretor-presidente do inpEV, João César Rando, o Brasil é líder nesse setor, e já está à frente de vários países. “Das embalagens produzidas, cerca de 84% são devolvidas, enquanto que nos Estados Unidos apenas 20% voltam aos fabricantes”, informou.

De acordo com o diretor-presidente do inpEV, o agricultor tem o dever de lavar as embalagens e armazená-las na propriedade, por até um ano. A devolução dos recipientes deve ser feita nos canais de distribuição, que geralmente estão listados na nota fiscal que o agricultor recebe no ato da compra dos produtos. “Listar esses postos ou centrais de devolução é obrigação dos fabricantes”, disse.

O presidente-executivo da Associação Nacional dos Distribuidores de Insumos Agrícolas e Veterinários (Andav), Henrique Mazotini, lembrou que os canais de distribuição têm a obrigação de disponibilizar locais para que os agricultores entreguem os vasilhames lavados e perfurados. Devem também emitir um comprovante ao agricultor. “Nessa etapa, as embalagens são prensados e enviadas para a indústria fabricante, que tem a função de reciclá-las ou incinerá-las”, explicou Mazotini.

Segundo Mazotini, já existem mais de 350 postos de coleta espalhados pelo país. “Em caso de dificuldades na devolução das embalagens, o agricultor pode recorrer ao local de compra dos agrotóxicos. Não resolvido, deve procurar o órgão de fiscalização do estado, ou mesmo o inpEV, pelo telefone (11) 3069-4900”.

Luiz Gonzaga Coimbra, pequeno produtor rural de Brasília, destacou a importância da orientação para o destino correto das embalagens de agrotóxicos. “Quando vamos comprar os produtos recebemos orientações, mas sempre podemos recorrer à Emater (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural). Eles, além das informações, promovem palestras educativas, com dicas da tríplice lavagem, por exemplo”, explicou Coimbra.

Ele ressalta a importância do recolhimento para a preservação do meio ambiente e para a saúde dos próprios agricultores

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Mourão inaugura estátua de D. Pedro I em São Paulo
CRIME AMBIENTAL
Paulistano é multado em R$ 21 mil por derrubar mata atlântica em MS
Grupo de Trabalho
Reunião discute combate ao feminicídio em Mato Grosso do Sul
BRASIL
Grupos de estudantes podem agendar visitas às sessões plenárias e das Turmas do STF
ESTADO
MEC aprova 1ª Residência Multiprofissional em Saúde da Família da UEMS
BRASIL
Chuvas em Minas Gerais já fizeram 7 mortos
CONTRABANDO
Casal é preso com mais de R$ 400 mil em relógios e celulares
POLÍTICA INTERNACIONAL
Brasil e Índia assinam acordos em tecnologia, energia e segurança
CAPITAL
Homem é atacado por pitbull em praça quando brincava com os filhos
TRÁFICO DE DROGAS
Cocaína apreendida em Ponta Porã seria levada para Brasília

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Pai e filha moradores de Dourados morrem em acidente no Paraná
DOAÇÃO
Órgãos captados em Dourados vão salvar vidas em três Estados
TRÁFICO
‘Espaço de lazer’ em Dourados era usado para guardar drogas e abrigar fugitivos
DOURADOS
Assassinato na Vila Rosa aconteceu por ciúmes durante manutenção em porta